quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

[Crítica] Hart of Dixie - 1x13: Sweetie Pies and Sweaty Palms


Alguém mais quer bater no Wade?

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Já tem alguns episódios desde que a série largou de mão a trama sobre a Zoe se integrar a comunidade de BlueBell e também os "casos médicos da semana", para passar a explorar um pouco mais sobre a vida amorosa da nossa querida protagonista. E, se a trama começou errada, nos mostrando uma possível conexão entre a Zoe e o George, os roteiristas perceberam o que nós, os espectadores, realmente queríamos. Sim, estou falando de Zade. E, especialmente nos últimos episódios, os roteiristas têm brincado com nosso desejo, dando toda atenção para os desencontros do nosso quase-casal favorito. Mas, esta semana, eles foram longe demais!

Vamos deixar o Zade para o final, não é verdade? Gosto de uma boa polêmica no desfecho. Esta semana tivemos um episódio especial do Dia dos Namorados. E como em BlueBell tudo é diferente, eles mostraram que têm o próprio festival, a festa dos benzinhos (oi?). Segundo a tradição, o povo se convida para a festa para dar um passo adiante no relacionamento. E, neste quesito, tínhamos dois casais especiais, esperando para se estabilizar: Didi e Lavon e Zoe e Judson. É claro que, no meio deles, tivemos o Wade, que estava absolutamente descontrolado esta semana.

Lemon, que pela primeira vez, não estava a cargo de organizar todo o festival e mandar em suas escravas, tentou manipular o pai, fazendo-o levar uma figurante para o festival, mas todos os seus planos foram por água abaixo. Além disso, George tomou uma atitude e revelou que não sabia se queria mais casar com ela. Eu fui ao delírio! Apesar dela ter alguns momentos fofos, temos que reconhecer que a Lemon é uma verdadeira chata. Mas, no final do episódio, descobrimos que ela andava tão fechada por causa da revelação da Mid-Season Finale. Sim, a quenga da sua mãe com outra família. Como já era de se prever, George correu atrás dela e terminaram juntos mesmo. A única diferença, é que, desta vez, eu não senti pena da moça e até achei tudo muito entediante. Acho que foi culpa do George, que não me passava emoção alguma.

Ah, tivemos um caso médico no episódio - mesmo que muito pequeno. A Rosie acabou se machucando e Zoe teve que cuidar dela, sendo obrigada a sair do Festival, deixando Judson chupando o dedo, mais uma vez. É engraçado que o Judson já deu o que tinha que dar na série, saiu, voltou e, agora, irá embora mais uma vez. Ele simplesmente é um personagem que não dura, este é o seu destino e, quem sabe, ele não volta para um terceiro round com a nossa doutora? Depois do que o Wade fez no final do episódio, ele bem que merece.

Enfim, vamos logo comentar sobre Zade, que eu estou impaciente. Tivemos um episódio perfeito para eles dois. Estavam em conflito, os dois estavam com outras pessoas, mas, mesmo assim, ficaram um implicando com o outro. Eu adorei ao ver a Zoe reagindo e acabando com o "relacionamento" do Wade com a Vadia Loira Figurante. E tudo isso nos levou a um final incrível, onde a Zoe finalmente percebeu que gostava do rapaz e sabia que ele correspondia a este sentimento. Pena que o Wade estragou tudo, humilhando-a. E isso porque ela já estava abrindo a boca para dizer o que realmente sentia. Em pensar que o começo do relacionamento deles estava tão próximo e foi atirado para longe.

Eu ainda não vi a promo do próximo episódio, mas, pelo que parece, irá seguir com outras histórias e voltar a boa e velha adaptação em BlueBell, porque os roteiristas devem parar um pouco com a tensão amorosa entre a Zoe e o Wade. Uma pena, porque parece que teremos que esperar até a Season Finale. E, só para constar, a demo da audiência esta semana foi de 0,6. Está caindo, minha gente! Espero que melhore.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário