segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

[Crítica] Glee - 3x13: Heart

Melhor que dia dos namorados só PC Mega Rápido.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Quando chega essa data, o povo enlouquece. O dia dos namorados é uma das principais datas comerciais nos Estados Unidos, e por isso quase todas as séries decidem aderir ao clima. Mas em Glee, todo dia é dia dos namorados. Tem romance a torto e a direita, casais se separando, brigas, declarações ao estilo serenata mexicana, assim fica meio difícil mostrar uma coisa nova no episódio do dia dos namorados, né Glee?

Bom, difícil ou não, eu gostei. Não foi um episódio excelente, mas também não foi tão ruim. Digo isso porque finalmente alguns temas foram abordados, coisa que estávamos esperando há muito tempo. Brittany e Santana, por exemplo, a série trolla elas desde a season 2 e nunca teve coragem de mostrar algo além delas duas segurando as mãos, elas nem pareciam um casal, até então. E foi neste episódio que as coisas realmente começaram a acontecer, pois alguns crentes do colégio estavam reclamando sobre elas se beijarem em publico, como se a trama já não tivesse superado todo esse preconceito por parte da religião desde que o Karofsky ficou com a síndrome de born this way.

E Santana e Brittany são tipo, o casal mais interessante dessa série né? Rachel e Finn já deram o que tinham que dar, eles são muito chicletes e não ganham a simpatia do publico nem quando protagonizam cenas que deveriam ser fofas. Sam e Mercedes também são legais, mas é tudo meio surreal. Eles começaram a namorar do nada, terminaram do nada, ele foi embora do nada e adivinhem? Do nada voltou e eles simplesmente se amam mais que tudo do nada. E tipo, agora que a Mercedes contou a verdade pro namorado, a única coisa que os impede de ficar juntos é a culpa por ter feito alguém sofrer. Acho que a série precisar de motivos melhores pra separar duas pessoas que se amam.

Agora, isso tudo é o que se vê em todo episódio, né? Quer dizer, tirando a parte da Santana e da Brittany finalmente terem provado que são um casal e não entraram no mundo lésbico a passeio. O que a gente não vê muito é gente religiosa fazendo papel de coadjuvante bonzinho. Porque né... Colocar um evangélico numa série que visa na abolição do preconceito é pedir pra ele ser taxado como vilão. Isso não aconteceu. Na verdade, o novo cristão era uma das melhores pessoas que se podia conhecer no mundo bíblico, tirando Simão, ele tem o nome meio gay e deve ter sido divo da multiplicação. E não é só porque o cara decidiu fazer uma serenata pro casal lésbico da escola, mas sim porque ele não julgou, mesmo tendo sido criado pra acreditar que aquilo não era certo. A única coisa que eu não entendi foi aquele cabelo desunjido, não sabia se ele era missionário ou cosplay do Bob Marley.

Também tenho que comentar sobre a batalha pelo coração de Sugar, que fez nosso duende sair do banco da coadjuvação pra enfrentar um dos veteranos. Ta certo que a briga não foi muito justa, e com certeza Artie terminar sozinho na festa da Sugar foi um pouco injusto, mas foi uma das poucas coisas que aconteceram que realmente teve haver com o dia dos namorados em si. Sem falar que o duende provavelmente mentiu sobre ser deportado pra poder ser escolhido por Sugar. Se essa é a verdade, acho que ainda tem alguma esperança pro Artie.

E o que vocês acham sobre a declaração do Karofsky? Achei que a série tinha esquecido dele, apesar de já ter ficado na cara o que ele sentia pelo Kurt. O fora também foi épico né, poxa, onde esse Shrek tava com a cabeça? Não é porque ele se aceita melhor que o Kurt vai começar a pensar que aqueles empurrões nos armários eram apenas desejos da carne. Quero que ele fique sozinho. Aliás, o Kurt namorando fica tão chato. Vocês podem até querer me matar por isso, mas queria que o Blaine ficasse com outro garoto só pra ter mais drama nessa parte. Estão lembrando exageradamente o que é ser homossexual e estão esquecendo sobre o amor não correspondido, quando eles poderiam nos mostrar os dois. Porque sofrer preconceito e amar sem ser amado já é uma puta falta de sacanagem.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Eu ri demais nesse diálogo aí."Isso ai Quinn!"(2)

    ResponderExcluir
  2. Gostei do episódio,ri demais com "cosplay do Bob Marley".Adorei a chuva de corações,foi muito lindo e romântico,tenho certeza que o duende mentiu,o final indica claramente isso."Isso ai Quinn!"(3)

    ResponderExcluir