quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

[Crítica] Smash - 1x02: The Callback


É preciso escolher uma.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Semana passada, estreou oficialmente a nova série da NBC, Smash. Para os que gostaram da série, devo logo informando que ela foi muito bem na audiência e, esta semana, ela se manteve, com uma leve queda - o que já era esperado. Vamos torcer para que continue assim e que só melhore daqui para frente, não é verdade? Não pode acontecer do mesmo jeito que Ringer, que começou com uma ótima audiência e esta semana marcou humilhantes 0,3 na demo (Sim, esta notícia foi tão bombástica para mim que eu tive que contar em outro post). Enfim, vamos ao episódio? O show tem que continuar...

Então, queridos leitores, no primeiro episódio vimos todo o drama e correria que é viver nos bastidores de uma produção. E, conforme o projeto vai ganhando vida, vai chegando o momento em que os produtores terão que escolher sua estrela. Pena que eles ainda estão divididos entre duas garotas, Karen e Ivy. E é justamente sobre esta escolha que se trata este segundo episódio. Poucas coisas evoluíram além deste arco - apesar de termos tido mais atenção para o caso da adoção. Eu o que eu mais gostei, foi o fato do roteiro não ter sido óbvio, porque eu achei que ele iria por um caminho diferente. Em contra-partida, ele surpreende com o óbvio, até porque, nenhuma mocinha nasce vencendo.

Bem, primeiro vamos falar sobre o caso da adoção e o relacionamento delicado que Julia tem com sua família. Sinceramente, esta história de adoção parece ser muito chata e eu fiquei torcendo, o episódio inteiro, para que ela não desse em nada. Tivemos uma rachadura no objetivo do casal quando eles descobrem que pode demorar mais de dois anos até que eles possam adotar uma criança made in China. No final, eu até que consegui aceitar e confesso que estes assuntos são raros e pode ser que saia alguma coisa original dessa trama. Apesar de tudo isso, ainda acho esse relacionamento da Julia muito sem graça e tenho certeza que fortes emoções virão para ela num futuro próximo.

E por falar em "casais chatos", não gosto nenhum pouco da Karen e o seu namoradinho. Não gostava no Pilot e gosto menos ainda agora. Além de ser sem sal, ele demonstrou um lado bem nojento essa semana. Ficou todo irritadinho quando a namorada não conseguiu comparecer no seu jantar de negócios. Eu a entendo, até porque, ela está seguindo o seu sonho e começou um caminho difícil. Seu namorado também parece entender, mas simplesmente perdeu a cabeça naquela cena. Mesmo assim, eu ainda a prefiro com o coreógrafo desumano, Derek. Eles têm muito mais química, é inegável. E eu duvido que esta temporada termine sem rolar um beijo entre eles.

E já que estamos falando no Derek, ele estava bem mais "humano" esta semana, né? Parece que esta humanização do personagem está acontecendo mais rápido do que eu realmente esperava. Tudo bem que ter sido compreensivo com a Karen, que é uma espécie de "protegida" dele. Mas eu me surpreendi com o personagem se "entrosando" tão bem com a vadia loira, Ivy. Minha surpresa acabou quando ela foi parar na cama dele e eu percebi todo o joguinho entre os dois. Que coisa feia, hein? Transando com um dos produtores do musical para conseguir o papel.

E eu pensei que era justamente isso que a faria perder esta disputa, então me surpreendi quando optaram dar o papel para ela mesmo. Parece que o sexo funcional, afinal de contas. Mas eu tenho certeza que esta trama continuará e provavelmente no próximo episódio já teremos outros personagens descobrindo sobre este envolvimento "extra" profissional dos dois. Afinal, a Karen tem que voltar para os bastidores do projeto, já que ela é protagonista.

Agora, sobre as músicas, acho super legal eles cantarem músicas originais, como Let me Be Your Star, que foi interpretada no final do Pilot e voltou a ser cantada nesta semana. Enfim, estou ansioso para a próxima semana, porque eu estou amando esta série. Vejo vocês na próxima audição!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Ivy safada transou com o produtor para conseguir o papel.Morri de ódio pois sou Team Karen.
    A série tem um grande potencial mas como é da NBC não podemos esperar nada

    PS:Ótima review

    ResponderExcluir
  2. Na verdade, Ivy transou com Derek, não com Tom.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, eu troquei os nomes.
    Já consertei. rs

    ResponderExcluir