sexta-feira, 22 de junho de 2012

[Crítica] True Blood - 5x02: Authority Always Wins


Não basta ter ordem de morte. Tem que fazer a outra pessoa desejar isso.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Mais uma ótima semana para os fãs de True Blood. Confesso que esta temporada parece, no mínimo, espetacular. Já li os 10 primeiros livros em que a série é baseada e lembro de ter gostado mais do quarto. Curiosamente, não lembro o que acontece no quinto, então, em breve procurarei um meio de refrescar a minha memória, pois estou curioso para saber ao redor do que a trama central gira. Pelo menos, uma coisa é certa, todo esse negócio da autoridade não existe nos livros. Pelo menos não logo no começo. Essa história começa a partir do décimo, mais ou menos.

Bem, e como vocês mesmos nos comentários disseram, Tara se mostrou ainda mais chata como vampira do que humana, se isso é possível. Eu realmente gostava da personagem no começo da série, mas ela caiu em um drama desgraçado e, desde então, os roteiristas lutam para construir uma personagem mais forte... Sem sucesso. Digamos que aquele momento em que ela queria se matar foi o fundo do poço para ela. Mas eu sinceramente vi uma luz quando ela matou aquele vampiro obcecado por ela e, pela primeira em muito tempo, ela mostrou que pode fazer valer a pena.

Sua amizade com a Sookie é bem legal, mas elas discutiram muito nos últimos tempos, e é claro que nunca ficaríamos do lado da Tara, né? Então foi mais uma batalha perdida. Acho que a melhor saída para a personagem, seria seguir os passos da Pam, que também está na merda, mas, mesmo assim, não deixa suas frases ácidas, cheias de ironia. Dizendo apenas que nunca perdoaria o Lafa e a Sookie, Tara sumiu nas sombras, nos mostrando que não há cura para a sua personalidade chata. Espero muito que ela não fique com esse drama insuportável por muito tempo e que nos mostre algo interessante. Caso contrário, mete a estaca na vadia, porque ela não é importante na série, não é importante nos livros, então não significa para nada mim.

E, por falar na Pam, tivemos alguns momentos interessantes com ela neste episódio. Além de não ajudar a Sookie contra a Tara - Eu avisei a vocês! -, a vampira teve pequenos flashbacks de quando conheceu o Eric. Ela é a dona de um bordel, naturalmente. Estava familiarizada com os ataques de vampiros às suas garotas. Então não se surpreendeu quando um viking grande a salvou de um figurante, matando-o. Sinceramente, quem iria correr ou gritar, né? Além do ser o ERIC (isso é o suficiente para vocês entenderem), ele ainda a salvou. Óbvio que não completou que o aconteceu depois e como ela virou vampira, mas isso deve vir mais para frente. Afinal, Pam terá mais destaque nesta temporada. Bem mais.

Mas, a série pegou mesmo fogo na parte da autoridade. Depois de capturar o Eric, Bill e a Nora, a autoridade fez uma tortura básica com luzes ultra-violetas. Mas isso é só o básico, sabe? Como uma pequena entrada, porque as coisas ficarem melhores quando eles foram separados e começaram a ser torturados com prata na veia. E, como ninguém abriu o bico, até porque, se um deles falasse, todos estariam mortos, todos foram levados para frente do conselho dos vampiros mais fodões da história. Dá até para escolher o seu favorito, gente. Eu destaque a Salomé, que tem cara da quenga, e o Alexander, que é o vampiro-mirim, doido pela cabeça dos nossos vampiros protagonistas. Não é uma graça?

Bem, para concluir, vamos comentar sobre os casos inúteis ao redor da série, que pouco tem haver com a trama principal. Jessica continua na farra até ter que receber o ex-pastor-agora-vampiro-homossexual em sua humilde calça. Pensei que a vadia iria realmente vender o Jason, então fiquei chocado. Mas ainda bem que ela só estava querendo excitar o cara, para depois broxá-lo literalmente. "Você é patético!", concordamos. A mulherzinha do Sam surtiu, mandou ele se fuder de todas as maneiras possíveis e ponto final. E a Arlene foi buscar respostas sobre o que está acontecendo com o seu marido... Mas, quem se importa? Foi o que eu pensei.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Eu gosto das tramas da Jéssica *_*

    E esqueceu de comentar o Russel e seu final super cool!

    ResponderExcluir
  2. Estou amando a quinta temporada! *--* E só pra lembrar, no quinto livro a trama gira entorno da transformação do Jason em pantera e do atirador que mata os sobres e até atira na Sookie. Pra mim o melhor livro até agora é o sexto! Gostei da review e parabéns pelo blog. ;)

    ResponderExcluir
  3. True Blood é assim, a trama principal é sempre super ótima, instigante, vc fica crazy in christy pra ver as próximas cenas, porém tem q aturar as tramas secundárias, q muitas vezes duram até mais tempo de episódio, mas q são MUITO chatas.

    R_

    ResponderExcluir