quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

[Crítica] Hart of Dixie - 1x12: Mistresses & Misunderstanding


É, Wade, eu também fiquei com essa cara quando ela beijou o outro.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Bem, pelo que eu li esta semana, houve um engano na audiência dessa série semana passada. Eu disse que ela tinha ficado com 0,5 na demo, mas, na verdade, ela alcançou 0,7. Esta semana, houve uma nova queda, 0,6. Acho que ainda não precisamos ficar tensos, uma vez que a série já apresentou ótimos números e ela está em um péssimo dia, sendo "auxiliada" por Gossip Girl, que é uma das séries com pior audiência do CW - melhorou nas últimas semanas por causa da aproximação do episódio de número 100, mas ainda está abaixo de Hart of Dixie. Enfim, se nossa série está indo bem ou regular, todo o mérito é dela.

Deixando os erros e a audiência de lado, vamos nos divertir comentando sobre os episódios em si. Esta semana foi extremamente divertida e ainda voltaram a explorar um assunto que eu gosto bastante, Zoe e Wade. Lembram daquele episódio onde a Zoe ficou ligeiramente apaixonada pelo George? Pois é, virou pó. Graças a Deus, até porque, ele é muito apagado e eu nunca deixaria a minha Zoe cair nas garras dele. E parece que os produtores perceberam isso e decidiram nos dar logo o que queremos, Zoe e Wade forever.

Mas os mesmos produtores que sabem da nossa ânsia, sabem também que não devem entregar o "prêmio" muito fácil. Por este motivo, eles fazem episódios como este, onde ficamos ansiosos por um pouco de Wart, mas nada acontece. Mesmo assim, é ótimo assistir um episódio inteiro onde o Wade fica doido de ciúmes atrás da Doutora. Sinceramente, ele é realmente um dos melhores personagens, só não é o melhor, porque a protagonista é extremamente carismática e é por isso que este casal dá tão certo, eles brilham juntos, sem ofuscar um ao outro. Pois eu estou preparado para ficar cego de tanto brilho!

Bem, mas não é só de Zoe e Wade que a série vive, então tivemos outras tramas, igualmente interessantes. Quem diria que a Zoe se tornaria uma amante, não é verdade? Ainda mais a amante de uma mulher. Shut the front door! Annabelle se mostrou uma ótima personagem, ainda mais na hora em que estava treinando como enfrentar a Lemon. Pena que terminou daquele jeito, com a Anna renegando a Zoe, mas ainda assim, a Zoe ajudando-a e acabando com a nossa alegria amorosa no outro núcleo. Fiquei com a cara na poeira e tenho certeza que todos vocês também.

Esse episódio foi uma das primeiras vezes que a Lemon não teve seu drama particular no episódio, ou melhor, ela teve, mas não foi nem um pouco importante. Aliás, só serviu de escada para o desfecho da trama de Annabelle. George e o seu problema de competição também não renderam nada. E outro que não emplacou nada esta semana, foi o Lavon. Mas ele é um dos meus queridos, então só aparecendo para sacanear o Wade ou dar conselhos amorosos, já está de bom tamanho.

O veterinário-pega-amigas retornou dos mortos e flertou a Zoe o episódio inteiro. Pensei que a garota ia cair logo na dele, até porque, ela deve estar carente sem ninguém por tantos episódios. Mas, para minha surpresa, ela se manteve firme e, só deu mole no final, quando sua amiga secreta precisava dela. É claro que isso vai servir de pontapé inicial para uma relação no próximo episódio, mas eu espero que acabe tão rápido quanto da primeira vez. Tenho que destacar o Wade de camisa limpa e nova e cabelo penteado no final. Pintou um climão entre os dois e eu sinceramente vomitei um arco-íris. Enfim, estou ansioso pelo próximo, como sempre, mas teremos uma pequena reação do nosso querido Wade. Será que ele vai conseguir?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário