sexta-feira, 20 de julho de 2012

[Crítica] Continuum - 1x07: Politics Of Time


Só é traição quando descobrem, certo? Não, na verdade não.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Eu sei que vou contrariar esse mundo e todos os outros com essa minha crítica...Mas, posso ser sincero? Gostei do episódio. Foi puramente procedural? Sim. Foi um episódio filler? Foi. Mas incrivelmente eu conseguir me divertir assistindo. Acho que acabei me acostumando tanto com episódios do tipo, que comecei a classificar em fillers bons e ruins. E esse definitivamente foi um dos bons. Sim, fiquem em choque, eu, Ricardo, realmente curti esse episódio. Pasmando/

O caso da semana girou entorno de uma (ex?)peguete do Carlos, que foi assassinada logo depois que eles transam e o mesmo vai embora. A tal peguete era uma repórter que estava investigando um politico que, adivinhem? Também era amigo de Carlos – aliás Feliz Dia Dos Amigos pra vocês (oi?) – esse político tinha algumas coisas suspeitas envolvendo contas, dinheiro e bom, corrupção ou seja lá o que fosse (que amizades excelentes para um policial, né?)

É pleonasmo ou preciso dizer que Carlos recebeu um destaque muito grande no episódio? Enfim, isso aconteceu. E eu gostei, o personagem vinha sendo um samambaia até agora. E, na minha opinião,  teve uma intenção por trás desse destaque no personagem, a mais óbvias delas, era nos fazer se aproximar mais do personagem – mas ver ele no banho/lutando nu foi intimidade demais, pfvr. A questão é: porquê? Será que é por causa de uma renovação onde o personagem continuaria regular na segunda temporada e precisa de mais plots próprios? Ou seria porque eles querem que soframos a morte do personagem? Ou talvez fazer surgir uma relação ~mais do que amigos~ entre ele e Kiera? E sim, a segunda opção é a que eu prefiro, mas, a primeira é a mais provável...Fazer o quê, né?

Carlos se meteu numa grande enrascada querendo encobrir o fato de que esteve tendo relações sexuais com a vítima na noite em que ela foi morta – passando a mão por toda a cena do crime – e acabou sendo afastado do caso. Eis que sobra tudo pra Kiera – que desde o começo do episódio vem tentando fortalecer uma amizade com seu mais novo best friend forever, sendo aconselhada por Alec (sim, o garoto que não sai do seu Tecnoceleiro e tem tanta vida social quando eu).

Eis que Kiera usa e abusa dos artificios do futuro pra resolver o caso menos relacionado com o futuro até agora. Mas posso dizer que até as finadas CSI’s da vida se reviraram no banner de canceladas com o truques da, literalmente, Exterminadora do Futuro. Aquele pó que ela usou pra descobrir as digitais, DNA’s e não sei mais o que foi excelente. E aquela cena daquela reconstituição digital em dourado do crime foi perfeita, já entrou pro meu Top Ten  de melhores cenas de sci-fi. E não me peçam pra explicar aquela loucura toda, porque sinceramente não entendi quase nada, eu saquei que era com base na análise de ondas eletromagnéticas e...bom, foi só isso que eu percebi mesmo. #Comentem

Depois de muita investigação e uma história que até conseguiu nos enganar, descobrimos que o tal politico tinha um caso com a repórter assassinada (que por sua vez ainda transava com o Carlos) e as suspeitas caem em cima da esposa dele. Quando já estava tudo muito óbvio de que seria ela, eis que surge a figurante do episódio, a acessora/assistente do cara que recebeu uma ajudinha da Liber8 pra bolar o assassinato da repórter, e mais tarde, a tentativa de matar Carlos. Meio que isso quebrou o lado filler do episódio, certo? Vimos que o dedo de Kagame esteve por trás de toda essa trama politica. E agora ele e sua turminha da pesada vão poder aprontar altas confusões na Sessão Da Tarde cidade.

Paralelo a tudo isso vimos alguns flashbacks que nos mostraram que antes do casamento com Kiera, Greg deu uma puladinha de cerca e ficou com uma amiga dela. Saber como é ser traída foi de grande ajuda e não teve como não se apegar a Kiera ali. Ela gahou alguns pontos comigo por causa disso. Imagina sua namorada podendo ver tudo da sua vida? Se amedrontaram, hum? Poucas seriam capazes de ter a atitude que ela teve, e pra ser sincero, não gosto muito desses protagonistas (do bem, pfvr) que não são “bonzinhos” e “certinhos”. A graça da série é justamente você começar a torcer por esse personagem de tão merecedor que ele é. Agora levanto a questão pra vocês aí nos comentários: afinal, o que tem por trás desse Greg?

Ainda tivemos os plots de Alec, que brigou com seu irmãozinho Julian (cof cof alguém lembrando de Madagascar aí? cof cof). Esse garoto ainda vai se envolver em algo pesado, talvez, até ser recrutado por Kagame e, mais tarde, dar continuidade aos planos do mesmo caso ele morra ou algo assim. Ainda no Alec, vemos ele consertando/arrumando/mergulhando em um liquido  a super roupa justinha da Kiera (ai que saudade dessa roupa!) e né que ele está conseguindo?

Mais um episódio excelente pra soma de Continuum e algo me diz que esse três últimos vão ser bombásticos. Não tenho ideia de como anda a chance da série ser renovada (ou se já foi), então se alguém souber, alegrem meu dia aí nos comentários #OuNão 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
6 Comentários

Comentário(s)

6 comentários:

  1. como assim, não gostou do carlos tomando banho/lutando nu? achei o auge o episódio. (aquela pessoa super profunda)

    R_

    ResponderExcluir
  2. Então Ricardo, pelo que eu entendi aquela cena onde eles reconstroe a cena do crime, a roupa dela ajudou a capitar os sinais dos celulares que estavam no apartamento e as ondas de energia dos celulares destacaram os corpos deles e assim deu para ela ver com o aparelho que ela tem na cabeça, foi isso que eu entendi! não sei se alguém entendeu de outro jeito, e meu deus essa série tá muito boa, estou totalmente louco por ela.

    ResponderExcluir
  3. Só eu achei que a cena toda dourada tinha algo a ver com células? UASHUASUHASAUSH
    Acho que confundi a palavra celulares. '-'

    Amei o teu termo Tecnoceleiro, e será que o Alec não vai pra escola? Faculdade? Sei lá, ficar só juntando merda de cavalo não dá dinheiro...

    ResponderExcluir
  4. Douglas (eterno Yiow) e Geedes vou reasistir o episódio prestando mais atenção nessa parte e comento na próxima crítica.

    E R_ cada um tem suas preferências eu super aprovaria a cena com a Kiera por exemplo -q

    ResponderExcluir
  5. olhaí a heteroability! hehehe

    R_

    ResponderExcluir