sexta-feira, 29 de junho de 2012

[Crítica] - 1x01: Bunheads - Pilot (Series Premiere)



Michelle: – Sou péssima em relacionamentos. Sou igual o Godzilla. Os homens fogem de mim, saem correndo. E não são só os japoneses, todas as nacionalidades.


Review:
(Spoilers Abaixo)


Algum fã de Gilmore Girls aqui no Meu Mundo Alternativo? Se sim, já podem comemorar. A criadora dessa aclamada série está com a sucessora do grande sucesso. Bunheads é a nova aposta dela e da ABC Family. Eu não sei vocês, mas eu quero acompanhar e ver como essa história vai se desenrolar. Prontos para conhecer a Godzilla Stripper de Vegas, Michelle? Sigam-me os bons!

Michelle é uma talentosa dançarina profissional sem rumo que trabalha em Vegas. Depois de ser rejeitada nos três primeiros segundos de um teste, ela se vê no fundo do fundo do poço, e de supetão aceita o convite de casamento de Hubbell, o príncipe encantado que está lá todo mês após as apresentações dela. Uma pedra no sapato sabe? Mas é aquela coisa: “não tem tu vai tu mesmo”, não consegui o teste ou o emprego então caso contigo.

Aí Michelle já se vê casada e a caminho de Paradise, a cidade sem cinema e onde a única diversão é a pista de gelo uma vez ao ano, ou ir para a biblioteca ler. Deprimente. É claro que Fanny, mãe de Hubbell, não gostou nada de saber que o filho se casou com uma stripper de Vegas, o pessoal da cidade também não, muito menos Truly, a ex-namorada de Hubbell. Imagina as boas vindas que Michelle recebeu na cidade!

Mas não parou por aí. Sabe a mãe do Hubbell, a Fanny? Bem, ela tem um estúdio de balé e a série promete explorar os dramas de quatro bailarinas. Boo, Sasha, Ginny e Melanie. Deu pra sacar um pouco da personalidade de casa uma. Boo, a menina gordinha de ossos grandes e que sonha em ser uma excelente dançarina. Sasha, a excelente dançarina, cretina e nojenta, com um pai gay (?). Ginny a baixinha dos peitos pequenos. E Melanie, bem, eu não percebi nada dela ainda. Além da Michelle é nessas quatro que a série vai focar. Eu sei que parece clichê, o grupinho de amigas com personalidades distintas, mas sabe que eu acho que em Bunheads vai ser diferente? Aqui não tem segredos, nem uma –A... pelo menos ainda não.

Voltando à nossa protagonista, bem, eu gostei dela. Não conhecia a atriz, mas eu dei boas risadas com ela, toda atrapalhada. E a Funny (que inclusive é interpretada pela atriz que deu vida à matriarca das Gilmore, em Gilmore Girls) tem uma personalidade forte. Juntando as duas o que temos? Conflitos de personalidade, é claro. Se meu palpite estiver certo, é na construção de uma relação – quem sabe de mãe e filha – entre essas duas que a autora vai apostar. Além claro da amizade entre a Michelle e as meninas.

O final do episódio foi o que mais abriu possibilidades para o rumo que a série vai tomar. Prefiro não falar ele aqui e estragar a surpresa. Vou deixar que vocês vejam e criem suas próprias teorias. Bunheads vai vir recheada de bons conflitos, diálogos inteligentes e engraçados, além de boas doses de dança. Aliás, destaque para a primeira dança e música do episódio. Já está tocando repetidamente aqui no meu media player. (Oh, ain’t she sweet? ♪)

Bem pessoal, a crítica veio um pouco atrasada, já foi exibido o segundo episódio, e essa semana ainda teremos o terceiro. Vou acelerar um pouco pra deixar atualizado e esperar que vocês acompanhem Bunheads comigo. Estou animado pelas danças e confusões que virão por aí.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário