sábado, 4 de fevereiro de 2012

[Crítica] 90210 - 4x15: Trust, Truth and Traffic

Confiança, apenas 1,99 no Offshore.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Alguém mais ta achando a série meio chatinha nesses dois últimos episódios ou sou só eu? Porque, pelo que me consta, a temporada começou batendo todos os records, sendo a melhor de todas. Só que a qualidade caiu um pouquinho. Não sei se é porque toda semana todos os personagens aparecem e temos que dividir os 40 minutos com sete pessoas no elenco fixo e mais as participações especiais.

Mas, a série não está ruim, só estou comparando com o que acontecia nos primeiros episódios dessa temporada. Porque, além de tudo, no final o episódio ainda deu um jeito de nos emocionar. Eu sabia que o retorno da filha da Ade iria aproximá-la da Silver, era só uma questão de tempo, e realmente o Team Ade vibrou quando as duas fizeram as pazes, depois da Ade praticamente seqüestrar a filha só pra passar umas horinhas com ela.

No final, até a história da Annie foi legal, olha que ela é um dos personagens mais insuportáveis da série. Tanta bondade e teimosia acaba deixando uma pessoa antipática né? Bom, mas agora sobre a sua trama, não tenho muito do que reclamar. Com a casa das Kappa incendiada, sua parceira de prostituição (risos) acabou ficando sem ter onde morar e foi até onde moram Dixon e Austin. Conclusão: A garota armou pra eles parecerem culpados, quando foi ela, então Annie ficou tendo que decidir se deixava o irmão pagar por algo que não fez ou explicava que Bree incendiou a casa sem querer pra se livrar das provas de que ela era uma acompanhante paga.

Até entendo o que ela fez, mas realmente, ela merecia uma punição. A garota incendiou uma casa, poderia ter matado alguém e ainda armou pra um inocente levar a culpa no seu lugar. No fim de tudo, Austin disse que vai se entregar só porque a Annie perderia muito se descobrissem que ela era uma acompanhante paga. Achei digno da parte dele, mas ainda assim, preferia uma punição pra Bree.

Enquanto isso, no núcleo fútil e vingativo da novela, a recém desempregada Naomi Clark estava aceitando qualquer tarefa que lhe fizesse passar em Física. Porque né... Pessoas populares não estudem, apenas seduzem os nerds e ganham a vida. Mas, dessa vez, seduzir não foi o bastante e ela acabou indo ajudar a Vanessa a fazer uma reinauguração pro Offshore bombar mais. Eu realmente achei meio exagerado as idéias da garota. Elas sabem como o Liam é, mas colocaram uma foto enorme dele sem camisa perto da entrada, como se ele fosse aprovar uma coisa dessas.

Felizmente, tudo deu certo. É incrível como tudo sempre dá certo pra Naomi, né? É só ela fazer uns ajustes, planejar alguma coisa e puff, ela consegue o que quer. Mas seu desfecho no episódio foi motivo pro team Naomi vibrar, porque ela conseguiu pelos seus esforços, mesmo o professor dizendo que faria ela passar de ano porque foi convidado pra melhor festa de sua vida. Eu também quero tentar aquele lance de desafiar a gravidade com os palitinhos. Quem curte?

Agora, a melhor parte do episódio, foi realmente as partes em que a Ade apareceu. Porque a Ivy, coitada, só fez algumas cenas que poderiam nem estar no episódio. Acho incrível como não conseguem dar uma trama descente pra essa menina. Nem quando o marido dela estava com câncer, nunca ganhou uma boa história. Aliás, já ta na hora né?

E o Navid, fez falta? Quer dizer, ele apareceu em algumas cenas servindo de coadjuvante pro que a Ade e a Silver estavam passando, mas não fez nada muito importante. Eu sinceramente acho ele inútil. Depois que toda aquela história do tio dele ser preso, perdeu a graça. Ele perambula de um lado pro outro e não sabe o que fazer, ta na hora de dar uma mudada, hein? Ou ele vai acabar igual o Teddy e o falecido Ethan. Que Deus os tenha.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário