sexta-feira, 2 de março de 2012

[Crítica] 2 Broke Girls - 1x18: And the One-Night Stands


Vadia! Todo mundo ama os malditos chocolates crocantes!

Review:
(Spoilers Abaixo)

Morto. Deveria ter em letras miúdas no momento de exibição da série que ela pode causar convulsões, além de ser proibida para pessoa epiléticas ou minimamente cardíacas. Não aguento mais rir, é sério, já voltei as cenas várias vezes e travei várias batalhas pra poder assistir o resto do episódio. Não dá pra ficar sério com 2 Broke Girls, é tipo a missão impossível das sitcons e de quem presa bolinhos caseiros cheios de insultos.

E ainda tem gente que diz que a série não tem enredo. Oi? Tudo bem com você que não consegue enxergar o valor da série? Orarei pela sua alma, porque se falta alguma coisa em 2 Broke Girls, com certeza não é enredo. A série Friends, que não mostrava nada além de um grupo de seis amigos em suas vidas pacatas e não chegava a lugar nenhum, foi uma das melhores séries da história. Digo isso porque 2 Broke Girls realmente quer chegar a algum lugar, eles não atiram o roteiro ao vento, ou vocês esqueceram que o objetivo é construir uma cupkateria, mas pra isso elas precisam primeiro sofrer como broke girls?

Bom, quanto a história do episódio, acho que a trama ficou bastante dividida. Era o aniversário de Caroline, e esse foi o tema principal, mas nos primeiros 10 minutos vimos uma festa surpresa sem graça que os personagens detestaram e uma confusão básica. Caroline ficou com o cara que fazia sites e o Oleg brincou com Sophie utilizando apenas as mãos (Porque ela é uma dama). Foi muito engraçado quando eles começaram a se acusar, tive epilepsia temporária + síndrome do riso pseudo-crônica.

Depois – como o aniversário da Carol foi entediante e todo mundo preferiu encarar a espada de papai em My Super Psycho Sweet 16 -, estava na hora do presente de aniversário mais perfeito de todos. Quer dizer, para Caroline, o da Max ainda é aquele sorvete perto do presídio que tinha gosto do céu. E realmente, as cenas mais engraçadas foram as de quando elas estavam no presídio. A coadjuvante maluca da vez me roubou muitas risadas, é incrível como a gente sempre quer que esses seres estranhos se tornem fixos na série né?

Uma pena que antes que Caroline pudesse ver seu pai um ex psicótico da Max apareceu. Ele criou um motim porque ela não ligava mais pra ele, tem até uma tatuagem diva dela na barriga, haha! Tadinho, ele só queria ser correspondido, ele não tem culpa de sentir um amor super psicótico pela garota né? Ainda mais a Max que é tão apaixonável, todos casava fácil.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Comecei a ver a série semana passada, e já alcancei os episódios atuais, ainda que eu estava mais devagar pra não sentir "saudades" assistindo apenas uma vez por semana, mas não consegui.
    Então, o episódio foi ótimo, pra mim a cena mais engraçada que a série já teve foi aquela qe eles começaram a se "acusar", eu não conseguia parar de rir, até achei que não ia parar mais, hilário!

    ResponderExcluir