quarta-feira, 4 de julho de 2012

[Crítica] The Glee Project - 2x04: Sexuality



Meu milkshake faz todas as vacas correrrem do jardim...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Sexualidade! O tema da que todos nós estávamos esperando loucamente, e convenhamos, o episódio não tinha como ter sido melhor. Gente, como é delicioso assistir The Glee Project, não existe as limitações que os outros realitys tem. É tudo uma grande loucura criada por Ryan ~Bipolar~ Murphy. Eu só estou preocupado que o nosso produtor/roteirista (?) de Glee esteja gastando toda sua genialidade no reality que não vai sobrar muito pra já polêmica 4° temporada da série. Aliás, está havendo alguns boatos de que, como The Glee Project foi gravado antes do retorno do hiato da série, de que o plot da Quinn fingindo não andar e da Rachel errar a letra da música foram baseados em participantes do reality.#Será? Analisemos, o momento em que Robert (que também é heterossexual, pra quem por algum motivo bizarro duvida disso) dá a notícia:




Pronto! Foi só o Robert(ero) dar a noticia que começou a surgir dramas e plots que nós nunca imaginaríamos. Se Ryan Bitch pensou que teria polêmicas semana passada, foi porque ele não imaginou que essa semana seria tão mais turbulenta. Começamos com Turquenga, que depois de enfiar a língua na garganta de homens, mulheres, crianças e transsexuais, decidiu que sua família puritana e conservadora (a.k.a. frescurentos) não iria gostar dela sensualizando (mais do que ela já faz?! É possível?!) pro tema da semana. Depois ainda tivemos Shanna, que parece não saber usar a Xana, pensando que ser sexy é ficar com aqueles ENORMES dentes dela na boca. Querida, o nome disso é assustar criancinhas. Ainda tivemos Nellie que consegue – ou pelo menos conseguia - ser mais pura e casta que o Cameron. Sem falar no Tyler sendo o Tyler, com sua eterna desculpa de “estive presa em outro corpo” – então se vocês meninas pensam em mudar de sexo, por favor treinem com um pinto pênis de borracha antes – e no Michael sendo o nerd super experiente que acha matemática sexy. Analisemos os dramas a seguir:



Viram quanto drama? Vulnerability foi uma piada perto disso. E quando Naya Rivera chega como a mentora da semana mais aguardada de todas, as coisas só melhoram. Quer dizer, parece que a Aria do meu sonho estava certa, não é verdade? Bitch Blind pode mesmo ver, principalmente se a pessoa for hot nível Naya. A homework foi I Wanna Sex You Up, pra ser sincero achei essa apresentação fraquinha, mas gostei do ganhador: Charlie. Já comentei que sou Team Charlie, não já? Observem todo esse momento:



Pra quem pensa que a loucura acaba nesse momento, ainda tem toda a trama da masculinidade do Abraham (a.k.a. Japassiva) voltando: oi? Sério, em que plano atral pintar o cabelo de preto trás a masculinidade de alguém de volta? Sem falar, que não tem como achar uma coisa que já foi perdida, tem? Ainda mais agora que vimos, que o Japassiva teve um affair com o Tyler (a.k.a. Trysex). ALGUÉM ME EXPLICA ESSA RELAÇÃO POR FAVOR!? Analisemos esse plot que nasceu de uma pintada.......................................................................................................................................de cabelo: 



Quem diria que Trysex teria tanta hairbility, a ponto de deixar alguém mais hétero com uma pintada (“a mailicia está em quem ouve, não em quem fala” MENTIRA! Sabemos que está em quem fala mesmo)?

Como se tudo já não estivesse muito bom, por mim o episódio acabava depois de tudo isso, SIM, AINDA TEM MAIS O QUE FALAR, aliás estou prevendo os poderosos me matando depois dessa reviews abusiva but who cares? Os participantes começam a ensaiar pra Group Perfomance, que é...(tambores por um motivo whatever) um mash-up de Moves Like Jagger e Milkshake. Tudo foi uma grande sucessão de eventos cômicos. A coreografia com o Zach (que também é hétero, pfvr) foi engraçadissíma. Sem falar naquele ataque que ele deu contra a Shanna que fica esclarecido só depois, não que tenha sido uma supresa ele não gostar da Xana. Quem mandou ela assediar o bofe dele?! E ainda teve o momento “todos analisando a bunda da Nellie, por favor”...O que foi a cara da Ali toda montada no nikkismo (ou bitchismo) dando risinhos debochados e tudo o mais? Vamos ver os eventos:





E pra quem pensa que acabou por aí, os vocais com Nikki (a.k.a. Mamãe Cobra) foi ainda melhor. Primeiro, foi o momento com o Charlie/Finn em que por algum motivo ela ficou extremamente chateada por ele está dando umas secadas na Turquenga pelo vidro. E ainda teve o Michael errando a letra e sendo espulso do estúdio. Eu entendo ele, ter que cantar com o Bitch Blind não é pra qualquer um. Vamos analisar os eventos:




Depois de toda essa crocância, e de eu ter extrapolado os limites de tamanho de uma review, vamos falar de Charlie já se achando o Finn e querendo mandar na produção, direção, figurino, elenco, lâmpadas, vasos, mesas, cadeiras e o que mais ele quisesse...Olhem como a mente insana trabalha:




Gente, agora o que foi a Nellie no clipe? Eu diria que a parte de trás dela não foi a única coisa que subiu, não é GAROTOS? Outro destaque é a rixa que a Gordelicía tem com a Turquenga: uma competição secreta pra ver quem é a mais sexy. Eu acho que isso começou depois daquele beijo, mas enfim. A Group Performance no final, rendeu uma das melhores seguências do reality, quem quiser conferir o vídeo, clique aqui. Mas só se quiser ver de novo, supondo que vocês já viram o episódio, sendo assim, minha atitude de postar o link do vídeo se torna sem sentido. Mas enfim. Nota 8,01 – sim, o 0,1 é porque eu sou troll.

Depois de tudo isso, ainda tem o Bottom 3, não tenho nem o que falar. Sou Team Michael e Team Charlie. Meu coração apertou quando o Michael errou a letra de Lucky (do Jason Mraz), mas eu fiquei ainda mais fã depois das improviisações dele... “This is my favorite part of the song”. Mas, claro, que eu não cheguei no ponto de ovular igual o Zach. E a verdade é que já estava mais que na hora do Trysex sair, a única coisa ruim, foi ver como o Japassiva ficou triste depois de ver o affair secreto indo embora. Mas isso não é problema meu, ele se comem resolvem depois.

Nos vemos semana que vem então. Pra mais um episódio dessa grande loucura.


P.S.
As imagens são cortesias do Seriadores Anônimos – e não estou falando isso só pelo medo de ser processado. Principalmente, porque só tem direitos autorais quando o Google diz que está bloqueado, vide fotos de artistas nuas.

P.S.2
Não, eu não vou comentar sobre aquela discussão whatever sobre o que a música Milkshake fala. Vocês não são crianças de dois anos...eu espero.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Meu você é muito engraçado, caralho eu passei 30 minutos rindo aqui pra cada foto, eu sou TeamMichael e TeamCharlie , faz logo a crítica do novo episódio, kkkkkk, já to vendo.

    ResponderExcluir
  2. meuuuuu amei esseee episodio
    adoro a suas review.....queria q vc falasse de cada personagem dando sua opiniao sobre cada um msm pq ainda nao entendi de qm vc gosta e de qm nao gosta (so sei q gosta do charlie e do michael....tem mais alguem??)

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkk eu q ovulei agora! ah loka, neh, todas são hétero. é igual a park dos dinossauros, só tinha fêmea, daí uns mudavam de sexo e se tornavam machos pra salvar a espécie -q

    #teammichael #teamblake

    R_

    ResponderExcluir
  4. cade a critica de teen wolf 2x06?
    eu adoro o site,vc ta de parabéns,as criticas são sempre impecáveis

    ResponderExcluir