terça-feira, 8 de maio de 2012

[Crítica] Awake - 1x09: Game Day


Transar sem camisinha e engravidar, dormir com a esposa e acordar com o filho, incendiar uma estabelecimento com uma pessoa dentro...Quem nunca teve vontade?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Depois de dois episódios, a série voltou a me agradar. Amém! Eu já estava começando a pensar que transformariam a série em uma versão de Alcatraz. E como todos que acompanharam minhas críticas viram que eu não gostava muito dessa série. Essa semana o plot andou novamente - a nação agradece - ou melhor dizendo, desandou, mas eu falo disso mais pra frente. Como se não bastasse, os nossos queridos psicólogos voltaram pena que com participações menos significativas, só duas frases de cada um no episódio, pode isso? Mas enfim, o importante é que o episódio foi bom mesmo assim. 

Nesse episódio tivemos um foco maior na premissa que a série está tentando passar desde seu começo, como pequenos detalhes diferenciam uma realidade da outra. Essa semana vimos isso na final de um jogo de...alguma coisa. Na realidade vermelha, onde tudo dá certo, o time de Los Angeles venceu. Na realidade azul, onde tudo dá errado, o time de Los Angeles perdeu. A vitória e a derrota foram por questões de segundos, mostrando com ênfase como pequenos detalhes podem mudar TUDO.

realidade azul ganhou destaque novamente, e até que eu gostei do Rex nesse episódio, quem diria? Deve ter sido o fato de ele não estar sendo devasso com o pai mais uma vez por pura "frescurite aguda" - sim, peguei a expressão emprestada da minha avó, me julgue, pelo menos eu ainda tenho vó. E como tinha ficado evidente nos episódios passados, Emma e Rex andaram se pegando e fazendo o tchá tchá tchá tchá tchá. Ver a aproximação de pai e filho foi ótimo: Michael além de ter identificado o problema de seu filho, ainda foi compreensível e como se não bastasse ainda o ajudou ensinando como identificar se uma pessoa está mentindo, no caso essa pessoa seria Emma. Seguindo as técnicas de seu pai, Rex descobre a verdade que Emma estava escondendo, e que verdade!

Ela estava grávida! Sim, eu disse ESTAVA, já que ela perdeu o bebê na realidade azul, porque tudo nesse paralelo é uma droga. Quando um(a) adolescente perde a virgindade, não se espera que ele(a) tenha uma camisinha no bolso - como uns e outros - então pode-se deduzir que uma primeira vez, talvez a segunda, até a terceira vez quem sabe, seja sem camisinha. Não estou dizendo que é certo, apenas que a gravidez de Emma é totalmente verossímil, ao contrário do que eu li por aí. 

A derrota e a vitória do time em cada realidade gerou crimes diferentes: 

Em um paralelo, temos um caso envolvendo um incêndio criminoso para obter dinheiro do seguro para o pagamento de dívidas de jogo. Eu conheço um jeito ótimo pra pagar dívidas: chama-se trabalho. É realmente bom, é assim na maioria das vezes: você faz uma coisa que você não gosta, recebe uma mixaria (cof cof cof salário minimo) e gasta todo seu dinheiro pagando essa dívida, até sua família começar a passar fome, então você vai e vende uma das suas 365 filhas...Opa! Me empolguei! Desculpa gente. Onde eu estava? Ah sim! Agora, vamos admitir que o caso em si além de ser clichê ainda teve uma solução mais clichê ainda. Alguém não tinha percebido que a esposa do tal apostador era a incendiária?

Já no outro, temos um caso de assassinato envolvendo um torcedor que estava assistindo ao tal jogo. Como sempre esse caso só foi solucionado por causa de observações de Michael na outra realidade. Será que essas conexões entre os casos de cada "sonho" é pista pra alguma coisa? Uma espécie de indicativo? Assim como o primeiro, esse caso foi outro clichê, a única coisa que me surpreendeu foi o fato do irmão ser o assassino. Eu li por aí dizendo que isso estava óbvio, eu não vi nada de óbvio nisso. Mas eu sou burro mesmo, então.

Agora, ainda fico pasmo com a capacidade dos roteiristas de deixar detalhes subentendidos por todo lado no episódio. Vocês notaram, por exemplo, que as técnicas que o protagonista ensinou pro filho foram extremamente necessárias pros casos? Já que os criminosos eram um tanto quanto mentirosos?

Além disso, muitos ficaram reclamando pelo fato de não ter tido os psicólogos falando sobre o fato da Emma ter continuado grávida na realidade vermelha, detalhe que aparentemente vai impedir a mudança de Hannah e Michael. Pra mim os roteiristas fizeram isso de propósito, eles queria induzir a gente a entender esse ocorrido. Ao invés de colocarem os psicólogos falando, nós temos que interpretar o que aconteceu, e qualquer um que prestou atenção nos diálogos desde o começo pode fazer.

Eu consigo ver o Dr.Lee falando "Incrível, seu subconsciente estava em busca de um empecilho para a sua mudança e usando as informações que já tinha, ele...como posso dizer? Juntou as peças do quebra-cabeça e através do sonho trouxe à tona, pra que assim você enxergasse algo que já sabia" 

E a Dra.Evans dizendo "Fascinante, é fantástico o jeito que se cérebro trabalha, Michael, é você usou o fato de que Emma perdeu o bebê aqui na vida real, e sonhou com ela ainda grávida, solucionando dois problemas de uma vez: a falta que seu filho faz no sonho e impediu a mudança...Você não acha suspeito o modo como no seu sonho tudo dá extremamente certo? Isso não é uma prova mais que evidente de qual realidade é o sonho?"

P.S.
Alerta de review super longa, gente!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
8 Comentários

Comentário(s)

8 comentários:

  1. Esse episódio não é tãao bom, o10 é melhor.
    Maaaaas, quantos anos tem o Rex? Sério, ele parece ser novo demais para afogar o ganso... Mas, acho que ele tem uns 18 anos na série, ai td bem '-'

    ResponderExcluir
  2. Como ele ainda está no Ensino Médio,pressuponha-se que ele tem no máximo 18 anos.

    ResponderExcluir
  3. O ator tem 15 anos! Na série nao sei, mas até a Bruna surfistinha afogo o ganso com 14 anos, ele quase ganhou dela entao! -qq

    ResponderExcluir
  4. Nossa,ele tem a minha idade?kkk,ele parece bem mais velho q eu...

    ResponderExcluir
  5. Repararam que as cores das diverentes realidades alternaram?
    E que o protagonista ia mudar-se na realidade realidade vermelha, e esse assunto foi abordado com o parceiro da realidade azul. Isto é demasiado bom!

    ResponderExcluir
  6. Mas as realidades são vermelha e verde! Observa que ele usa as pulseirinhas Vermelha e Verde. Agora para diferenciar uma realidade da outra eles colocaram a realidade Vermelha com tons quentes, e a Verde com tons frios.

    ResponderExcluir
  7. Caramba acabei de assistir Awake 1x9 e com certeza esse foi o melhor episódio, que assisti ate agora de toda a série super emocionante. Superou ate a do Serial Killer, que achei q fosse ele no Futuro, por isso tava indo pra Portland. Esse episódio com certeza me deixou ligada na série novamente.

    ResponderExcluir
  8. A série foi oficialmente cancelada! Uma pena, sendo que a série poderia evoluir e se tornar muito boa.

    ResponderExcluir