segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

[Crítica] Nikita - 2x11: Pale Fire

Mãe, quero um regresso igual o de Nikita.

Review:
(Spoilers Abaixo)

E eu que pensei que todas aquelas pontas deixadas no ultimo episódio do ano fossem ser desperdiçadas. Mas onde já se viu isso acontecer em Nikita, né? Eles não deixam passar nada, desenterram defuntos promíscuos que mesmo mortos causam problemas e criam histórias que nem pensamos ser possíveis. Não estou falando da nossa protagonista imortal, ou dos outros mocinhos imortais, mas dessa vez, Alexandra Udinov dominou geral e o mundo parou pra sua história.

Encontrar a mãe que ela pensava estar morta na casa onde ela mataria o homem que ordenou a morte de seu pai? Por Deus, isso é muito mais que descobrir paternidade de bebê em novela das oito. A garota ficou em choque, nem sabia que aquilo era possível, e foi uma pena ela não ter considerado as opções. Se minha mãe estivesse lá, mesmo com as cenas melosas, a primeira coisa em que eu iria pensar é que ela tramou tudo com o Sergei. Mas apesar de todas as coisas em que Alex podia pensar, ela preferiu ignorar tudo e tirar sua mãe dali.

Eu sabia que isso iria acontecer. Ela nunca preferiria matar o Sergei ao invés de tirar a mãe dali. E eu também sabia que a Nikita iria ajudar, porque o lance do Ari e a caixa preta acabou levando nossa Chun-Li da vida real ao encontro da melhor amiga. E eu nem sei descrever o quanto foi bom vê-las fazendo dupla de novo. Elas sempre formaram uma boa equipe, já estava com saudade do tempo em que enfrentavam juntas o perigo e estavam dispostas a morrer uma pela outra. Isso rendeu várias cenas de ação e tiroteio quando a mãe da Alex decidiu dar aloka e acreditar no novo marido.

Que mulher filha da mãe! Ela atrapalhou tudo, ainda fez a Alex ser capturada. Entendo perfeitamente como a Alex se sentiu no final, era uma rejeição sem tamanho. Eu sinceramente espero que a Alex e a Nikita explodam aquela mansão com ela dentro pra tudo ir pelos ares, mulher covarde é na base da violência mesmo. Isso porque eu sei que ela não pode simplesmente virar uma mulher bomba e explodir a mansão como eu quero.

Mas enfim né? Temos que seguir em frente. E o que passou vai voltar, e com certeza com muito mais ação, drama e lágrimas. Acho que a única coisa boa de verdade pros personagens foi Michael e Owen terem pego as caixas pretas. Agora eles têm todas, eu acho, é que eu me perco fácil, só sei que já estão brigando pra ver quem vai meter uma bala na cabeça do Percy.

E eu torço para que seja o Ryan. Ele finalmente reapareceu e ficou conversando com o Percy naquela prisãozinha do Magneto sobre conspiração e coisas do passado, como um casal de idosos que não têm mais o que fazer. Mas Ryan já entendeu muita coisa, ele tem um QI de mais de 200, com certeza vai sair daquela salinha com um plano diabólico que vai destruir a Oversight assim como Amanda quer, ou, destruir todos eles, porque é mais prático e poupa o mundo dos vilões. E se bem entendi, parece que o próximo episódio vai bombar tanto quanto este. É isso mesmo, Evaristo?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Vocês poderiam fazer a crítica da primeira temporada de Hellcats?

    ResponderExcluir