terça-feira, 17 de julho de 2012

[Crítica] Pretty Little Liars - 3x05: That Girl Is Poison


Em terra de cego, quem enxerga é rei.

Review: 
(Spoilers Abaixo)

Mais um episódio morno em Pretty Little Liars, sabe quando você sente que tem mais capacidade que os roteiristas? Pois é, me sinto assim, principalmente quando em um episódio de festa nada de interessante acontece. Mas antes de começar, vocês já devem ter notado que eu não sou o Nefferson. Pois é gente, o chefinho anda com alguns problemas de saúde e já não está mais podendo criticar séries como um garoto de, digamos, uns 15 anos. Por isso quero todos acendendo velas e orando no domingo de manhã pra que o manda-chuva do Meu Mundo Alternativo retorne firme e forte para a Fall. Mas vocês só vão me ver por aqui excepcionalmente hoje. Porque houve uma batalha interna para ver quem ficaria com a série, e depois de um nariz sangrando, um hadouken, dois fatalities e três head shots, eu e o Luiz tomamos uma decisão: ele criticará do próximo episódio até o hiato, e depois do hiato eu assumo...Viram que equipe unida? Agora sim, vamos ao episódio.

Eu confesso pra vocês que assisto a série somente por uma razão: o mistério. E acredito eu, que bastante gente vê pelo mesmo motivo. Depois de assistir um episódio, não tem como você fingir que não sente o mínimo de curiosidade pra saber quem matou a Alison, ou quem é -A. E pros que já me conhecem, sabem que eu adoro teorizar e especular sobre esses mistérios que assolam nossas séries, principalmente Pretty Little Liars, que anda dando poucas respostas e muitas perguntas.

Essa temporada está tão previsivél e parada, que me faz sentir falta das duas primeiras. Gente, cadê aquela loucura toda? -A fazendo as garotas comerem cupcakes. Roubando o dinheiro alheio. Destruindo casas. Apagando HDs. Forjando entradas pra faculdades. Mandando SMSs chamando as Liars de “Bitchs”. Esse(a) novo(a) –A se diz mais perigoso(a) , mas até agora, parece muito mais passivo(a) que Mona. Sinto falta de toda onipresença que tinhamos nas duas temporadas passadas.

Outra coisa que eu sinto falta é de alguém pra elas focarem e investigar, como foi com o Ian na primeira temporada. Quer dizer, parece que com o passar do tempo ao invés de ficarem mais inteligentes, elas estão ficando mais burras e caindo em coisas cada vez mais previsiveis e óbvias. Eu estou com a sensação que estamos tendo suspeitos em desmasia, é aquilo que o Nefferson sempre falava em suas críticas “Todo mundo em Rosewood tem o rabo preso”. E talvez seja esse o erro da série, eu quero poder confiar em alguém, olhar pra um personagem e falar que eu estou torcendo pra ele. Mas o que fazer quando até a protagonista está sendo constantemente acusada de ser a líder do –A Team?

Bom, chega de enrolação e vamos ao que interessa.

Essa semana, o episódio já começa com Jenna andando por aí, sem tropeçar em ninguém e sem seus óculos escuros e sua bengala. Por favor gente, quer dizer, coerência não é algo que eu espere mas a não ser que essa garota tenha sido vitima de uma experiência da NASA, me contem como é que ela opera de um olho e passa a enxergar dos dois? O colírio fez o resto do trabalho? Seria mais um mistério de PLL? Bom, vimos que a Bitch Blind (a.k.a. Mario) ignorou completamente tudo que ela mesma falou a dois episódio atrás quando as Liars TARDIAMENTE descobriram que ela podia enxergar. A questão é o que isso significa: que ela estava mentindo? Que alguma coisa mudou na situação dela? Que ela prefere correr o risco ao invés de ficar na mão das Liars? Mais perguntas que provavelmente nem serão respondidas.

Outro destaque do episódio fica por conta de Paige, que voltou sabe se lá de onde - já que a série some com personagens com a mesma frequência que a Record muda o horário da programação. Eu queria saber o que passaram na Emily, porque tenho amigas lésbicas que estão se matando pra conseguir um par, e a nossa liar tem praticamente um rodizio de garotas. É só uma morrer ou desaparecer que aparece outra. E pasmem, foi justamente a Paige que nos trouxe uma das maiores descobertas do episódio: na noite do desenterro do corpo da Alison, a Emily tinha sido dopada com uma droga que misturado com álcool causa perda de memória recente. Uma espécie de Dori em cápsula (sim, citei Procurando Nemo, me amem).

Aliás, gente queria comentar uma coisa que me veio na mente, vocês notaram que tanto no piloto quanto nessa season premiere um padrão foi seguido? Alguém some, Spencer vai atrás e depois a Aria acorda e chama as outras. Eu parei pra pensar, e se a Aria matou a Alison, voltou pro celeiro (?) e esperou a Spencer acordar e ir atrás da Alison, pra poder muito facilmente culpar a nossa Veronica Mars 2.0? #CaraNaPoeira

Já que falei na Nikita da série, essa semana, Spencer invadiu o quarto onde a mãe do Garret estava internada em coma – o que fez com que o mesmo pudesse visitá-la – pra ver o que estava escrito no bilhete que o Garret escreveu pra mãe dele que... ESTÁ EM COMA E NEM PODE ELER como foi muito bem observado pela quase CSI, Spencer. Enfim, com sua visão biônica, desafiando toda e qualquer lei da física, ela encontrou um bilhete na mão da mãe do Garret: “April Rose tem a pista” ou algo sim. Trazendo mais perguntas pra série: quem é April Rose? Seria –A? Seria a personagem de Glee? Seria uma personagem que não vai ter importância nem uma? Tudo isso e muito mais no Globo Repórter dessa sexta. Só que, infelizmente, não.

Voltando ao núcleo ex-cega do episódio, eis que Jenna decide dar uma festa nem tão de arromba, onde nada de interesssante aconteceu. E eu fiquei com uma pulga atrás da orelha: quem organizou aquela festa? Lady Gaga ou Kate Midelton? Porque aqueles adereços de cabeça foram a coisa mais bizarra do episódio, se ignorarmos claro, os tabuleiros de xadrez que viraram bandejas.

E vocês pensam que para por aí? Eis que Aria ainda usou todo sua influência com uma ex-professora de fotografia dela (que convenientemente estava fotografando a festa da Jenna) pra conseguir entrar no estúdio – ou seja lá como se chama – da mulher e pegar os negativos de Lucas. O mais novo vilão de Rosewood só que não, essas garotas são burras ou o que? Será que não dá pra perceber que o Lucas não é nem a ponta do iceberg?

Aproveitando que estou falando na mais cotada pra ser –A, Aria estava muito trabalhada nas coincidências essa semana, primeiro ela viu a pessoa de preto quando elas estavam bisbilhotando a casa do Garret. Depois ela foi no “estúdio” onde tinha alguém de preto ali, que nem se deu o trabalho de dar um sustinho nela? Cadê aquele papo de brincar com corpos? E por último, muito conveniente o Ezra chegar no exato momento em que Aria e Lucas estão CONVERSANDO, quer dizer, óbvio que era uma discussão mas o Lucas está muito mais deseperado que ameaçador. Já perceberam que a Aria é sempre salva por alguém ou por alguma coisa? Eu fico com a impressão que ninguém nunca consegue dizer pra ela tudo que quer sem ser interrompido. Na bolsa de Lucas ela acaba encontrando os remédios que foram usados pra dopar a Emily “naquela noite”...Foi implantado ali pela figura de preto que estava antes, sim ou claro?

No final, vemos a bolsa da Maya sendo vasculhada por quem acreditamos ser –A, de onde é tirado uns remédios. O que isso quer dizer? Me contem vocês aí nos comentários. E não, não vou comentar dos draminhas paralelos: Hanna depressiva – que aliás, fez muito bem em não ir na festa da Jenna, é só olhar o histórico de festas dela: roubada, atropelada, afogada. Aria e Ezra brigando pra decidir quem é o macho da relação. Emily e sua bissexualidade, dividida entre Nate – que pra mim é o tal que estava perseguindo a Maya – e Paige e etc. Nos vemos depois do hiato, então. Eu sei que a review ficou enorme, mas espero que vocês tenham gostado.

P.S.
Será que a loira ali atrás da foto é a Alison? Porque agora toda e qualquer loira que aparece é acusada de ser ela.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
5 Comentários

Comentário(s)

5 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK seu arregão, nem quis ir pra fight comigo, prepare-se teremos nossa luta na volta do hiatus HAHA ps: colocou todas teorias que debatemos no msn né? rs

    ResponderExcluir
  2. Cara já add seu blog como parceiro
    http://seriesloversblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ricardo aqueles adereços de cabeça e os tabuleiros de xadrez que viraram bandejas foi pra mim foi uma referencia a Alice no Pais das Maravilhas, e soma mto bem com a carta da Rainha de Copas de Mona apareceu nos ultimos eps.
    Depois desse eps Aria soma ainda mais minhas lacunas de -A.
    Aria tem mtas fotos e videos de varias pessoas da cidade, todas são manupiladas por ela como as meninas em questão. Como todas já fizeram algo meio errado a mando de -A o cara de capuz e tudo de aparece e ela mandando alguem fazer. Melissa, Lucas, Mona, Garret, Ian sendo chantagiado por -A=Aria.
    Não dizem que nos pequenos fracos e que estão os piores venenos, a pequenina é a pior que todas.

    ResponderExcluir
  4. Eu realmente acho que essa temporada de Pretty Little Liars tá muito parada. Podia ter muito mais a oferecer, tipo véi. Numa festa como essa, as PLL iam ter vários momentos tensos, aí invés disso vemos sombras rodeandos sem ação nenhuma. Qual é? Cadê um bom suspeito, como foi o Toby, o Ian e o Lucas. Cadê uma cena como o episódio 14 ou 21... Caramba, PLL perdeu o ritmo. "Sabe quando você sente que tem mais capacidade que os roteristas...?" Concordo completamente. João Lindley vai mostrar como se mente em My Last Lie. Era bom fazermos uma capanha para que Marlene King acompanhasse essas críticas, aí pelo ou menos ela ia saber como agradar os fãs nessa porra! ¬¬'

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente esse episódio me decepcionou,achei que teria muito suspense e tensão nessa festa da Jenna mas simplesmente foi o aniversário mais chato que eu já vi,tbm acho que era o Nate que ficava lingando insistentemente pra Maya por que não podemos ter certeza se ele é mesmo o primo dela,essa nova(o)-A não está com nada(até eu seria uma bem melhor),me deu vontade de bater no Ezra por ter interrompido o Lucas pois estava na cara que ele iria falar uma coisa muito importante pois tenho certeza que ele sabe alguma coisa talvez do -A Team ou do assassino da Ali.


    PS:Roteiristas por favor voltem ao ritmo da primeira e segunda temporada,pois ás vezes dá vontade de dormir nos episódios.

    ResponderExcluir