sábado, 5 de maio de 2012

[Crítica] 2 Broke Girls - 1x22: And the Big Buttercream Breakthrough


Ou, F.U.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Bom é ver que depois de uma decepção Max e Caroline voltaram com força total. Semana boa, história boa, revendo antigos personagens que não saíram da série pra fazer cosplay do Johnny Cash casal do ano, e até uma dose maliciosa e ironicamente romântica. Preciso dizer que eu adorei e quero mais? Vamos que vamos, que os reiters gona reite, mas todo mundo sabe qual é a melhor sitcon do momento.

Max e Caroline, após uma decepção milionária ao perder na loteria, decidem se recusar a fazer um trabalho com Sophie para espalhar seus cartõezinhos de cupcakes por aí como se fossem herpes. Quando isso dá errado, Caroline pede um emprego para Peach , que acaba indo por água abaixo quando o metrô se atrasa e os cupcakes feitos de creme de manteiga derretem.

Porque alegria de pobre, além de durar pouco, é uma miragem. Tudo dá errado pra elas, gente. Há quanto tempo não ganham dinheiro para aquele fundo dos cupcakes, mesmo? E eu até pensei que a cena da loteria do começo daria em alguma coisa, mesmo que fosse acertar dois números e ganhar quinze dólares. Sabe como é né, Season Finale batendo na porta, a história fica frenética.

Uma das melhores coisas do episódio sem duvidas foi o retorno da Peach. Os coadjuvantes do episódio não foram engraçados, não chamavam atenção nem nada, e ela tapou esse enorme buraco. Voltou mais cínica, sinistra e fútil, como se todo esse tempo fora da série tivesse sido uma recarga de energia. Que piada foi aquela sobre o Rio? E aquela sobre ela odiar a amiga e por isso querer que ela a ame? E aquela sobre o sobrenome da Max ser Afro-Americana porque ela é uma pessoa desprovida de preconceitos? Fiquei definitivamente morto.

Uma pena que, de acordo com o final, parece que foi o ultimo episódio dela. Porque, depois da confusãozinha necessária do terceiro ato, Max não trabalha mais com a Peach. E foi por opção dela. Ah, que isso gente? Eu quero mais da Peach, podiam até fazê-la ter cenas com o Earl pra um diálogo fútil + afro americano. Mas isso é apenas uma hipótese. Ela pode muito bem ficar pobre e se tornar a vizinha da Max e da Caroline, Just saying...

Vale ressaltar também as cenas da Sophie e do Oleg. Melhor casal ever! Ficaram discutindo sobre o sexo ser bom pra ele e não ser bom pra ela, até que ela teve que fazer sexo com ele pra provar que o sexo não era tão bom e descobrir que o sexo era bom, mas não era porque era sexo com amor. Mas claro gente, dá até pra acreditar na Sophie. Ela só foi ao restaurante porque queria sua linguiça de sempre, não é culpa dela que ela já tinha nascido pronta. Afinal, não dá pra pronunciar prazer sexual sem Oleg. Ou, F.U.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Simplesmente engraçado!
    As cenas da Sophie e do Oleg são simplesmente hilárias!
    Sem contar que no próximo episódio teremos: Johnny, Martin Channing, Martha Stewart e o Cheeeeeeeeeeeeeeeeeeestnut! E será de UMA HORA! OMG!

    ResponderExcluir