domingo, 12 de fevereiro de 2012

[Crítica] New Girl - 1x12: The Landlord


E aí? Vamos todos fazer o menage?

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Mais uma semana de New Girl para todos nós e, como de costume, temos um episódio voltado na Jess. Parece meio óbvio, mas já tivemos episódios voltados para o Schmidt - como aquele do aniversário dele -, mas, os que eu mais gosto, são estes, voltados na Jess. Isso porque ela é a melhor personagem e, tenho que elogiar sua interprete, Zooey Deschanel. Definitivamente, a idéia central da série só funciona por causa dela. Até porque, a Jess é uma fofa e todos nós a amamos, mas temos que admitir que poderíamos ter um quadro bem diferente se não tivéssemos uma atriz digna segurando todos os elementos necessários para este papel. Zooey faz isso de um jeito extraordinário, apagando todos os outros ao seu redor.

Uma das coisas que eu não gosto em uma sitcom, é o fato que de suas tramas não são lineares. Temos perguntos, subtramas e plot que são completamente esquecidos de um episódio para o outro. Isso é absolutamente normal. Acontece em outras séries do mesmo estilo que acompanho atualmente, como 2 Broke Girls e Suburgatory - esta última, que não está na grade do blog, mas, na próxima Fall Season, marcará sua presença. Esta semana, ignoraram completamente o novo caso amoroso do Nick. Julia não apareceu e nem foi mencionada, dando espaço para uma aproximação entre a Jess e o Nick.

Eu ainda estou ansioso para ver o episódio especial do dia dos namorados. Quero ver como a Jess irá ficar ao lado do Ryan Kwanten (o Jason, de True Blood). Está mais do que na hora da nossa querida Jess ter um par romântico decente. Até agora, ela só deu bola fora! Primeiro tem uma aproximação com o Nick, que é bruscamente cortada pelos roteiristas, depois, ela tenta alguma coisa com o Paul - que não é grande coisa -, e, mesmo assim, ainda consegue ser dispensada. Acho que falta sorte a moça e um par que esteja a sua altura. Espero que com o Ryan dê certo, mas, pelo que eu sei, ele é apenas um ator convidado e aparecerá em apenas um episódio. Então vocês já podem imaginar, né?

Voltando ao episódio desta semana, Schmidt (ainda não aprendi a escrever este nome, estou frenético no Ctrl C + V) levantou a questão que todo mundo dá encima dele. Eu acho que, só por este comentário, ele devia colocar 50 dólares na jarra. Morri de rir com os flashbacks, mostrando como o personagem resolvia agir quando achava que outra pessoa o estava cantando. O mais engraçado é o entregador. "Ele disse que tinha um pacote para mim", todos riem da cara de convencido dele.

Aliás, por falar em Schmidt, tenho que destacar a cena dele com a Cece. Gente, ela é muito diva. Acho uma das melhores personagens, pena que aparece tão pouco. Está na hora de dar um pouco mais de destaque a ela. Cece colocando loucamente pulseiras de enjoo no braço por cada idiotice do Schmidt foi hilário. A lésbica ginecologista não apareceu esta semana, outro plot perdido. Tomara que ela apareça nos próximos episódios, porque ela já chegou sem ter sido apropriadamente apresentada, se for embora se uma despedida, será muito feio. Enquanto isso, eu me conformo com a distração do James Bond, Cece.

Por último, eu deixei o plot principal, com a Jess e sua discussão eterna com o Nick de que as pessoas podem ser boas se você for bom para elas. Até que me surpreendi, porque achei que a Jess fosse ganhar, como sempre. E o melhor, o engano dela rendeu a cena mais engraçada do episódio, onde o síndico chama ela e o Nick para fazer um ménage à trois. E o que mais chamou atenção, foi ver Nick e Jess se "preparando" e fazendo aquela dança de acasalamento de pombos atrofiados. Um dos momentos que eu mais ri. Pelo menos rendeu um beijinho entre eles dois e, no meio do episódio, o Nick deu uma encoxada nela. Sinceramente, nem me deixo mais levar por isso. No próximo episódio esse clima será esquecido e a namorada dele voltará. OBS: Não falei sobre o Winston. Deveria?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Amei o episódio,um dos melhores pra não dizer que foi o melhor até agora.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o episódio,raxei de rir,esse Schmidt é muito convencido sempre achando duplo sentido no que as pessoas falam e a cena da ligação pra Tóquio foi a melhor,outra que morri de rir foi a da Jess e o Nick "entrando no clima" pro ménage e o pior é que o Remy(síndico) ainda não desistiu do sexo a três,e respondendo a pergunta:não deveria,ele simplesmente não fez NADA.

    ResponderExcluir