segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

[Crítica] The Lying Game - 1x18: Not Guilty As Charged

O Tema de Hoje é: Fui vadia a vida inteira e agora reclamo porque ninguém me ama.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Mentiras. Trapaças. Jogo sujo, tem alguém que mal saiu do útero e já recebeu uma carga catastrófica de cinismo. Mas só os personagens da série não sabiam que aquele sorrisinho da Sótão Sutton era fake, igual toda e qualquer atitude altruísta de sua parte. O dia em que ela realmente fizer algo de bom pra alguém, vai ser porque ela com certeza também vai se beneficiar com isso. Ou seja, ela é uma completa vadia sem coração, e é por isso que todo mundo adora.

Olha que no começo ela não passava de uma garotinha fútil cujo problema era ser mimada demais. Mas agora ela mostrou suas garras e não vai dispensar nem a garota com quem ela dividiu uma placenta. E eu nem sei por onde começar. Ela deu um show de bitchsmo do início ao fim. É claro, teve haver com o Ethan, e o pobre coitado sem ter como se defender atrás daquela cela acreditou em suas mentiras enquanto ela fingia ser a Emma. Mas como ele não percebeu? A Emma não falaria que dormiu com o Thayer daquele jeito, não parece que conhece sua alma gêmea.

O pior é que a Emma acredita em toda essa atuação dela. Isso já é muito novela das oito, na minha opinião. Até o modo como a Sutton fala demonstra que ela é capaz de qualquer coisa pra conseguir o que quer, só a madre Teresa que não acredita. Por isso, em parte, Emma mereceu o que ela fez. Sutton, a mulher indomável, separou os dois de um jeito que ambos parecessem culpados. Ethan, pelo fato de ter beijado a Sutton enquanto estava na colheita feliz com seu pai, e Emma... Bom, ela não fez nada, mas agora Ethan acredita que ela dormiu com o Thayer. Então, o casal pode não voltar tão cedo.

Porque estamos quase no fim da temporada, só resta 4 episódios e com certeza farão uma season finale focando no trama principal, que por incrível que pareça, ainda é a identidade da mãe biológica das gêmeas. Portanto, Sutton deve ser descoberta semana que vem, ou no episódio 20, tanto faz, eu não vou gostar mesmo. As pessoas dessa série têm uma mania de serem moscas mortas (Pretty Little Liars mandou um oi). Laurel queria viajar porque era uma grande oportunidade pra sua carreira musical crescer, mas os pais não deixaram, então ela ficou num canto fazendo papel da filha injustiçada. Pelo menos depois ela decidiu que faria o show, mas o que custava dar aloka, jogar o prato na parede e gritar “Eu faço o que eu quiser da minha vida porque quem vai viver com as consequências sou eu”?

Fora o drama familiar e amoroso, a única coisa importante foi o Alec ficar bem mais próximo de parecer culpado pela morte do Derek. Quer dizer, Ethan foi libertado e ninguém sabe do que o grupinho da alegria descobriu, mas alguém enviou uma foto pra Rebecca com o Alec na frente do Derek segurando a possível arma do crime. Tipo, alguém que estava lá tirou uma foto, alguém que talvez apareça depois pra finalmente dar uma lição nesse “poderoso chefão”.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Pois é, o que me intrigou mais foi essa foto do Alec ser o possível assassino do Derek. E eu não duvido nada, pois ele queria mesmo o moleque morto. Mas o problema não é esse. Acho que a Rebecca tá por trás disso. Nâo se como ela conseguiu mandar aquela foto para o próprio celular, mas né... Vai saber. Ela disse que iria ajudar a Emma/Sutton e conseguiu. Quero ver o próximo episódio logo.
    E eu ri do que disse que a Laurel deveria fazer KKKKK'!
    Enfim... AMEI seus comentários e já te sigo no Face, porém essa sua cor da fonte que tá me matando every single day D: Tenho que selecionar para ler.
    Enfim, abraços e continue assim! õ/

    ResponderExcluir
  2. já lanço o 1x19 esperando crítica

    ResponderExcluir