domingo, 3 de junho de 2012

[Crítica] Continuum - 1x01: A Stich In Time (Series Premiere)


Eu e minha busca incansável por um sci fi decente...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Bom, está na hora de se por em dia, e tem jeito melhor de começar a maratona de reviews do que com uma de uma série novata em que você ainda não estou atrasado? Até tem, mas eu não quero. Me processem. 

Eu ouvi falar de Continuum uma semana antes de sua estréia, a premissa me pareceu interessante, mas sinceramente eu não estava planejando assisti-la. Mas então, minha curiosidade de seriador falou mais alto, principalmente depois de ler opiniões excelentes a torto e a direito. Então fui assistir, até aí nada de anormal, o problema foi que eu gostei do que vi, e Deus sabe que não estou com tempo a disposição pra ficar assistindo série, mas enfim. Gostei mesmo, e vim criticar depois de avisar o boss master. 

O piloto não poderia ter sido melhor, meu grande medo é de ter pegado um bomba, por que ultimamente os pilotos são excelentes e o resto da série nem tanto, vide Touch. Sendo assim você acaba assistindo uma série chata por causa de um bom piloto. Outra coisa que me preocupa é "Procedural ou não procedural, eis a questão?" se a série for seguir o caso por semana, não vai passar de nada mais nada menos que uma cópia as avessas de Alcatraz

A trama da série é bem simples, apesar de ótima por si só: um grupo terroristas de 2077 - quem tem chances de estar vivo nesse ano levante a mão o/ -  para fugir da execução, voltam no tempo, para esse ano mais precisamente, e por acidente acabam trazendo uma das agentes, Kiera, com eles. Até aí, parece uma sinopse de filme, o grande diferencial é o mundo de possibilidades que é aberto pelo roteiro. Afinal, até onde a ação desses personagens podem interferir no futuro?

Falando no futuro, os efeitos especiais e toda a ambientalização de 2077 estavam excelentes, principalmente por ser uma produção da ShowCase. Não que eu tenha preconceito com as emissoras nem nada. Essa emissora pra mim era semelhante a Record em questões de efeitos especiais, mas pelo visto me enganei. E espero ver mais desse futuro tão interessante, alguém vai me dizer que não ficou curioso pra entender mais do que aconteceu com o nosso mundo?

Outra coisa que deu um diferencial pra série, é justamente a base de elementos verossímeis que a série usa pra contar suas histórias. Não temos nenhum mistério absurdo sem explicação, como por exemplo, um grupo de guardas e prisoneiros de uma prisão bem louca que viajam no tempo. Tudo que a história falou pode chegar a acontecer, um "Congresso Corporativo" mandando no mundo, não é nenhum absurdo que não tem chances de acontecer, é realmente impressionante quanto poder empresas como a Coca Cola ou a Globo - cito nomes mesmo, já disse: "me processem" - têm. Imaginar um mundo dominado por elas não é tão difícil. E se as coisas continuarem como vão, quem disse que não pode acontecer? "Crítica socio-econômica a gente se liga em você, abra a felicidade!" 

Esse piloto foi muito bom, as atuações também estão bem boas, a atriz que faz Kiera conseguiu dar um tom robotizado que caiu bem pra personagem. O ator que faz o Alec adolescente também está ótimo. Não vou recomendar a série pra vocês ainda não, só vou fazer isso depois de analisar os próximos dois episódios. Até semana que vem, ou seria "até semana passada"? Esses saltos temporais estão me deixando confuso.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Assisti essa série ontem, e também não tinha muitas esperanças por causa da ShowCase - eu não gostei nenhum pouco de Lost Girl. - mas eu vi vários comentários sobre a série, e me surpreendi, a atuação da Atriz que faz a Kiera é muito boa, e a série em si chama muito a tenção, tanto é que foi record de audiência no Canadá, 1,6 MILHÕES eu acho, e Lost Girl só tinha conseguido 500,000 mil telespectadores, então essa série pode ficar muito boa mesmo, ou pode virar um fiasco, só nos resta esperar, mas uma coisa eu digo, ganha de muitas dos EUA.

    ResponderExcluir
  2. Também gostei do episódio,e espero que a série continue neste nível.
    "O piloto não poderia ter sido melhor, meu grande medo é de ter pegado um bomba, por que ultimamente os pilotos são excelentes e o resto da série nem tanto, vide Touch." Achei injusta essa comparação, se fosse para EU comparar, falaria de Awake, da qual apenas metade dos episódios valeram apena...

    ResponderExcluir
  3. Se virar um procedural vai ser uma merda

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da série. Inclusive, o segundo episódio foi até melhor que o primeiro. Conseguiu dosar de um jeito bem legal as "memórias do futuro" com o presente.

    Aliás, ótimo blog!

    ResponderExcluir