terça-feira, 27 de março de 2012

[Crítica] The River - 1×08: Row, Row, Row Your Boat (Series Finale)














Será o fim, bebê?

Crítica:
(Abaixo Spoilers)

Depois de toda essa loucura, depois de me apaixonar loucamente pelos personagens, depois de ficar indignado pois no último episódio a legenda demorou dias pra sair, e depois de assistir fiquei em choque. SIM, EM CHOQUE.

Novamente Kurt resolve fazer cagada. Foi dar um tiro em Emmet e acabou pegando Lincoln. Jahel, nossa diva macumbeira então ouviu um sinal do rádio. Era o espírito do rio, da Boiuna. Da loucura né? Então, Tess como sempre a mais desesperada da lagoa, foi lá e doou sangue para o demônio. Emmet não curtiu a ideia. Eu também não curtiria muito depois de tudo que ele viu, ouviu. Então o barco treme e o espírito devolve a vida de Lincoln. Quer dizer, ele entra no corpo do guri.

A grande merda do episódio (ou não) foi Emmet não ter impedido o ritual. E o ritual foi uma loucura. O pai de Jahel no início do episódio havia dito que não repetiria a dose. Pois ver sua filha a mercê desses espíritos não foi legal. Lembrando que no primeiro episódio Jahel recebeu o espírito de Emmet, graças a Libélula. E outra, porque Emmet não explicou como ficou dentro da libélula? Achei descaso com o espectador.

Voltando.

Lincoln então estava possuído. Não sei se foi uma homenagem ou não mas os produtores, autores e o diabo a quatro reuniram todos os filmes desse gênero. Exorcista, claro foi a homenagem master da coisa. Mas, entraram, Bruxa de Blair, Atividade Paranormal, e até Walking Dead. Ou então, Grave Encouters. Curto todos. Mas acho que por um lado, faltou ideia. Enfim. Quem sou eu não é? Bom, Lincoln ou o diabo da Boiuna ou Buiuna, sei lá; foi amarrado. E como todo demônio, claro ele foi super debochado. O primeiro deboche ele fez ao pai, Emmet. Ele disse adorar o pai. E claro, Emmet já ficou com a pulga atrás da orelha. O segundo deboche, foi com Jonas. Tadinho. Antes, ele havia acusado Kurt de dar o tiro. Depois disse que era Jonas. Eu acho desde o início que foi o Kurt mesmo. Ele matou Jonas sem dó nem piedade. Com certeza é porque o espirito sabia que o mesmo estava de olho em Lena. E foi bem com Lena que ele invocou. Emmet e Lena prenderam ele então.

Ele falou, falou, falou. Se contorceu todo. Cuspiu. Disse que Clark e Tess tiveram um affair. Fez perguntas sobre a intimidade de pai e filho. Olha, o cara abusou mesmo. Mas Kurt como era entendido no assunto, ajudou Emmet e então o demônio foi embora. Mas pra onde?

Eis a grande surpresa da noite: Os rios que cercam a Boiuna então se fecharam. Todos. O curso da coisa mudou e não há mais saída. E agora, Steven? Muitas vezes eu e minhas palavras não transpassam toda a emoção, mas eu amei a SEASON FINALE, amei mesmo. Espero que a segunda temporada seja confirmada logo. Há uma página no facebook, SAVE THE RIVER clicaí e ajuda a salvar a coisa. O final foi épico. Pra uma série que começou com críticas tão pesadas e realmente não mostrava nada de bom, com o tempo tudo foi ficando no lugar. Se não haver essa segunda season ficarei bem triste. Sérião.

Pois me apeguei a todos ali. Até no Jonas que não se destacava, não queria que ele morresse. Mas agora, se ganharmos esse presentinho da ABC vou querer uma temporada MUITO MAIS bomba que essa. E depois desse final, acho que teremos sim.

Beijo pra quem acompanhou até aqui. E um cheiro viu? HAHA.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Mas quem atirou ñ foi o Kurt, sim o Jonas o El colgado.
    Pelo fato do Emmet ter o deixado pendurado na árvore.

    ResponderExcluir
  2. Mas adorei a critica, tomara que tenha a 2º, senão tbm ficarei muuuito triste!

    ResponderExcluir