segunda-feira, 9 de abril de 2012

[Crítica] Ringer - 1x20: If You're Just an Evil Bitch Then Get Over It


Alguém ainda tem dúvidas sobre de quem é o posto de bitch-mór da série?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Faltando apenas dois episódios para terminar a primeira temporada (e, definitivamente, a série), aposto que todos vocês estão ficando desconsolados e descontrolados pelo final. Eu já pensei nas milhares de possibilidades e espero muito, espero muito mesmo, que não fiquemos decepcionados. Eu ainda não consegui engolir o fato da Bridget ainda não ter descoberto que a Siobhan está viva. Pelo amor de Deus, né? A mulher está esfregando a presença em sua cara e a lerda da Bridget nem sequer considera a possibilidade da irmã está viva. Se bem que não é uma coisa muito fácil de se imaginar, mas convenhamos que todas as pistas estão jogadas ao redor dela. Por diversas vezes, ela foi acusada de estar em mais de um lugar ao mesmo tempo e diversas outras coisas.

E parece que não teremos essa revelação na próxima semana, já que não teremos o destaque no drama das irmãs gêmeas, e sim, no drama da psicótica assassina da Catherine. Tudo bem que ela é uma piranha evil, mas temos que considerar o crescimento da personagem. Ela entrou como quem não queria nada, manipulou meio elenco para dar um golpe brilhante, caiu do cavalo, fingiu que iria se matar e voltou a aprontar loucamente. Só no golpe que ela deu no Andrew, ela conseguiu superar a Siobhan. Ainda mais depois que descobrimos as motivações da Shib. Sinceramente, eu esperava muito mais dela. Pensei que as reviravoltas cretinas partiriam dela e que ela seria a evil bitch no final de tudo, mas a personagem parece que estacionou desde que aquela barriga cresceu do nada, como se fosse um feto de alien.

Mas, eu já vi a promo do próximo episódio, e temos algumas previsões para fazer. Primeiro, que é óbvio que o episódio deverá fechar este arco da evil bitch (aka Catherine). E dá para ver que ela não terá saída e todos nós sabemos que a Bridget não irá morrer, então eu espero por algo surpreendente, algo como a Shiv salvou a própria irmã, afinal, só ela pode matá-la. E isso nos leva ao último episódio da temporada, que deverá centrar nas duas irmãs e todo o caso com o Bodaway. Bem, eu já disse antes e tenho que repetir, eu não quero que a série termine com a Bridge descobrindo sobre a irmã e o Andrew descobrindo sobre ela. Se isso acontecer, e eu tenho razões para crer que este final é muito possível, eu ficarei loko-da-pussy e virei expressar toda minha raiva neste blog.

Bem, agora centrando no episódio desta semana, tenho que reconhecer que foi muito, muito melhor que o de semana passado. Engraçado que a promo deste episódio foi super sem graça e escondeu completamente o que iria acontecer. Se bem que temos um erro terrível por parte do roteiro. Ele entregou a reviravolta no episódio passado, para formar um gancho cretino. Todos nós sabíamos que a Catherine era a mandante dos atentados contra Siobhan, mas, mesmo assim, a promo do episódio insistiu em perguntar "Quem está querendo matá-la?". Pensei que viria mais uma reviravolta cretina, mas não teria como mudar o que vimos. Catherine é mesmo a vadia-mór e é tão psicótica que acha que, matando a Shiv, ela terá sua família de volta. Os flashbacks juntando as cenas, no melhor estilo Jogos Mortais, no final, foi legal. Mas não teve o impacto necessário, porque já sabíamos da revelação há séculos.

E que jogada cretina foi aquela de cortar os pulsos? Achei muito lindo quando a Juliet foi até a clínica e a bitch achou que a filhinha iria morrer de pena dela, mas, o que recebeu no lugar, foi uma bela sambada na fuça. Ponto para a Juliet! Pena que ela ouviu uns papos errados de uma psicóloga e teve que voltar atrás, ficando com pena da cobra fingida e convencendo seu pai a deixá-la entrar em sua casa (corra para as colinas, Bidget!). Ah, eu quero destacar que a Juliet estava excepcionalmente bonita este episódio. A garota já é bonita, mas esta semana, ela estava deslumbrante.

De resto, só temos o núcleo passivo da verdadeira Shiv, que perdeu totalmente o espaço dentro da trama. Sua vida se resumiu ao Henry, que é um dos personagens mais parados e sem graça da série. Para aqueles que também apostaram que ela estava por trás da reviravolta do ex-sogro do Henry, cara na poeira. Ela não só não estava por trás, como também fez uma burrice tentando salvar o próprio amor. Parece que o suborno nem sempre dá certo! E o pior, acaba complicando a vida da nossa querida usurpadora. Enfim, todo esse núcleo está uma porcaria. Seria ideal que os dois fugissem para longe e nunca mais voltassem. Também não consigo engolir o Henry tendo consciência paterna a essa altura do campeonato! Bem, queridos, vamos ver o que o penúltimo episódio nos reserva. Sinto que será épico!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Catherine é muito louca

    ResponderExcluir
  2. a Catherine é mesmo louca,se ela pensa que com isso vai ter a familia de volta está totalmente errada ainda mais que o Andrew e a Juliette vão chegar bem na hora,espero que ela seja internada e nunca mais saia de lá.Já vi a promo do episódio 22,e o Bodaway vai encontrar a Bridg,espero que a Shiv salve a irmã.

    ResponderExcluir