domingo, 10 de junho de 2012

[Artigo] Dos Livros Pra Tv


Um fato é que, a adaptação de obras literárias está se tornando cada vez mais frequente. A saga mais famosa adaptada aos cinemas é com certeza Harry Potter, cuja autora foi considerada a primeira mulher do mundo a se tornar bilionária apenas escrevendo livros. Mas, os registros de adaptações vêm de muito antes do bruxinho dar seu ar da graça e conquistar milhões de fãs.

Dentre os mais famosos, podemos citar Carrie, A Estranha, uma adaptação de 76 do primeiro livro de Stephen King, que ganhará seu segundo remake muito em breve. E não podemos esquecer da rainha dos vampiros Anne Rice, autora de Entrevista Com o Vampiro. Um livro simples que rendeu um filme estrelado por Brad Pitt e Tom Cruise, além de incentivar a nova geração e inspirar várias outras obras com vampiros.

Mas e as séries de TV? Vira e meche tem alguém transformando livros renegados em séries rentáveis, sem se preocupar em seguir o caminho proposto pelos romances. Quer conhecer um pouco mais sobre os livros que inspiraram suas séries preferidas? Então, sigam-me os bons.

The Vampire Diaries
É com certeza a série que menos foi fiel aos livros. A trilogia original foi lançada em 1991, mas só conseguiu emplacar quando a nova geração demonstrou seu amor por romances sobrenaturais. A história é a mesma, que até mesmo o pior dos desinformados conhece. Elena acaba de perder os pais e se encanta pelo novo aluno do colégio, Stefan Salvatore. Logo ela entra no meio de uma disputa entre irmãos vampiros que iniciou no século XIX quando ambos se apaixonaram pela mesma mulher.

E a semelhança é apenas essa. A série usou a história como base para seguir seu próprio caminho depois, além de ter realizado algumas mudanças logo no começo. Por exemplo, a ausência de Jeremy nos livros. Elena não tem um irmão, e sim uma irmã mais nova, chamada Margaret. Sem falar no aspecto físico da vampbitch e sua cópia boazinha, ambas são loiras. Eu realmente não consigo imaginar uma realidade em que Elena e Katherine sejam assim.

Os livros conseguiram um bom número de vendas, mas a série consegue superá-los facilmente. E é bastante compreensível, já que Elena e Katherine morrerem logo no terceiro livro é completamente inaceitável, mesmo que tenham tido a melhor morte vampiresca de todos os tempos. Então, não recomendo.

Gossip Girl
A série estreou em 2007 no canal CW, e é com certeza mais um exemplo de que uma adaptação pode superar os livros. Porém, como acontece com todas as outras séries, sua qualidade caiu com o tempo e ela já está caminhando pra sua Sexta e derradeira temporada. Na história, uma blogueira anônima narra os acontecimentos da vida glamorosa dos adolescentes nova-iorquinos em seu blog, destruindo relacionamentos, afastando famílias e causando escândalos.

Ao todo, a série tem 13 livros já lançados, mas só pude ler o primeiro. As situações eram vagas, os personagens não tinham carisma e a história se mostrou no mínimo tediosa. Eu esperava muito mais, e por isso a decepção foi enorme. Talvez seja culpa das inúmeras mudanças que a história sofreu ao ser adaptada pra TV. Não dá pra gostar da versão cabeça pelada da Vanessa, ou siliconada da Jenny, ou o Chuck se aproximando de um macaco, quando a série já fez bem melhor que isso. Vai gostar dos livros apenas quem acha uma boa ideia ver a história de um ângulo diferente.

Pretty Little Liars
Conhecida como 'O Pote de Ouro da ABC', Pretty Little Liars é uma adaptação pra TV dos livros escritos por Sara Shepard, cuja primeira edição foi lançada em 2006. A série conta a história de quatro ex amigas que se reaproximam a partir do momento em que começam a receber mensagens ameaçadoras de alguém que conhece todos os seus segredos, identificado apenas por “-A”. A única pista que têm é que todo o jogo de intimidação tem haver com o desaparecimento de Alison Dilaurentis, ou seu possível assassinato.

Li apenas os dois primeiros livros, e vou logo dizendo que adorei. São bem poucas as diferenças entre eles e a adaptação, apenas coisas sem importância como cor do cabelo, irmãs que não existem, e até mesmo um toque de rebeldia, para nossa alegria é claro, já que as protagonistas da série fazem cosplay de moscas mortas o tempo todo. Todos os seus dramas pessoas também foram mantidos, De Hanna cleptomaníaca à Aria e o adultério do pai, tudo no seu devido lugar.

Até agora, apenas uma diferença mudou tudo. Na série, Toby conquistou seu espaço e agora faz par romântico com uma das minhas liars preferidas, mas não conseguiu chegar vivo ao terceiro livro. Ele comete suicídio nos últimos capítulos de Impecáveis após terem descoberto o que fazia com sua meia-irmã cega. Preciso continuar lendo pra ter uma ideia do que pode acontecer na série, já que a revelação sobre quem era –A foi bem fiel aos livros.

PS: Os livros são ótimos, assim como a série, mas tem vezes que eu não suporto tanta enrolação. Nem mesmo no fim da Season 2 eles nos deram respostas concretas. É sempre um jogo de pistas falsas que não termina mais. Por isso não acho que a série sobreviva por tanto tempo, a audiência logo vai cair.

PS2: Os livros têm as capas mais horríveis da história da literatura. Por Deus, aquelas barbies me brocham, com que cara a gente compra um livro desses, hein?

The Lying Game
Acho que todos concordam quando eu digo que esta é a série mais fraca da lista inteira. Ela começou mal de audiência, e depois conseguiu emplacar, o suficiente para não ser cancelada. Talvez tenha puxado a irmã mais velha, Pretty Little Liars, porque é uma enrolação sem tamanhos. Ela conta a história de Emma e Sutton, duas irmãs gêmeas separadas ao nascer que tentam de todas as formas buscar a verdade sobre sua mãe biológica. Para isso, Emma toma o lugar de Sutton para que a irmã possa desvendar todos os mistérios sobre sua separação, que de uma forma ou de outra, lhes levarão direto ao perigo.

Essa foi a adaptação mais diferente de todas. Os livros foram escritos pela mesma autora de Pretty Little Liars e são completamente diferentes MESMO. Pra começar, Emma só toma o lugar da irmã depois de sua morte, e foi exatamente o caminho que a série não teve coragem de seguir. Pelo menos o primeiro livro – de acordo com o que já li – é narrado pela Sutton fantasma, como uma nova 3ª pessoa que observa tudo o que acontece com sua irmã, é claro, dando pistas aos poucos sobre o que a personagem vai conseguindo lembrar no decorrer da história. Porque né... 3ª Pessoa onisciente é para os fracos.

É por ter uma abordagem diferente de tudo o que já li que esse livro com certeza vai estar na minha estante. Os livros deveriam chegar às lojas no primeiro semestre de 2012, mas até agora nada. Uma pena mesmo, porque parece ser muito melhor que a série, e até melhor que a irmã mais velha. Vamos esperar.

Dexter
Foi a adaptação que mais me surpreendeu. Até chegar à quinta temporada, não fazia ideia de que a série era baseada numa saga de livros, acredite se quiser. A história gira em torno de Dexter, que de dia trabalha como analista de dispersão de sangue na Miami Metro Homicides e a noite encarna o justiceiro para saciar seus instintos assassinos sentenciando apenas aqueles que merecem a morte.

Depois de assistir ao episódio piloto, acho que foi mesmo amor a primeira vista. E como mais novo fã da série, é claro que pretendo ler os livros, mas ler alguns spoilers pela web me deixou um tanto desanimado. Deb descobre logo no começo que o irmãozinho é um serial killer e leva isso muito numa boa. O que a série nunca se atreveria a fazer, considerando o emocional seriamente abalado da personagem depois de ter comido o pão que o diabo amassou. Maria LaGuerta também não dura muito, e apesar de odiá-la, preciso confessar que sem suas tramoias a série nada seria.

Porém, de acordo com alguns sites, os livros parecem ser bem mais doentios, acreditem. E é um ótimo motivo para dar a chance de ver a história por outro ângulo enquanto a bendita fall season não chega. Season 7, sua linda, cadê você?

Game of Thrones
Pra quem curte batalhas épicas, Games of Thrones é quase uma droga. É uma série adulta recheada de reviravoltas e conflitos da era medieval. Então, tem como não gostar? Ela conta a história de uma batalha entre sete reinos, onde duas famílias dominantes lutam pelo controle do Trono de Ferro, cuja posse assegura a sobrevivência durante o inverno prolongado que está por vir.

De acordo com quem li, Game of Thrones é a adaptação mais fiel aos livros de todos os tempos. Pouca coisa muda, e fica difícil decidir quais mudanças foram positivas. Os livros são melhores, é claro, mas a série também não fica atrás. Considerando que os livros são quase um Amanhecer da vida – grosso bagarai -, a história só pode mesmo ser muito boa pra nos prender.

True Blood
Pra fechar com chave de ouro – porque de prata iria ferir os vampiros safadenhos -, temos True Blood, série protagonizada pela lendária Anna Paquin e o muso das trevas Alexander Skarsgård. Apesar de ser a série mais gostosinha dos últimos tempos, a sinopse parece ter sido tirada de um roteiro trash dos anos oitenta. Após os vampiros 'saírem do caixão' em rede nacional, eles começam a lutar por seus direitos civis tendo que enfrentar o preconceito dos religiosos e inimigos da própria espécie. No meio dessa bagunça global, Sookie acaba conhecendo Bill, um vampiro solitário que acaba introduzindo-a em seu mundo.

O que muitos não sabem é que True Blood é originalmente uma saga de 13 livros chamada The Southern Vampire Mysteries, narrados em primeira pessoa pela protagonista Sookie Stackhouse. Não tive oportunidade de lê-los, mas creio que a maior diferença esteja em como eles e a série lidam com o sexo. Todo mundo sabe que em True Blood o sexo animal rola solto, você com certeza não pode se dar ao luxo de assistir a um episódio com sua mãe na sala.

Pra ser sincero, os dois primeiros episódios da série pareciam uma desculpa pra colocar sexo em tudo quanto era lugar. Só depois do episódio três que as coisas realmente começaram a ficar interessantes. O Nefferson me disse que num dos livros há uma cena de sexo entre Sookie e Eric que lembra bastante as cenas protagonizadas pelo comedor de tudo Jason Stackhouse. Então, vamos torcer para que a Season 5 continue do jeitinho que a gente gosta.

PS: Não julgue o livro pela capa.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
10 Comentários

Comentário(s)

10 comentários:

  1. Você esqueceu de colocar o nome do Bill, Stephen Moyer , ele é um dos protagonista, mais importante que o Eric.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o artigo, mas percebi alguns erros:
    SOBRE GAME OF THRONES:
    -O seriado tem batalhas épicas, viu o episódio 2x09? Mas esse é o de menos
    -O inverno que está por vir não é de 40 anos, NUNCA FOI MENCIONADO ISSO, tanto nos livros quanto na série. (O tamanho do inverno é "indefinido", é apenas falado que ele será longo)
    -"Considerando que um dos livros é quase um Amanhecer da vida" Não é apenas um, o menor livro d'As Cronicas de Gelo e Fogo (o primeiro) já é maior que Amanhecer, então, todos são maiores. Sem contar que amanhecer é um livro chato e cheio de enrolação.

    E SOBRE TRUE BLOOD
    -São 13 livros, não 10.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Douglas Tribek, os erros já foram corrigidos. Me perco quando os sites dão informações diferentes, principalmente no caso de GofT, que eu ainda não acompanho.

    ResponderExcluir
  4. Só li o primeiro livro de True Blood, e achei bem parecido com a primeira temporada da série mesmo, realmente a única diferença é o sexo, que no livro só aparece lá pela metade.

    Muito boa a lista =D

    ResponderExcluir
  5. É sempre difícil transferir um livro para a TV né...
    Mas das séries que vc mencionou aqui, a que eu acompanho e também leio o livro, é Game of Thrones. Realmente, os livros são bem extensos, mas vale a pena.
    Acho que a série é bem fiel aos livros sim... Há as más linguas que reclamam de algumas mudanças, mas eu acho que, pelo livro ser feito em POV's, o trabalho da série tá mais que ótimo. Algumas coisas tem que ser mudadas, acrescentadas e tiradas, pq pra resumir um livro de 900 páginas em 10 episódios não é fácil...

    ResponderExcluir
  6. GOT é bem melhor nos livros ao contrario de Dexter ond eos livros são muito chatos e a serie é bem melhor.

    ResponderExcluir
  7. eu sei q foi apenas jeito de falar, mas absuuuurdo dizer q "entrevista com o vampiro" é um "simples livro"!!
    R_

    ResponderExcluir
  8. O terceiro livro das Cronicas de Fogo e Gelo tem 800 paginas e é melhor, perto dele Amanhecer é um gibi da turma da monica.

    ResponderExcluir
  9. As únicas séries dessa lista que eu assisto é TVD,PLL,Dexter e GG mais não li nenhum livro desses quatro então não tenho muito o que opinar só posso dizer que adoro todas elas,e como o João disse tbm não consigo imaginar a Elena e a vampbitch Katerina loiras,estou amando Pretty Little Liars e espero que vc esteja errado,Gossip está ficando chata e mesmo gostando acho que é melhor acabar antes de ficar pior,esperando ansiosissíma a fall season que vai demorar pra cacete.

    ResponderExcluir
  10. Faltou falar que os livros de True Blood são infinita melhores do que a série. O Allan Ball deveria se esfaquear 334 vezes de tanta vergonha de ter feito um produto tão abaixo do esperado, considerando que os livros são supremos.

    ResponderExcluir