quarta-feira, 28 de março de 2012

[Crítica] Smash - 1x07: The Workshop


Será a melhor hora de vender o projeto?

Review:
(Spoilers Abaixo)

Todos nós sabíamos que este momento chegaria. Ivy veio sendo testada cruelmente pelo Derek, sendo pressionada até o seu limite para finalmente chegarmos a este momento. Acho que ele só queria ter certeza que ela superaria esse obstáculo... Ou - minha hipótese preferida - estava fazendo de tudo para moça surtar e, finalmente, conseguir colocar sua candidata, Karen, como a protagonista do show. E esta minha teoria não é em vão, porque eu já assisti o promo do próximo episódio e posso afirmar que as coisas realmente irão pegar fogo. Se cuida Ivy, tem gente esperando você cair... Ou melhor, não estão esperando nem você cair, eles estão querendo te empurrar mesmo.

E, antes de me aprofundar no que aconteceu neste episódio, tenho que dar uma boa notícia para os fãs da série: Smash foi renovada para a sua segunda temporada. Não foi nenhuma surpresa, uma vez que, Smash se tornou um dos maiores sucessos do canal NBC, que anda meio decadente, sabe? Nesta última Fall Season/Mid-Season não conseguiu emplacar quase nenhum sucesso e várias de suas séries foram canceladas antes mesmo de suas temporadas terminarem (The Playboy Club mandou ‘oi’). Então eu acho que todos já esperavam pela renovação, porque, apesar dessa série não ter uma audiência matadora, é uma das melhores da NBC. Todos comemoram (ou cantam, né?)!

Essa semana eu vi umas críticas de Smash e fico até feliz em ver que os outros também estão mais ligados no drama e barracos que acontece atrás dos bastidores do que no próprio show. Me desculpe, Marilyn, mas sua vida ficou chata com todos os baphos das pessoas que estão por trás de sua produção. E se vamos falar em "baphos", é claro que devemos começar pela Julia e o caso-fora-do-casamento. Fiquei surpreso quando ela se entregou loucamente para o seu grande amor no episódio passado, mas a negação é algo que já era esperado. Por este mesmo motivo, não fiquei surpreso quando ela começou a dar pra trás (no bom sentido, pessoal), querendo acabar com o casinho.

Ai, sinceramente, espero que o marido dela morra. Ele não acrescenta em nada, é feio pra caramba e super sem graça, sem sal... Sem tudo. Quanto ao filho dela, o rebelde da maconha, não tenho muito o que comentar. Primeiro que parecia ser todo amoroso, dando força para os pais adotarem uma criança. Agora, depois do episódio das drogas, ele mesmo acabou com essa possibilidade. E, nesta semana, ficou loko-da-pussy, revoltado da cabeça, dando um tapa na pantera no próprio quarto e chorando horrores nos braços de sua mãe. Olha, eu até entendo esse comportamento! Ele está desestabilizado porque sua mãe é uma piranha safada pulando a cerca na porta de casa, mas, mesmo assim, não tenho paciente para esses dramas. Eu gosto quando a história pega fogo!

E é justamente isso que está acontecendo nos ensaios e apresentação do musical. Ivy finalmente recebeu uma folga dos roteiristas e voltou a ser tratada como uma pessoa comum que tem dificuldades como todos os outros. Ainda bem que isso aconteceu, porque eu já estava com a imagem de "bitch" na cabeça toda vez que olhava para ela. E o drama sobre sua mãe pressionando-a foi bem clichê, mas serviu direitinho para história. Além disso, eu gostei de sua conclusão, achei até tocante, mas, antes da conversa cabeça, estava achando que a velha merecia tomar na cara para aprender a ser gente.

Por último (coisa que não é comum por aqui), eu deixei a Karen, que fez uma ótima apresentação com a música da Colbie Caillat, Brighter Than the Sun. Espero que este plot da gravação tenha algum fruto, apesar deu achar que ela será obrigada a ficar presa na produção do musical da Marilyn. Será que ela conseguirá fazer os dois? Só as areias do tempo nos dirá. Até lá, eu estou ansioso pelo próximo episódio, porque as coisas parecem que realmente ficarão apocalípticas. E, quanto mais apocalíptico, melhor.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Ri demais nessa review.
    O filho dela tem muitas razões pra chorar mas eu tambem entendo a Julia porque o marido dela é mais feio que uma hiena e o amante é muito lindo

    ResponderExcluir