quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

[Crítica] 2 Broke Girls - 1x15: And the Blind Spot


Deixe o balão voar.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Eu detesto hiatus. Detesto mesmo. Pra mim, um episódio por semana de 2 Broke Girls é deixar a série em Hiatus de seis dias. Porque ninguém quer esperar tanto tempo pra rir, já que é a melhor sitcon da atualidade. Mas acalmem-se, fãs de Two and a Half Man, isto é na minha humilde opinião.

Mas vamos ao que interessa. A verdade é que, apesar de ser uma ótima série, os episódios não são tão engraçados como antes. Ainda lembro do episódio piloto em que a Max humilhou dois clientes e disse que eles usam boina por causa do Coldplay. Também tem o episódio em que elas vão ao dentista e a Caroline começa a andar por cima dos lenços de papel. Quem não riu nessas cenas, né?

Só que o tempo passou, e as coisas mudaram. Dentre essas mudanças, está a nova personagem, que eu ainda chamo de mãe do Stiffler. Sempre achei ela com talento pra comédia e fiquei bastante feliz quando soube que ela iria entrar pra série. E foi por causa dela que essa semana Max e Caroline conseguiram ganhar um dinheirinho a mais pra realizar seu sonho. Que tal trabalhar com limpeza na empresa Sophie’s Choice?

O problema é que limpeza nunca foi o forte de Caroline. Aliás, limpeza não é o forte de nenhuma garota rica, já que foram acostumadas a ter alguém até pra puxar a descarga pra elas. E tanta incapacidade acabou fazendo Max perceber que Caroline estava atrapalhando seu crescimento. Teve até uma briga hilária das duas dentro da casa de um dos clientes da Sophie.

É claro que Caroline não era ruim apenas na limpeza. A garota tinha criatividade e motivação pra seguir em frente, mas não sabia nada. Então, tudo no episódio ajudou para que as duas brigassem. Os cupcakes que ela deixou queimar, Sophie dizendo que Max era um balão que não voava porque Caroline era a pedra que segurava. Ela até entupiu o banheiro de um modelo enorme de gordo porque jogou um rolo de papel higiênico inteiro no vaso (!!).

Qualquer um ficaria com raiva, mas ela não mereceu isso. Por sorte – Ou ironia – O segundo cliente parecia estar morto e quando a respiração língua-lingua boca a boca de Sophie não funcionou, Caroline provou que é mais útil tentando ressuscitar alguém do que com uma garrafa de detergente nas mãos. E foi essa ressurreição que fez Mac e Sophie perceberem a qualidade de seu trabalho.

Então, final feliz, com direito a fotinho no final porque elas embolsaram 200 Dólares depois de toda essa confusão. E eu gostei bastante da participação da mãe do Stiffler, ela estava no centro da trama e ainda deu um jeito de contracenar com o Oleg. Eles dois juntos, eu não me agüentei, vou lembrar da salsicha até o próximo episódio vir com uma piada melhor.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário