segunda-feira, 23 de julho de 2012

[Crítica] Baby Daddy - 1x04: Guys, Interrupted

Mama can you hear me?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Estou impressionado. Pra quem no começo odiou a série – com total razão -, assistir a este episódio deve ter sido mais ou menos como um tapa na cara, mas daquele que a gente gosta quando ta rolando aquele sadomasoquismo saliente. Porque a série só melhora a cada episódio, e essa semana nos mostrou o melhor de todos. É como uma escala crescente onde o tempo passa e a série vai ganhando meu respeito. Ou devo dizer nosso respeito? Aposto que não fui o único a dar umas boas gargalhadas com as piadas dessa semana.

Bom, como de costume, a real culpada por termos tido um ótimo episódio foi a Vovó do ano. Tudo girou em torno dela e da sua mania de invadir o espaço dos garotos na tentativa de criar bem a Emma. O que todos sabíamos que iria acontecer, porque a mulher é um grude. É o tipo de mãe que te dá camisinha e te ensina as melhores posições sexuais em seguida. Isso serviria de grande ajuda se seus filhos não estivessem grandinhos e quisessem andar sem cueca pelo apê sem se preocupar com olhos femininos.

Ela é diva, precisamos confessar. Sempre com as melhores tiradas e as melhores ideias pra fazer a vida do telespectador mais feliz. Começando com a decepção de ter visto o pênis do Ben numa ultrassom há anos atrás, e terminando – glamorosamente – com a piada sobre a chave do apartamento. E não, não é que ela estivesse sendo chata. Na verdade, era exatamente isso, mas é por um bom ângulo, ta? Ela estava ‘roubando’ de Ben a oportunidade de passar mais tempo com sua filha, e ao mesmo tempo, enlouquecendo todo mundo com seus toques femininos e sua falta de limite. Personalidade digna de sitcon, diga-se de passagem.

No meio disso tudo, quem também saiu prejudicada – como sempre – foi a Riley. Acho incrível como ela não tem sorte. Deve ter passado o ensino médio inteiro sendo comparada com Mama Bruschetta e nem tinha uma voz linda como Adele para ficar por cima de tanta gordura trans. E quando consegue finalmente ficar bonita, num futuro que nunca imaginou que teria, tem que lidar com um amor platônico pelo melhor amigo e todo o restante do grupo sabotando seu encontro.

Danny nós entendemos que tenha sabotado, afinal, ele gosta dela, e é realmente uma pena que nada aconteça pra esse triângulo continuar. Porque apesar de tudo, Riley se deu bem com o mini advogado que conheceu, e parece que está cada vez mais longe de Ben e também do Danny. Será que o burro do Ben não percebe a garota linda, inteligente e super gente boa que tem do lado? Dizem que nós homens nos apaixonamos pelo que vemos, mas esse daí no mínimo é cego.

Tucker também se saiu muito bem no episódio, finalmente consegui rir de alguma coisa, e espero que ele só melhore daqui pra frente. Aliás, todos foram muito bem, engraçados, simpáticos, divertidos. Então, obrigado elenco por me fazer não me arrepender por ter começado a ver a série. Thank you so fucking much.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Amei esse episódio e pela primeira vez consegui rir de verdade com Tucker e queria muito q Danny se acertasse com Riley, foi mto engraçado ele interrogando o cara na casa dela.

    E João vcs bem q poderiam criticar "Perception" eu particularmente achei a serie muito boa, e o bom q ainda esta no terceiro episódio.
    Bjos e continuem com esse trabalho maravilhoso de vcs, mesmo q tenha certas pessoas q ñ o reconheçam

    ResponderExcluir