quinta-feira, 24 de maio de 2012

[Crítica] Grimm - 1x22: Woman In Black (Season Finale)


Precisa-se de transplante de coração. Interessados em doar um disquem: 0500 2012 0S2.

Review:
(Alerta de review absurdamente enorme, contém glúten spoilers)

O que foi essa finale?! Alguém ainda está vivo depois de ver esse episódio? Um dos melhores finais de temporada que eu já vi - e olhem que eu já vi muitos. Estou abasbacado (what?) com esse episódio. FOI SIMPLES E PURAMENTE PERFEITO.

Antes de falar do episódio em si, só queria destacar a ambiguidade do título, "Woman In Black" pode-se referir tanto a Mulher de Preto, como a Adalind e Juliette. Uma vez que a expressão "In Black" tem várias traduções podendo significar "sombria", servindo assim pra Adalind. E pode significar também "No escuro" no sentido de estar cega ou sem visão, nesse caso serve pra Juliette. #IAmProfessorPasqualeDoInglês

O episódio teve sua base em dois contos: aquele das moedas, o do 13° episódio e “A Bela Adormecida”. Pois é minha gente, tivemos a continuação de uma história, e ao mesmo tempo uma nova começando. E que começo! Mas eu falo disso mais pra frente.

Pro episódio ter garantido esse status de “nobre”, Adalind esteve de volta, mais mortal (literalmente falando) e fatal do que nunca. Quando ela apareceu no começo do episódio eu já pensei “Senta que lá vem bomba!” – não que eu estivesse vendo o episódio em pé, mas enfim – ela tem aquele jeito bitch que nós amamos odiar, ainda torço pra ela se converter e passar pro lado de Nick. Adorei ela ter voltado e espero que vejamos mais daquela cabeleira loira na próxima temporada.

Além dela, outro vilão importante apareceu: Akira Kimura. Sim, aquele japonês que descobrimos ser um dos responsáveis pela morte dos pais de Nick, ou pelo menos de um deles. Eu fiquei com o queixo no chão quando o personagem apareceu, eu juro que estava achando que esse plot só seria explorado na segunda temporada. Bang! Sambaram na minha cara com tamanco holandês. (“Bang”? Não é exatamente um barulho de samba, né?!) E como a série está com um feelings de The Vampire Diaries, esse personagem já está aparentemente morto. Assassinado por uma adaga. Vinda de…(Falo mais pra frente).

Bom, deixa eu explicar o que aconteceu no episódio que já foram cinco parágrafos, eu falei, falei, falei mais e não contei nada do que aconteceu no episódio.

Pra começar Adalind, por algum motivo, decide enfeitiçar/envenenar Juliette. Pra isso ela faz com que seu gato arranhe a veterinária. Claro, que quando a esposa do protagonista conta do arranhão pra ele, o Nick logo desconfia que tem algo de errado nisso tudo. E quer por que quer levar ela no médico. Juliette sem entender os reais motivos de ele querer levar ela no médico POR UM SIMPLES ARRANHÃO DE GATO (!) diz que só vai se ele contar o real motivo da preocupação dele. E ele conta.

Ele diz "Porque ela é uma bruxa!", eu pausei pra rir, eu sei que era um momento de tensão mas foi incontrolável. A não ser que você seja o Rúbeo Hagrid, você não pode chegar por aí dizendo que terceiros são bruxos. Mas enfim. Pra provar o que ele estava dizendo eles saem na chuva, direto pro trailer da Tia Marie, lá o protagonista explica toda a situação. E Juliette faz o que qualquer pessoa não-fã de Rick Riordan faria: foge. O que se passa na cabeça de Nick pra levar ela primeiro no trailer? Eu teria levado ela direto pra ter um choque ao ver o Monroe como blutbad, tudo teria sido bem mais fácil. Pena que na hora que ele tem essa ideia, ela desmaia.

Pra fechar esse plot, a Juliette já desmaiada e claramente envenenada ou enfeitiçada. O protagonista recorre a - finalmente - Rosalee! #TodosAmam a volta da personagem, que ficou sem aparecer por uns 3 episódios. E pra mim isso é muito! Voltando ao assunto central, o episódio termina com Juliette acordando possuída por alguma coisa, ou alguém - o quê Dona Clotilde diria sobre o assunto: "Satanás! É você, satanás?!" - e com Monroe e (DIVA!) Rosalee procurando a cura pro que quer a Juliette tenha. Cliffhanger in a season finale...ADORO!

Em meio a tudo isso acontecendo, Nick ainda teve que lidar com o provável assassino de seus pais matando a torto e a direito na sua cidade. Foi bom ter o caso ligado a história, e a história ligada ao enredo central. Desenvolvimento total da temporada num episódio só, não é empresa de fast-food, mas eu amo muito tudo isso.

Akira estava atrás das moedas depois de atacar Renard, e dar uma surra merecida no Capitão, e de vasculhar toda a casa de Hank, o bandido vai pra casa do Grimm. Onde o protagonista já estava a sua espera com uma besta com um dardo envenenado, que aliás ele erra. Mas precisávamos daquela cena de luta pra mostrar quão foda – posso usar o termo só dessa vez? (em finale, eu sei que pode) – é o protagonista. Esquerda, direita, gancho, bloqueio (nem sei se foi isso, mas enfim). Foi uma das melhores sequências da série.

No meio da luta surge quem? A mulher de preto, que com uma "adagada" (oi?) mata Kimura. Perfeita a sequência e ainda terminou em morte seguida de revelação bombástica. (Não falei que estava com uma vibe The Vampire Diaries?) Quem roteirizou esse episódio foi Kevin Williamson, só pode ser.

Durante todo o episódio vemos essa mulher de preto misteriosa, seguindo os passos de Akira. Na hora que ela pegou a foto de Nick, eu juro que sorri e falei “É a mãe dele!” em voz alta - acordando o bairro todo - mas mesmo assim, na hora que ela fala “Nicky, sou eu” e ele fala “Mãe?” eu fiquei surpreso. Foi bem uma vibe Star Wars. Amo. #SemMais

Sério, eu fique in love por essa finale, revi pelo menos 3 vezes já. Me julguem, sim eu gosto de ver um episódio mais de uma vez, principalmente se ele foi bom. Desculpa aí mundo. Não sei como vou aguentar até Setembro sem Grimm. Foram tantos ganchos, tantas perguntas. Que venha a Segunda Temporada!

P.S.
Mal acredito que já estou escrevendo a finale de Grimm, parece que foi ontem que me "inscrevi" pro blog (passando por vários testes dificílimos (Analfabetismo manda um beijo) super difíceis) e fui aceito, assim o Nefferson me passou a série, e desde então eu fui só sendo escravizado pegando mais séries. E vocês foram sempre ótimos: me lembrando de reviews esquecidas, não me processando pelas minhas opiniões polêmicas, rindo das minhas piadas ruins etc. Obrigado mesmo gente! Nos vemos em Setembro pra Segunda Temporada!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
8 Comentários

Comentário(s)

8 comentários:

  1. Eu também percebi que era mãe do Nick, aí toda vez que ela aparecia eu pensava: "é a mãe do Nick, é a mãe do Nick, vai acabar com ele sabendo..."
    Eu também vou rever esse episódio até setembro - porque eu em meados de junho só UMA série (True Blood) que assisto vai estar "a ativa".
    E também eu nem tive/tenho tempo pra rever o episódios
    E pra quem pensava que Grimm seria uma série horrível...



    P.S: Minha personagem favorita é a Adalind '-'

    ResponderExcluir
  2. Desculpa Ricardo mas fiquei com preguiça de ler a review inteira mas deve ter ficado muito boa como sempre.Essa season finale foi ótima principalmente por causa da adelind e do ótimo chliffanger(acho que se escreve assim)

    ResponderExcluir
  3. Bom, o meu favorito continua sendo o Monroe, mesmo com a evolução de alguns personagens cones... Bom, é isso,o final foi show e que venha a segunda temporada!

    ResponderExcluir
  4. Finale mais que maravilhosa,raxei de rir com o ps que vc escreveu(li a review inteira) as vezes escrevo errado tbm isso acontece,fiquei chocada em saber que a mulher de preto era a mãe dele nem desconfiava apenas achava que ela conhecia o Nick,espero que o que quer que tenha acontecido com a Juliette(foi vingança da Hexibest pelo que o grimm fez) possa ser revertido,vibrei com a volta da Rosalee até que enfim ela deu o ar de sua graça(pra mim 3 eps é muito),tbm torço pra que a Adalind se torne do bem quanto mais aliados melhor,esperar até setembro é um martirio.Até a seasons 2.

    ResponderExcluir
  5. Que finale foi essa ? Conconrdo com tudo ! Nossa hora que ela pegou a foto do Nick ! E ricardo cade as criticas 2x20 e 2x21 de Glee ?

    ResponderExcluir
  6. Concordo a season finale foi fodástica. Tb espero que a Adalind passe p/ o lado de Nick. Ótima review. Meu personagem predileto é o Monroe.

    ResponderExcluir
  7. Achei muito, muito, muito clichê a mãe do Nick resurgir do nada. Melodrama desnecessário.

    ResponderExcluir
  8. Nossa depois de um ano eu estou aqui comentando esta season finale hiper mega atrasado e ainda nem li a punhalada mas em fim
    que episodio foi esse meu Deus tudo na hora que Nick fala a verdade para Juliette eu fiquei de boca aberta para min ela não iria saber daquele jeito, e ainda bem que a Rosale "voltou" (pra mim 3 eps é muito, amei a sequencia de luta e mesmo com este clichê (de mãe e filhos que se encontram depois de muito tempo)eu ainda gostei não imaginava que ela era mãe de Nick

    P.S eu sempre soube que esta serie seria ótima só comentei uma vez no seundo episodio para saber aonde assista e quando o Nefferson disse que não iria mais critica a serie quase comecei a chorar mas graças a Deus que Ricardo chegou para salvar minha vida.
    Não vejo a hora de chegar setembro vejo vocês na season finale.

    ResponderExcluir