segunda-feira, 30 de abril de 2012

[Crítica] Game of Thrones - 2x04: Garden of Bones


Todos querem sentar naquele trono estiloso. Todos.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Morri com este episódio, hein? Gente, o que foi isso? Aconteceram tantas coisas emocionantes. E ainda tivemos um final bombante e sobrenatural. Sinceramente, estou em êxtase, instigado e doido para assistir o próximo. É claro que eu também estou envergonhado pelo atraso das críticas, mas isto é uma coisa que já está sendo ajeitada. Afinal, não faltam muitas críticas pendentes agora e vocês foram ótimos e pacientes. E, por vocês, estou em maratona frenética para manter tudo em ordem neste mundo até o final do feriado. Como eu já disse, estamos quase lá, então vamos comemorar e comentar sobre mais um episódio excelente de Game of Thrones.

Primeiro eu vou começar por ela, minha preciosa Kalishi (ou Danny, como vocês gostam de chamar). Fiquei chateado por ela não ter dado as caras no episódio passado, então me surpreendi ao ver que ela finalmente saiu do meio do nada. Sim, agora ela está em uma cidade... no meio do nada. Esta cidade, que recebe apenas alguns, original o nome do episódio, Garden of Bones (Jardim de Ossos), porque todos os que os treze fecham os portões, morrem nos arredores da cidade. Tenso, né? O importante é que a Danny conseguiu entrar. É claro que ela teve que implorar, ameaçar e dar umas piruetas no ar. Mas, mesmo assim, ela e o seu povo conseguiram... Graças a um dos treze. Todos agradecem!

Arya, que já estava em uma situação ruim antes, está sentindo o sabor do pão que o diabo amassou. Ela levou até uma espécie de campo de concentração de prisioneiros, onde os prisioneiros são torturados e mortos. Além disso, as condições de vida são precárias e os prisioneiros dormem no chão, na chuva. Além disso, ouvir um rato rasgando a barriga de alguém e, ter consciência de que no dia seguinte pode ser você, não é fácil para ninguém. Mesmo assim, nova princesa guerreira rebelde permaneceu quieta... Até que o chefão chegou e disse a coisa mais simples "Ela é menina, porra.". Até que enfim está óbvio para mais alguém. E, pelo menos, a Arya foi tirada daquele lugar para servir de escrava em um trabalho mais humano.

E não está fácil para ninguém, nem para a Sonsa... quer dizer, SANSA. Depois do Robb ter atacado um povo dos Lannisters, Joffrey ficou putinho e impotente porque estava perdendo seus homens e tentou descontar na Sansa. Ela levou uma boas porradas, mas creio que deveria ter apanhado mais. Eu até fiquei com pena e acho que este é o melhor caminho para eu começar a gostar da personagem. O caminho do sofrimento. Convenhamos que foi uma humilhação ele querendo vê-la sendo torturada nua na frente de todo aquele povo. Ainda bem que o Tyrion chegou no momento certo, tirando toda a moral do pequeno rei. Sabe, é engraçado ver o Joffrey falando "Eu sou o rei, posso fazer o que quiser", e simplesmente ninguém o obedece. Espero que ele fique com a cara na poeira muitas mais vezes.

E, já que estamos falando nele, eu devo dizer que ele é um verdadeiro psicopata. Eu até pensei que ele só tivesse sede de poder, mas não é isso. O Tyrion até tentou oferecer umas prostitutas para ele, para que o menino começasse a pensar com a cabeça de baixo. Deu certo? Claro que não. Ele nem deixou as prostitutas tocarem nele. Muito pelo contrário. Ele pediu para elas se tocarem e, logo em seguida, tapas... chicoteadas... e coisas muito mais violentas. Vocês viram que ele tem prazer em ver o sofrimento dos outros. Eu espero que ele morra de uma forma tão feia que eu mal conseguia olhar para a tela. Estão todos com este mesmo pensamento? Por favor.

Tyrion continua sendo o melhor personagem, disparado. É impressionante como, a cada semana, ele vai expandindo sua rede de intrigas para saber em quem confiar, mudando a lealdade das pessoas e formando o seu próprio jogo. Esta semana ele descobriu que a rainha estava dando para o garoto-do-vinho e ganhou mais um aliado (ganhou a força, mas ganhou). E essa rainha, gente? Será que essa mulher não consegue fechar as pernas? Não é possível. E, por falar nela, devia estar dando para qualquer outro do reino, porque não deu as caras neste episódio. E, considerando que sexo é o que ela mais faz, não consigo imaginar ela fazendo outra coisa.

Outro que também não apareceu, foi o John Snow. E, dentre outras coisas que merecem ser comentadas, temos a devolução do corpo do marido da Cat. O velho-dedo-duro será libertado. A relação tensa entre o Lannister que gosta da Cat com a própria. E uma série de outras coisas que eu esqueci. Mas, é claro que não pode deixar de comentar o grande final do episódio, que foi chocante. A Vadia Feiticeira Vermelha deu a luz a uma espécie de demônio. Gente, que cena louca foi aquela? Eu fiquei chocado, vocês também ficaram? Espero que eles expliquem isso, porque eu estou até agora boiando sobre aqueles seres sobrenaturais na floresta que apareceram na primeira cena da primeira temporada. Enfim, partiu pro próximo?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Não querendo ser chato, mas vou ter que corrigir algumas coisas:
    -É Jon, não John ;)
    -O Nome da cidade em que a Dany se instalou é Qarth
    -"Até que o chefão chegou" não sei se você percebeu, mas ele é o Tywin Lannister, pai do Tyrion, Jaime e Carsei
    -O que a Feiticeira Vermelha, Melisandre, deu a Luz, não é um demonio, e sim uma sombra, que serve ao Senhor da Luz, pois sem a luz não existem as sombras
    Mas é claro que todos se confundem, e eu acho até que você entende tudo muito bem, mesmo sem ler os livros!

    E falando sobre "aqueles seres sobrenaturais na floresta que apareceram na primeira cena da primeira temporada" são os Outros, ISSO NÃO É SPOILER!, que todo mundo diz que são mitos, você deve ter visto a Velha Ama do Leite contando as histórias pro Bran, mas, como foi visto, eles são reais, e não são vistos desde a Longa Noite, que foi a muito tempo (se não me engano), e é como se estivessem "retornando", mas nessa temporada nem vai aparecer que eu me lembre, vai aparecer na 3ª e na 4ª temp. que adaptarão o 3º livro

    ResponderExcluir
  2. Joffrey tem que morrer com uma estaca enfiada no cú

    ResponderExcluir
  3. Você falou que o littlefinger é uma lannister mas ele não é, não me lembro a casa dele, mas com certeza não é um lannister

    ResponderExcluir
  4. Fiquei com muita pena de SANSA sério.. e com mais pena ainda da prostituta que tava levando surra. coitada! Eles tem que tirar o pinto do Joffrey e deixar ele sangrando até a morte vei...

    ResponderExcluir