sexta-feira, 20 de abril de 2012

[Crítica] New Girl - 1x20: Normal


Eu quero a cor da letra desse blog igual a Beyoncé.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Sim, vocês me ouviram. Eu quero a cor da letra desse blog igual a Beyoncé. Nem clara, nem escura. Bem, não sei se vocês repararam, mas isso é bem verdade. E claro, tive que começar a crítica deste jeito, afinal, esta foi uma das frases mais engraçadas deste episódio. E eu sei que estou completamente atrasado, porque o episódio 21já até saiu para download. Mas, para falar a verdade, eu realmente esqueci que tinha saído episódio novo semana passada. E eu não quero fazer uma crítica dupla, então farei essa, todas as outras desta semana, e criticarei o episódio seguinte. Pode ser assim? Eu espero que todos tenham afirmado com a cabeça.

Enfim, pra mim, New Girl continua bastante regular. Não tivemos o mais engraçado dos episódios, mas confesso que também não foi ruim. Acontece que eu tenho ficado com preguiça de criticar esta série. Não tenho o mesmo interesse de quando comecei, porque acompanho muitas, então estas mais aleatórias vão sendo deixadas de lado. Vou tentar aguentar até a Season Finale e procurar outra pessoa para criticar. Para falar a verdade, você aí, leitor, que acha que pode dar conta do recado, pode me mandar um e-mail. Bem, vamos deixar isso para o final.

Uma das partes mais legais do episódio, é que tivemos o retorno do fancyman. Parece que o namoro dele com a Jess é realmente sério e, diferente do Paul, deve durar bem mais. Quem sabe ele não se torne um personagem fixo, certo? Pelo menos ele tem um certo carisma, para um personagem que não mostrou quase nada de si mesmo. Ele não tem um bordão, ele não tem um trejeito engraçado. Nada que o destaque. É apenas normal! Mas consegue dar de 10x0 na sem graça da Julia. Bem, mas para os que gostam dele, eu devo dizer que é melhor começar a praticar o desapego, afinal, em sitcons, os personagens secundários nunca duram muito. Até quando vocês acham que este chega?

Achei super interessante este joguinho dele. O chão é lava! Ah, mentira! Eu costumava jogar algo parecido, mas sem a parte da bebida, é claro. Quem nunca fingiu que o chão era lava, não sabe o que é ser uma criança com imaginação. E, claro, se combinarmos isso ao fato de bebermos todas... Acabei ficando cheio de vontade de jogar com os meus amigos. Só não entendi as regras direito e duvido que eles voltem a brincar disso nesta temporada e, quem sabe, em qualquer outro momento da série.

E parece que este não é o único jogo para o Sdmicht. Na verdade, ele parece gostar muito de um joguinho sexual com a Cece. Really? Pegar a bandeira? Achei interessante! Vocês já brincaram disso? Ah, não falem! Por favor! Nem quero ouvir sobre a experiência de vocês. Afinal, se tem uma coisa que eu sei, é que todos podem nos surpreender e, nem sempre, é de uma forma positiva. Enfim, eu adorei o momento em que a Cece passou cheia de moral do meio do jogo e chamou o Sdmicht para a cama. Quem não iria, não é verdade? Mulheres, essa pergunta não foi para vocês.

Também foi legal acompanhar o Winston (nem acredito que estou dizendo isso). Ele com o seu novo emprego e a conclusão de seu trabalho como babá. Sinceramente, eu já cansei de falar que odeio crianças (pelo menos as que aparecem nas séries de TV), mas eu realmente gostava daquele moleque. Tanto que ele foi o responsável pela evolução do Winston. Espero que apareça mais alguma vez, apesar deu saber que nunca mais dará as caras. Pelo menos eles tiveram uma conclusão digna! E será que o Winston dará certo no novo emprego? Só vendo para saber. Pelo menos ele conquistou o respeito do seu chefe, que acabou tomando o milkshake das bolas do Winston. E isso mesmo produção?

Ah, não podemos esquecer...
Quem quiser começar a fazer as críticas semanais de New Girl, basta me mandar um e-mail, criticando este episódio ou o próximo. nefferson_2@hotmail.com
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário