terça-feira, 1 de maio de 2012

[Crítica] The Vampire Diaries - 3x20: Do Not Go Gentle


Tem mais alguém a fim de dançar?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Finalmente o episódio que todos nós estávamos esperando para ver. Estou marcando este episódio desde várias semanas atrás, quando a série ainda estava exibindo o seu décimo sexto episódio. Acontece que eu tenho uma queda por bailes e festas de época. É uma pena que este episódio não superou minhas expectativas. Esta festa não foi tão boa quanto o baile do episódio 14 - que, por sinal, foi épico. Mas tivemos alguns detalhes que não podem mudar e, talvez, permaneça uma regra para estas festas de época. A imagem da crítica tem sempre que ser estampada por Klauroline. Enfim, não estou dizendo que o episódio foi ruim, ok? Muito pelo contrário. Só estou dizendo que a festa não teve o charme que eu esperava.

Por onde vamos começar? Ah, sim! Rebekah que não é Rebekah e, na verdade, é a mãe bruxa assassina de filhos. Eu até cheguei a pensar que ela ficaria fingindo no corpo da filha por um tempo, mas tudo se resolveu bem rápido, não é verdade? Antes mesmo dos créditos iniciais, a bruxa-mãe já tinha metido o pé do corpo de sua filha e entrado no seu próprio. O importante é que ela conseguiu convencer o Rickevil e, juntos, planejaram um plano mirabolante para acabar com todos os vampiros, de uma vez por todas. Ta certo, o Rickevil não elaborou nada, ele só está servindo de trabalho braçal, mas foi muito interessante quando a bruxa-mãe disse que, cada vez que o Rick morria, ela o recebia do outro lado, só preparando-o para seus próprios propósitos.

Mas, pela amor de Deus, onde estaria o perigo, não é verdade? Existem quatro originais sambando na cara do povo de Mystic Falls, apenas uma estaca-mata-tudo e ela teria que ser usada por um humano bipolar sem a menor chance. Qual era o perigo mesmo? Mas é claro que a bruxa-mãe tinha que acrescentar alguns elementos ocultos nesta mistura. Primeiro, pegamos o anel-ressuscita-tudo do Rick e coloca no caldeirão. Afinal, está dando defeito mesmo. Segundo, você pega a estaca-mata-tudo, joga no caldeirão e mistura bem. Qual o resultado? Você tem uma estaca-mata-tudo-indestrútivel. Mas ainda tínhamos um problema... o fato do Rick ser um humano fraco. Parou tudo, porque a bruxa maldita tem uma solução para isso também. Basta transformá-lo em um vampiro matador de vampiros, uma espécie de Mikael 2.0. Pronto! Deixe cozinhar por 30 minutos e temos toda a tensão que uma Season Finale deveria carregar.

Já falando sobre o lado romântico da história, prefiro começar pela vida da Caroline. Ela está saltitante, porque o seu amor, Tyler, retornou para a cidade sem o cordão híbrio umbilical. Mas quem não está nem um pouco feliz com isso, é o Klaus. Queria ter um pouco mais de Klauroline neste episódio, ainda mais sabendo que o Klaus pode não passar desta temporada. Por isso, eu queria cenas mais fofas com ele e o fato do Tyler ter chegado à sua cidade, é um problema. Porque ele está empatando tudo. Espero que ele morra, porque não aguento mais suas reclamações. E se o Klaus morrer, o Tyler morre. Então a Caroline fica sozinha. Pelo menos eu me conformaria. Nem um, nem outro... Vamos seguir em frente na próxima temporada.

Elena, como sempre, está se dividindo como uma célula com virose. Depois de dar uns amassos no Damon, percebeu que é vez de dar uma chance para o Stefan. Afinal, a Caroline mesmo disse "É a vez do Stefan". E assim foi. Elena o chamou para o baile e os dois dançaram, felizes por um pouco, enquanto ele afirmava que não queria saber se ela tinha dado uns pegas no irmão. É claro que a felicidade dura bem pouco nessa série e uma reviravolta cretina foi acionada. Humanos podem sair, vampiros não. Enfim, o importante é que eu senti um clima interessante entre a Meredith e o Damon. Será que eles podem dar certo juntos? Até porque, tenho quase certeza que o Rick não passa dessa temporada. E convenhamos que seria muito irônico essa troca de casais. Porque, na vida real, a interpreta da Meredith é casada com o interprete do Stefan. E a da Elena com o do Damon. Que salada!

Bem, eu estou preocupado com a Rebekah. Algo me diz que ela corre muito perigo nos próximos episódios. Será que ela escapa? Eu espero que sim. Não consigo engolir esses relacionamentos da Bonnie. Sempre parece ser uma coisa forçada. Porque ela simplesmente não consegue ser como a Caroline, que pode ficar com qualquer pessoa do elenco e ainda sim ter uma grande química? O importante é que a personagem, mais uma vez, fez merda. Tudo bem que ela estava sendo controlada pela Esther, mas mesmo assim. Foi super triste a despedida do Damon com o Rick, mas parece que ele terá mais tempo com o seu camarada. Será? Vamos acompanhar.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário