sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

[Crítica] Ringer - 1x14: Whores Don't Make That Much


Na hora de ser bitch, você quer. Na hora de enfrentar as consequências, você corre.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Sim, estou mandando este recado especial para a Juliet. Eu já havia comparado todo esse golpe de falso estupro e patricinha querendo o dinheiro do pai com o filme Garotas Selvagens, certo? Pois, quem assistiu ao filme, sabe o que acontece a seguir. E se vocês pensam que cada um pega a sua parte e vai viver a vida que pediu a Deus em uma ilha paradisíaca desconhecida, vocês estão completamente enganados. Quem assistiu ao filme, sabe que essas parcerias nunca dão certos e tem sempre um elo fraco disposto a entregar todo o esquema. E o que fazemos com elos fracos? Removemos. E o que acontece quando o removemos? Os que restaram tendem a ficar com medo que o mesmo possa acontecer a eles.

Ai, meu Deus! E não é exatamente isso que está acontecendo na série? Juliet foi toda inocente reclamar da sua parceira vadia loira pro professorzinho pseudo-estuprador. Resultado? A vadia loira entrou em coma de tanto levar porrada. E qual foi a reação da Juliet nisso tudo? Ficou instável, óbvio. Mas, depois da reviravolta final, eu entendi o lado da garota. Ela não é uma vagabunda completa, até porque, só estava seguindo os planos da mãe, que é a líder da gangue. Essa reviravolta foi legal, mas se eles revelassem que a Shioban estava por trás de tudo, eu juro que cairia para trás. Mesmo assim, ainda ta valendo a mãe dela. E, pela primeira vez, eu vejo uma chance dela ser perdoada por este bitchismo completo.

Mas o episódio desta semana não está centrado na Juliet e, sim, mas irmãs gêmeas super poderosas. Então, já podemos esperar por um episódio todo trabalhado no flashback. E foi justamente um desses flashbacks que nos enganaram na promo desse episódio. Parecia que as duas irmãs finalmente iriam se encontrar, mas isso não aconteceu... Era um flashback. Achei muito cretino da edição, que trazia frases como "finalmente, o grande encontro". Muito sensacionalista e a Bridget está até agora pensando que a irmã está a sete palmos da terra (ou seria do mar?).

Enfim, esta semana também tivemos uma participação especial do Misha Collins, o eterno anjo Castiel, de Supernatural. É impressionante como os atores das séries da CW mal saem de uma série e já fazem participações em outras séries do mesmo canal. É como se fosse um grande rodízio. Acho digno! Mas, voltando a história do personagem, ele é importante no passado das duas irmãs e foi por causa dele, que elas pararam de se falar. Eu pensei que a Bridget tinha furado o olho da Shioban, mas o buraco é muito mais embaixo. Foi em um acidente de carro com o Dylan e a Bridget, que o filho da Shioban morreu.

Depois dessa revelação, eu até senti compreensão com a bitch mor da série. Entendi porque ela odeia tanto a irmã e ponto de não conseguir perdoá-la de jeito algum. Por outro lado, eu entendi a Bridget também, era estava com pena do Dylan, só queria ser boazinha. E é justamente este o erro dela. Tentou fazer o bem e acabou se dando mal... Parece com algo que acontece atualmente? Bem, o que complicou a situação dela mesmo, foi o fato da Shioban tê-la proibido de deixar o garoto sair com o Dylan. Essa foi a gota d'água que transbordou a relação delas.

A cena do funeral foi triste, deu para ver todo o sofrimento que a Shioban estava sentindo. Eu disse que senti pena dela, mas apenas nos flashbacks, ok? Ainda não justifica ela querer matar a irmã. Acho que um final ideal para a série, seria o perdão dela e espero que isso aconteça até a Season Finale. Dentre outras coisas, Malcolm está prestes a descobrir que o Henry está escondendo algo. E eu acho que foi a mãe da Juliet que quase matou a sua comparsa. Sobre a investigação da Bridget, não tenho nada a dizer, pois ela não chegou a lugar nenhum e, pior, nem cogita que a irmã esteja viva. Pelo menos ela está determinada a parar de viver na mentira e contar para todos sobre sua verdadeira identidade. Será que o Andrew aprova?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Óbvio que quem espancou a outra RBD foi a mãe de Juliet.Super óbvio.
    Fiquei com muita raiva da Shiobhan pois a culpa não era da Bridget de Sean ter morrido, foi um acidente e acidentes acontecem. Bridget foi super cuidadosa com o garoto e foi o outro motorista que estava dormindo no volante
    Pela promo do próximo episódio A mãe de juliet vai ter um caso com Mr.Carpenter

    ResponderExcluir
  2. Como Bridg diz; ''erros não são tragédias'' nada justifica Siobitch ficar querendo matar Bridg. u.u

    ResponderExcluir
  3. Gostei da atitude da Bridget de ter perdoado o Dylan como Siobhan isso foi muito importante pra ele assim poderá tocar a vida dele com a consciencia tranquila,a Shiv tem todo o direito de não perdoar a irmã e até entendo isso mais não justifica tentar matá-la foi um acidente e o único culpado disso tudo é o outro motorista que dormiu na direção.Como diz aquele ditado popular "Filho de peixe,peixinho é",se a filha é uma bitch a mãe tbm tem que ser e não concordo com vc nessa parte Nefferson,a Juliet não precisava seguir esse plano só por que a mãe dela mandou,ela é tão mal caráter quanto a Catherine e por mim ela não será perdoada.

    ResponderExcluir