Especial

Foto:

[Crítica] Smash - 1x08: The Coup


O musical não torna seus sonhos realidade. Ele os destrói.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Bem que a mãe da Ivy tentou avisá-la. Esse mundo de espetáculos é um mundo cruel, que pode fazer pó dos seus maiores sonhos, do dia para noite. Em um episódio, ela é o centro das atenções, está super feliz e com o papel de protagonista garantido em um musical de sucesso; No outro, ela é uma zé ninguém, completamente descartável e que pode ser facilmente substituída. Ivy who? Depois de ser substituída por uma estrela de verdade, quem irá se lembrar de todo o trabalho pesado que ela teve ensaiando para ser a Marilyn? Do que adiantou ela se esforçar tanto, se foi tudo em vão? Eta mundinho ingrato este dos grandes espetáculos.

Bem, esta semana, os olhares se voltaram para a Karen, finalmente. Mas, só de assistir a promo, já dava para perceber que não ia dar em nada. Muito pelo contrário, já dava para notar que o resultado seria completamente negativo. Mas, também... Vocês viram aquele número? Totalmente diferente da proposta original do Tom. Tinha um apelo sexy/vulgar e a música animada e moderna, basicamente eletrônica, pouco se encaixava com as músicas doces e clássicas compostas pelo Tom. Não foi de se admirar que todos ficaram chocados ao final da apresentação. Foi uma coisa de louco. Se a proposta era mostrar para eles que deviam fazer algo diferente, mas mantendo o espírito da coisa, eles erraram feio.

Eu até entendi a proposta que o Derek quis passar. Está tudo muito perfeitinho, como se a Marilyn fosse da deusa da alegria na face da Terra. Tudo muito bonitinho, perfeitinho e gayzinho, como acusa o próprio Derek. Não tem a pegada sofrida e o fundo de verdade sobre a vida da Marilyn. Ela era infeliz, drogada e suicida. Acho uma boa idéia deixar o projeto mais obscuro, com músicas mais adultos e uns números mais sensuais. Se bem que, acrescentar estes elementos, desconstruiria completamente tudo o que Julia e Tom escreveram, porque simplesmente não combina. Mesmo assim, é necessário achar um meio termo. Gostei muito da discussão entre o Derek e o Tom, aprofundou os personagens e descobrimos mais sobre o motivo do Tom odiar tanto o Derek. E, devo dizer, ele tem toda razão.

Esta semana marcou a volta do marido da Eileen. Pena que ela não tacou um drink na cara dele, eu senti falta disso. Logo agora que ela anda bebendo os melhores martinis por apenas sete dólares (quero um também, por favor). E temos que destacar a aparição de sua filha, que brotou lá do inferno país distante, só porque o pai dela, para irritá-la, acrescentou três milhões em sua conta. Ai, gente, como esse homem é ingrato. Como ele pode colocar dinheiro na conta dos outros sem pedir? Mas, se a menina quisesse, ela poderia colocar este fardo na minha conta, porque, apesar de ficar extremamente chateado, eu não iria falar nada e nem brigar com ninguém. Além disso, eu correria para ficar chateado lá em Paris.

Bem, eu tenho que separar um parágrafo para falar sobre o Ellis. Que personagem maravilhoso! Tá, isso é uma puta mentira. Eu o detesto com todas as minhas forças. É uma vadiazinha barraqueira e fofoqueira. Usa das mesmas técnicas que as grandes vilãs mexicanas, é tão cobra e falsa quanto uma cascavél. Não entendo como ele pode ser hétero, porque do jeito que ele joga sujo, só poderia ser fã da Lady Gaga (Ei, little monsters, é brincadeira, ta? Não me xinguem, por favor). Enfim, simplesmente detestei tudo o que ele fez esta semana. E ainda apareceu no fim da apresentação da Karen, dando ordens em todos.

Eu não entendo como ninguém ainda não deu na cara dele e o tirou de vez dessa produção. Pior ainda foi vê-lo falando que o Tom, aquele que lhe deu um emprego, em primeiro lugar, era lixo. Ai, eu só ainda dei uma de Samara às avessas e entrei na tela do computador para dar na cara dele, porque eu espero que ele afunde muito feio até o final da temporada. E, Jesus, espero que ele não esteja confirmado na segunda temporada, porque senão, todos nós correremos para cortar os pulsos. Bem, dentre outras coisas que devem ser comentadas, o Derek não é ruim de cama, gente! A Ivy mentiu. Até porque, ela experimentou novamente. Quem achou digno? Eu estou em dúvida. OBS: E o casinho da Julia? Acabou de vez?
Comentário(s)
1 Comentário(s)

Um comentário:

  1. Ellis é bitch-mór. Fofoqueiro, falso e encrenqueiro.

    ResponderExcluir