sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

[Crítica] The Lying Game - 1x17: No Country For Young Love

Ponto pra irmã malvada.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Quem tem um irmão gêmeo do mal, sabe muito bem como é se sentir traído. Bom, o que os olhos não veem, o coração não sente, não é Emma? Com essas distancia entre o casal do ano, eu sabia que a jararaca ia dar o bote cedo ou tarde. Mas, vamos ao começo? Porque a cena da imagem acima não aconteceu só porque o Ethan estava se sentindo sozinho e a Emma estava longe.

O problema de uma garota mimada que sempre teve tudo o que queria é que quando começam a dizer não, ela acaba se mostrando capaz de fazer qualquer coisa pra ter o que não lhe pertence. Aqui no Brasil ela simplesmente seria chamada de periguete e ia ter uma briga de mulheres que mais tarde faria sucesso no youtube. Porque essa é a verdade. Sei que existe o Team Sutton, e todos eles querem que ela fique com o Ethan, mas ela ficou o episódio inteiro se fazendo de sonsa pra poder colocar um lindo chifre na cabeça da irmã gêmea.

O pior é que ela se aproveitou das situações pra poder colocar seu plano em ação. Ela o ajudou a conversar com seu pai pra ficar tudo bem, ficou de gracinha com ele, sabe? Sendo simpática, fingindo que respeitava ele e a Emma de um jeito que ele entendesse que ela ainda gostava dele. Como isso é possível? Para Sutton Mercer, rainha da falsidade, tudo é possível. Gente do mal tem o dom de saber se fazer de boazinha, é a regra de vilã.

Agora, enquanto Ethan estava se aproximando cada vez mais de Sutton até dormir com ela, Emma estava com a turma numa missão para descobrir quem foi que matou Derek. As pistas levavam a Alec, novamente, e eu acho bastante possível. Só não sei que diabo de segredo é esse que ele quer manter a ponto de a vida de alguém poder ser tirada pra ninguém descobrir. Espero que isso não mude, e que a Rebecca tenha algo haver, já que a vadia é do mal e já começou a defender seu novo namorado.

Como consequência de uma boca grande numa hora de desespero, Mads acabou descobrindo a verdade sobre as gêmeas e começou a fazer parte do grupo. Tiraram a Char, né? Mas a Mads parece que vai ficar mesmo, agora que já sabe o que se passa debaixo de seu teto. Já tava na hora, né? Seria o cumulo esperar até a season finale pra alguém descobrir sobre elas, porque acho que ninguém sabe da tramoia das gêmeas desde que o Ethan comprovou a troca com apenas um beijo no episódio piloto (?).

Agora só falta falar da Laurel, né? Porque os Senhores Mercer não são relevantes e suas brigas não significam nada a não ser enrolação, já que o maridão nunca vai contar a verdade a esposa. Agora, sua filha, parece que viu a luz. Depois de alguns episódios namorando escondido, ela resolveu que aquele tipo de relação não era pra ela. Nem tanto pelo fato de mentir pra todos que ama, mas sim porque não consegue confiar em Justin de novo. Claro, porque depois de descobrir que seu namorado quer se vingar de sua família, a relação iria fortalecer. Só na cabeça desses personagens fictícios mesmo né?

Às vezes me pergunto o que se passa na mente deles. Parece tão normal trair a Emma com sua cópia do mal, ou terminar com o V de Vingança depois de perdoá-lo pelo que fez. Tipo, onde eles querem chegar com isso? É só pra enrolar mais até o fim da season 1 ou eles são estranhos mesmo? Aliás, por que é mais fácil o Ethan transar com a Sutton do que mostrar o Thayer e a Emma fazendo algo além de pegar na mão? Sinceramente, essa troca de casal está longe de ficar interessante, ainda mais agora que pegaram o Ethan e ele vai ter que contar a namorada sobre o chifre enquanto está prestes a ser acusado de assassinato.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários: