sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

[Crítica] Smash - 1x01: Pilot (Series Premiere)


Só você pode delimitar o tamanho dos seus sonhos.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Vocês podem estar estranhando esta crítica estar sendo lançada semanas antes do lançamento oficial da série, certo? Smash está marcado para estrear no dia 6 de fevereiro, mas o canal NBC liberou o episódio Pilot no internet, para a alegria dos fãs. Isso é, na verdade, uma jogada de marketing, para que os comentários sobre a série se espalhem na internet, fazendo-a atrair mais público. Mas uma estratégia dessas pode ser um tiro no pé, uma vez que a série pode ser massacrada pelos internautas. Resultado? Pode afastar os espectadores, ao invés de atraí-los.

Este é um musical interessante e adulto, que conta os bastidores de um espetáculo da Broadway. Logo quando o projeto recebeu sinal verde para ser produzido, os odiadores da vida, disseram que o projeto seria apenas uma cópia de Glee, mas, assistindo ao primeiro episódio, fica claro que as duas séries não têm nada haver uma coisa a outra. Eu até arrisco dizer que esta é bem mais interessante que a famosa série dos estudantes rejeitados do clube musical da escola. Temos mais espírito e naturalidade. E convenhamos que Glee não é lá essas coisas, ainda mais depois da primeira temporada.

A protagonista e sonhadora da série é a Karen (Katherine McPhee, Terror na Água). Logo nos primeiros minutos, somos apresentados ao seu grande talento, ao som da música Somewhere Over The Rainbow. Achei realmente lindo este cover e adoro a voz dessa garota. Ela é uma ex-American Idol. Eu não assisto ao programa, mas, pelo que eu li, esta apresentação no começo da série, remete a um dos momentos dela no Realit Show, onde Katherine se apresentou cantando a mesma música. Citações à parte, ela não vai bem na audição, mesmo dando o seu melhor e retorna para casa com seus sonhos estraçalhados.

Em paralelo a isso, temos Julia, que prometeu ao marido que daria um tempo nos seus espetáculos para fazer uma adoção. Mas não temos como nos segurar quando uma idéia perfeita surge, não é verdade? Pois bem, mesmo com a promessa, Julia começou a fazer os preparativos para o seu musical, ainda mais quando um vídeo com uma das músicas vaza e toda a mídia especializada cai de joelhos pela produção. Não tem como voltar atrás, e um musical sobre Marilyn Monroe começa a ser produzido.

E uma vez que tudo passa a ganhar vida, começam as audições. É neste momento que a vida de Karen irá se conectar com a de Julia, já que ela parece perfeita para o papel principal. O grande desafio de Karen, é Ivy, uma cantora experiente que parecia ter uma vaga sólida como protagonista do musical. É neste momento que entra Derek, um coreografo e seilámaisoquê, que simplesmente afirma que Ivy não é o suficiente e consegue ver em Karen, alguém que é. Gostei da cena que se passa na casa dele, onde Derek pede para Karen seduzi-lo como a Monroe. Tenho certeza que foi neste momento que ele percebeu que ela era a garota certa pro musical.

Dentre os personagens, acho que este Derek tem bastante potencial, já que ele é um personagem sem nenhuma sutileza. Acho que no decorrer da temporada, ele aprenderá a se tornar mais humano e talvez até se apaixone por Karen, já que eu não vi muita firmeza naquele namorado dela. Outra que terá algumas mudanças na vida amorosa, é a Julia. Deu para ser isso no vídeo promocional de mais de um minuto para o próximo episódio. Eu fiquei com aquele gostinho de quero mais e o pior, irá demorar pra caramba. Agora só resta esperar e torcer para que o resto da temporada seja tão bom quanto o Pilot. OBS: Adorei o cover da Christina Aguilera em Beautiful, ficou perfeito.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário