sábado, 21 de abril de 2012

[Crítica] 2 Broke Girls - 1x21: And the Messy Purse Smackdown

 

Olha só Max, agora estamos dentro da sua bolsa.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Gente, o que diabos aconteceu com a série? Eu fui ver o episódio pensando que ia capotar três vezes e perder o filho de tanto rir, mas a única coisa que fiz foi ficar olhando pra tela. Isso não é normal, até nos episódios mais fracos eu consigo rir, mas dessa vez, parece que a coisa ficou feia. Eu até entendo, uma sitcon não pode ser inteiramente engraçada, mas... É triste, né?

Pois bem, vamos a sinopse do episódio. Essa semana Caroline se ofereceu para gerenciar os impostos de renda de Earl, mas era Max quem mais precisava de ajuda. Ela não fazia isso há anos – por ser uma broke girl experiente – e percebeu que já estava na hora de fazer a coisa certa.

Sim, é apenas isso. A sinopse é sempre pequena – porque os episódios são sempre pequenos -, mas sempre abriam espaço pra mais coisas e piadas inteligentes. Dessa vez, a sinopse praticamente foi o episódio inteiro. Na maior parte do tempo Max e Caroline ficavam no apartamento ou na lanchonete, soltando piadas que muitas vezes nem faziam sentido. Afinal, o que a Max quis dizer com aquela piada do CD? Que era a favor da pirataria porque produtos originais cobram muito imposto?

Também não havia nenhum coadjuvante divo para nos dar risos gratuitos automáticos – como a mijona do episódio passado -, só o que tivemos foi uma atendente gorda que no final demonstrou ser uma pessoa legal e o outro atendente fazendo cosplay do Fiuk, com um traço de fumador de maconha na personalidade. Poxa, cadê as participações especiais?

Sem falar que a versão apaixonada do Oleg tirou todas as frases de efeito que ele tinha. Lembro quando ele disse que uma vez que se vai a Ucrânia, você grita com a dor do sexo. Haha! Foi a melhor época do personagem, agora tudo o que faz é ficar com a Sophie num relacionamento que todo mundo sabe que vai durar. Porque né... Entre o Oleg e o rico bonito de cadeira de rodas, todo mundo sabe quem é o preferido.

O que salvou mesmo o episódio foi a Sophie. Tava meio sumida semana passada, mas voltou, e na minha humilde opinião, as cenas dela foram as únicas engraçadas do episódio. Toda aquela classe polonesa misturada com os lugares onde ela fez sexo animal multicultural com o Oleg me rendeu alguns risos. O fora que ela deu na Caroline que estava prestes a se intrometer, também foi hilário. É incrível como ela consegue ser engraçada apenas aparecendo na cena.

Espero que no próximo episódio as coisas já tenham voltado ao normal. É season finale, minha gente, tem que ser bombástico, tem que me deixar epilético de tanto rir. Quero Sophie, Earl, Han, Oleg e o finado Chestnut. Também quero alguma desgraça, porque entrar na lata de lixo pra procurar impostos não foi uma boa ideia, viu. Ok, ok, confesso que ri com a briga delas duas dentro da lata de lixo. A comemoração quando encontraram os papeis do Earl podia até fazer parte da trilha sonora, junto com o Five Dolars.


Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Eu gostei do episódio, tá que não foi o AQUEEEEEEELE episódio, mas deu para rir.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente... não acreito que essa série seja renovada além da próxima temporada (se já não for cortada agora)...

    Eles precisam urgentemente de novas ideias e novas sacadas... pra mim está ficando muito previsivel...

    Infelismente elas não estão conseguindo manter o carisma que tinham no inicio da série...

    que pena...

    ResponderExcluir