quinta-feira, 15 de março de 2012

[Crítica] 90210 - 4x18: Blood Is Thicker Than Mud

Cuidado com os coadjuvantes.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Sabem aquele momento em que você ta de romance com o personagem inútil da série e uma loira aparecer pra te incriminar? Poxa que chato, acontece com todo mundo, como lidar? Aliás, como lidar sem perder o posto de mocinha? Porque né... Dar o troco é fácil, troca um remedinho aqui, rouba as musicas do ex rebelde ali, difícil mesmo é ficar embaixo da tempestade de vômito demoníaco que os coadjuvantes dispensáveis jogam pra cima dos mocinhos. Difícil ou não, é a vez de Ade ser a vítima. Tadinha dela, a personagem preferida – Depois de Naomi – de quem assiste a série, se meteu com quem não devia.

Desde a semana passada eu sabia que essa história dela e da Vanessa ia dar breu. A loira semi-cascavel e dependente química deu uma de fanática essa semana. Não, não teve plágio a Gossip Girl e o caso do suposto afogamento, ou qualquer briguinha fútil de meninas que é a cara da Naomi. Quando viu que Ade poderia lhe tirar o que queria, a garota pirou. Sério gente, não sabia se ria ou procurava no Google que tipo de doença ela tem depois de se ferir só pra acusar a Ade depois. Tipo, estamos numa novela das oito? Porque senti que Cristiane Torloni se materializou naquele momento.

E não é só isso, gente. Parece que os roteiristas querem que ela coma o pão que o diabo amassou. Pelo menos a confusão com a Vanessa não deu em nada né, porque, de algum jeito, ainda acham que a flopação dela na musica ainda é interessante. Dessa vez, com a má fama da namorada, Dixon vai ser obrigado a escolher entre fazer carreira solo e ter um futuro ou ficar com ela, já que não pode ter os dois. Porque eles são uma dupla sertaneja. Apesar do Luciano só servir de backing vocal quando a gorda estava rouca de tanto expulsar exus na igreja, não haveria um Zezé di Camargo sem ele. É questão de nome, fica mais legal com o Luciano no final. Ah, só sei que ou ele escolhe Ade ou escolhe a musica, o que sabíamos que iria acontecer.

Mudando de assunto, completamente, o que vocês acharam dessa história de pichação da Ivy? Porque eu to adorando essa fase rebelde e esse bad romance do subúrbio com o grafiteiro, olha que eu pensei que não teria mais lugar pra personagem na série. Está realmente interessante, principalmente agora que ela já se acertou com o carinha lá e são oficialmente namorados. Acho que o único problema vai ser sobre ela trabalhar, porque ele não é do tipo que vende seu talento, e provavelmente não vai querer que Ivy venda o seu. Pichar muros na madrugada é muito mais emocionante mesmo, é o lance deles, só sobrevive se tiver isso.

E que química é essa que ta rolando entre Silver e Liam. Tipo, what? Ela faz rodízio mesmo? Dixon, Ethan, Navid, Teddy, agora o Liam? Ela papou até o gay da série, produção, não é possível. E a aproximação do casal incomum se deu ao fato de estarem trabalhando juntos. Ele tentando ser ator – porque o iludiram dizendo que ele sabia fazer algo além de ser bartender – e ela uma ajudante no estúdio. Conversa vai, conversa vem, ela descobriu que podia contar com ele sobre aquele lance do possível câncer muito mal explorado no episódio passado.

Não sei por que, mas ainda acho que a Silver vai ter câncer. Ta certo que o tema não é dos mais novos e já vimos dois personagens na série vivendo esse drama – sendo um deles a mãe dela -, mas Silver ter câncer seria a tragédia mór da série. Eu ficaria chocado, aliás, acho que todos. Ver ela careca, com aquele drama da alto estima tão baixa, e aqueles sustos de fim de episódio onde mostrar alguém inconsciente, acho que tudo é bem a cara da série. E também, ela está quase no final, teriam que botar alguma coisa pra nos segurar até lá e acabar a série no auge.

Agora só falta falar da Naomi né? Pois é, acho que estou cansando de toda essa bitcheza dela. Algumas cenas foram legais – como a briga na lama – e com certeza, ela ainda é a nossa Naomi Clark que ninguém vai botar defeito. Só acho que já chega dessas disputas infantis com outras garotas, ainda mais com a própria irmã, ainda mais por um homem. Porque assim a trama fica previsível. Elas brigam por alguma coisa, depois fazem as pazes, depois Naomi descobre que sua irmã vai sempre ser uma vadia e se não parar aí, ela se vinga, de uma forma tão ridícula que ainda sobra brechas pra Jen ficar voltando pra série de tempos em tempos. Ainda bem que ela saiu, não gostei dessa fase da personagem, e espero que ela volte má de verdade e não queira destruir apenas a irmãzinha. Tem um grupo de dramáticos inteiros que vieram de Beverly Hills e estão loucos pra saírem do tédio com um pouco de desgraça. 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário