segunda-feira, 26 de março de 2012

[Crítica] Supernatural - 7x17: The Born-Again Identity

Lúcifer e você, tchererê tchê tchê.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Pra dizer a verdade, ainda não gosto das situações que o roteiro preparou pros próximos episódios. Lúcifer e Leviatãs querendo curar o câncer? Isso parece ter cheiro de Filler né? Afinal, o apocalipse terminou, quando deveria ser a situação de perigo máxima da série, não tem muito o que dizer sobre um mundo que já foi salvo, mas continua habitado por pessoas estúpidas e criaturas sanguinárias que tentam criar uma nova ordem mundial pra suprir suas necessidades monstruosas. Porque nenhuma delas chegam perto do diabo.

Deve ser por isso que a série quis mostrar mais dele, de uma maneira que estragasse as coisas, mas nem tanto como o apocalipse faria. Estar na cabeça de Sam tentando enlouquecê-lo pareceu a melhor forma de trazer o personagem de volta e provar que mesmo sem apocalipse, ele ainda pode fazer um grande estrago. Antes eu não gostava disso, achava repetitivo e nada haver, sempre quis que a Bela voltasse ou a mãe de todos começasse a tocar o terror de novo, mas depois dessa semana percebi que poderia até ter sido uma ótima ideia. Tudo porque a trama envolvendo Lúcifer não estava mais no banco reserva enquanto os protagonistas estavam ocupados demais com seus trabalhos. Dessa vez, não só destruiu a mente de Sam, como ferrou seu estado físico e começou a fazê-lo morrer aos poucos.

Quanto tempo um ser humano podia aguentar sem dormir? Bom, no caso de Sam, em cinco dias ele já estava num estado crítico de psicose, que acabou levando-o até uma clínica após ser atropelado. Dean, como previsto, começou a procurar meios de ajudar o irmão e acabou descobrindo sobre um curandeiro que tinha poderes milagrosos. Enquanto Sam tentava ajudar sua nova amiga dentro daquela clínica que estava sendo perseguida pelo fantasma do irmão, Dean decidiu procurar o único homem que poderia ajudar seu irmão e acabou se deparando com a versão viva e sem memória do anjo Castiel.

Sim, Cas voltou, porque com 300 coadjuvantes mortos não dá pra se fazer um bom episódio né? Depois de sair da série no primeiro episódio da temporada, ele retorna com uma história não tão convincente, mas de um jeito que não o deixaria voltar a ser o que era antes.  Se tornou conveniente perder a memória e simplesmente estar vivo depois que não deu as caras por meses, né? E apesar de ser um ótimo personagem, isso se tornou uma coisa boa. Nas primeiras temporadas Sam e Dean eram vulneráveis e fracos, um erro em suas missões e eles poderiam morrer. Mas depois da entrada de Castiel, um anjo, eles viraram super heróis. Se morressem, Castiel os ressuscitaria. Se estivessem perto da morte, Castiel apareceria milagrosamente. Sem falar no satânico teletransporte - Goku mandou oi – que aposentou o lindo carro de Dean por ser mais prático. Com Cas fora da série, Sam e Dean voltaram a ser mais vulneráveis, exatamente o que nos mostravam nas primeiras temporadas.

Quem também deu seu ar da graça foi a ex BBB e atual namorada grávida do artilheiro do flamengo Meg, a demônia mór da série. Ta certo que não foi interpretada pela mesma atriz da primeira temporada, mas ainda é ela, aquela vadia sem coração que fica aparecendo de tempos em tempos. Ela voltou como uma versão preguiçosa e com o estômago cheio de doritos. Porque né... Aquela carinha redonda não engana ninguém.. Mas, obesa ou não, ela voltou, e ainda ajudou Dean a salvar o irmão. Só que ela parecia ter planos maiores para Castiel, tanto é que decidiu trabalhar na clínica onde ele ficou internado depois que transferiu as alucinações de Sam para ele mesmo.

Agora a coisa complicou né? Crowley quer uma coisa, Leviatãs querem outra, e Meg está trabalhando sozinha no que pra mim, pode ser considerado uma boa brecha pra uma oitava temporada. Vai que a louca quer os poderes angelicais do Cas pra criar um apocalipse 3.0 e dominar o mundo. Porque no final, é isso que todo vilão quer. Aliás, quem quer que o Crowley morra? Ta certo que o inferno não pode ficar sem um rei, mas... Ele é flopado demais, já deu o que tinha que dar, ta na hora de um rei de verdade assumir o cargo. Voto na Christina Aguilera.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Voto na Madonna.Coitado do Sam tava acabado,até a cara dele demonstrava que estava muito cansado,ficar sem dormir deve ser horrível,esse Lúcifer é um pentelho,agora ele vai atazanar o irmãozinho Cas,fiquei curiosa pra saber o que a Meg quer com nosso amigo anjo.No próximo episódio Sam e Dean junto com o caçador Garth vão caçar uma criatura bêbados,vai ser engraçado.

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei do episodio. Mas faltou uma explicação do que aconteceu com Frank (acho que é esse o nome). Será que vão falar dele no próximo episódio?

    ResponderExcluir
  3. Castiel voltou :D, ainda bem, final perfeito para castiel é voltar para o paraiso e o corpo dele(viver a vida normal de antes, que vivia), e não um rebelado, morrendo ou algo do tipo.
    Espero que ele saia da clinica e mate muitos demonios o mesmo espero de dean e de sam.
    Supernatural4ever.

    ResponderExcluir