domingo, 3 de junho de 2012

[Crítica] Awake - 1x12: Two Birds

É bom Revolution ser muito boa, NBC, senão você vai ganhar meu ódio eterno por ter cancelado essa série.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Blá, blá, blá e coisa tal, não gosto de ficar repetindo  a mesma coisa eternamente. A série está sendo perfeita, uma das melhores coisas no ar dos últimos anos. E eu venho repetindo isso sempre. Alguns episódios foram menos importantes, praticamente um enche-linguiça, mas mesmo assim, no conjunto a série foi excelente, não é passível de questionamento isso, por mais que você ame Touch ou outra série.


Começamos exatamente de onde o episódio anterior acaba, Michael planejando sua vingança contra Hawkins e quem mais possa estar envolvido na morte dos seus entes. Gostei de não ter tido aquele “mimimi” envolvendo Rex e Hannah. Desde seu começo, Awake vem tentando fugir dos clichês, e agora na sua resta final não é diferente: ao invés de termos Hannah ou Rex sendo envolvidos nessa vingança pelos “vilões” seria muito clichê, até porque sequestro de um dos entes como chantagem por alguma prova é coisa que até os roteiristas da Record fazem. Ao invés disso temos um Michael transtornado se livrando dos dois personagens. Ou seja, não tivemos muitos dos familiares do protagonista nesse episódio. O que foi ótimo, assim podemos ter o enfoque maior no que todos queríamos ver.
A atuação de Jason Isaacs merece ser aclamada de novo, sério, não tem como não ficar impressionado. A mudança de Michael perderia metade do apelo sem a atuação e caracterização de Isaacs, como por exemplo, e talvez o menor dos detalhes, a barba maior. O olhar insano, o ódio, a vontade de fazer justiça com as próprias mãos  - assistindo o episódio não pude deixar de associá-lo a Emily/Amanda de Revengeimaginando se o tema “vingança” não poderia ter carregado uma segunda temporada. E foi esse Michael alterado, que conseguia estar ao mesmo tempo assustado e decisivo, que começou a por sua vingança entra em prática.
Claro que ele não ia se vingar sem nenhuma ajuda - se até nossa mestra da vingança tem ajuda, porque Michael não teria? - e por isso o principal personagem que se vê envolvido nessa loucura - literalmente - toda é Bird. Inicialmente eu não tinha associado o nome do personagem ao título do episódio. Vão fazer o que? Me chamar de burro? Amo/
O personagem teve participações bem distintas em cada realidade, não vou dar muitos spoilers pra quem não assistiu ao episódio não perder parte do impacto, eu não parava de gritar “Não, isso não está acontecendo!”. O personagem acabou sendo de grande ajuda nas duas realidades, foi muito bom vê-lo sem saber em quê acreditar: no melhor amigo de muitos anos, ou nas evidências absurdas que apontavam contra Michael. Claro, que a confiança dele no protagonista pesou mais e ele acabou se se vendo mais envolvido na vingança do que queria.
Eu fiquei abismado como cada coisa e acontecendo em cada realidade, eu gostei do jeito que a série deu pra continuar com o troca-troca de realidade sem perder a verossimilhança: Michael desmaiando, por motivos diversos, até porque no meio da vingança ele não ia ficar tirando um cochilo, né? Dormir é para os fracos. Foi muito bom ver ele mudando suas atitudes de acordo com os acontecimentos da outra realidade. E os ocorridos muitos interessantes, o que parecia que iria acontecer em uma realidade acontecia na outra.
Na realidade verde (ou azul – sim, toda semana eu mudo a cor) Michael se viu preso por Harper enquanto Bird procurava as pistas. Gente, só eu senti uma vontade incontrolável de afogar a capitã dentro de um vaso? Ela me deu muito nojo, agindo como se sentisse culpada e chorando pelos cantos. Agora ela se arrependeu? O pior que ainda não associaram a capitã ao narcotráfico e estão confiando nela, ou seja, ela vai estragar tudo nesse paralelo.
Já na realidade vermelha, Michael estava sangrando enquanto fugia da polícia depois de quase ser pego por Hawkins. Eu temi pela vida do personagem nessa hora, afinal se ele morresse o que aconteceria? As coisas nessa realidade estavam dando tudo errado, e Vega, admitamos não foi de muita ajuda. Eu estava esperando bem mais do personagem. Nessa realidade a capitã estava fazendo o oposto do que fazia na outra, estava sendo falsa, se fazendo de preocupada com Michael, e inclusive deu a ordem de matá-lo. Insinuando que ele oferecia risco pro resto da população. Eu sabia que ele deveria ter se mudado pro Oregon .
E enquanto tudo isso vai acontecendo, vira e mexe ainda temos as chances de ouvir Michael conversando com seus respectivos psicólogos. Os diálogos continuam de uma perfeição tamanha, que eu ainda não consigo discernir qual das realidades é mesmo real, e qual a outra é um sonho.  Por isso vou manter minha aposta de que nenhuma das duas é real e existe uma terceira realidade da qual desconhecemos onde o protagonista está em coma. #TheBigAwakeTheory
O episódio termina sem concluir nada, deixando tudo pro próximo e infelizmente último da série, amo mesmoEstou ansiando pra poder assistir esse series finale, que promete. Já estou fazendo aquela maratona antes de assistir o final pra ver se eu descubro alguma coisa, só espero que depois desses 12 episódios a série não me decepcione em seu final. Apesar de eu achar que isso não vai acontecer.
P.S.
Só eu estou notando que alguns elementos foram esquecidos, pra poderem finalizar a trama? Pra mim está óbvio que esse episódio é o plano B dos roteiristas. Provavelmente esse episódio e a finale serão os reservas que tinham gravados para casa cancelassem a série.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Os 3 últimos episódios de Awake foram PERFEITOS. Deu vontade de chorar com a última cena da série

    ResponderExcluir
  2. "...no conjunto a série foi excelente, não é passível de questionamento isso, por mais que você ame Touch ou outra série."
    SENTI INDIRETA. HUASHUAHSUASUS

    ResponderExcluir
  3. e ", não vou dar muitos spoilers pra quem não assistiu ao episódio não perder parte do impacto," nao entendi, a critica é com spoilers, vc pode dar qntos quiser pq ta avisado '-'

    ResponderExcluir
  4. Não trabalhamos com indiretas,Douglas,kkkkkkkkkk
    E sobre os spoilers mesmo avisando no começo,não achei que seria tão relevante dizer exatamente o que acontece pra quem ainda vai assistir.

    ResponderExcluir