sábado, 21 de janeiro de 2012

[Crítica] New Girl - 1x10: The Story of the 50


Jess, sua linda, faz a minha festa também?

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

A personagem mais fofa do mundo das séries finalmente retornou. Depois de um longo período de férias por causa do mais-que-odiado hiatus, New Girl finalmente retorna com episódios inéditos. E depois de um episódio fofinho de natal, onde a Jess finalmente teve um ponto final em seu relacionamento sem graça, eu pensei que ela começaria a demonstrar alguma coisa pelo Nick. Bem, engano o meu. É tão estranho, porque parece que eles nunca chegaram a se gostar, como se tivéssemos perdido algum capítulo. Só posso dizer que estou esperando, desde agora, pelo episódio especial do dia dos namorados, que não terá o Nick como pretendente para a Jess, vou logo dizendo.

Enfim, este episódio não foi um dos melhores e também não foi um dos piores. Acho que ele conseguiu ficar exatamente no meio e eu não vejo isso como uma coisa ruim. Como todos vocês sabem, eu gosto de tramas que envolvam momentos sexuais embaraçosos e nós vemos muito disto por aqui. Mas concordo que não só de sexo vive uma série e é natural que surjam outros temas. Por sorte, este é focado, justamente, no Schmidt (Eta nome difícil de escrever!). Depois da Jess, ele é o melhor e mais engraçado personagem da série. E foi isso que manteve a série esta semana.

Acompanhamos o aniversário de 29 anos do Schmidt. Mas depois que seus planos deram errado, o cara ficou todo emo, não querendo mais viver neste mundo injusto. E o pior, era seu aniversário de vinte e nove antes, o último da sua "carreira" de vinte. Ele tinha motivos para se preocupar, até porque, a terceira idade está há um ano de distância e ele nem teria uma despedida de sua juventude de uma forma honrada. Bem, isso até a Jess tomar o controle da situação e decidir lhe fazer uma super festa surpresa, no melhor estilo do cara.

Tudo foi planejado de acordo com que o cara queria, de acordo com o que o cara gostava. Eu adorei o gesto da Jess e até o Winston ajudou. Quem me decepcionou mesmo foi o Nick, que não se esforçou muito para surpreender seu próprio amigo. Neste episódio, ele só soube ficar de amores com uma qualquer que foi ressuscitada esta semana. Pelo menos parece que ela irá durar mais alguns episódios e confesse que gostei dela, principalmente quando ela mostrou pro ini-amigo do Schmidt quem mandava. Quem está rindo agora, bitch?

Senti saudades da Cece, ela não apareceu nenhum momento. E o Winston, bem, ele voltou das sombras de onde surgiu. Se no último episódio, ele teve um avanço na sua trama, com um garotinho, aqui ele só serviu como barulho de fundo. Tenho muitas esperanças que não joguem fora aquela "trama" dela, como babá, porque era a melhor chance do personagem mostrar serviço. Apesar da minha opinião, eu tenho quase certeza que a trama foi enterrada e ninguém nunca mais tocará no assunto.

Dentre os destaques do episódio, devo confessar que adorei o stripper-cantor-de-coral-da-igreja. Melhor ainda foi a conversa franca que ele teve com o Schmidt, sobre o quanto o outro pode ganhar se tirasse a roupa. Parece que as bolas dele são do mesmo tamanho, uma informação hilária, mas creio que ninguém merecia saber. Eu adorei as porradas que o ini-amigo do Schmidt recebeu, afinal, ninguém pode chegar chegando na minha Jess. Está pensando o quê? Que ela é puta de beira de estrada? Tira as mãos! Então pessoal, até semana que vem!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. SPOILER:No episódio do dia dos namorados ela se interessará pelo ator que interpreta o Jason em True Blood

    ResponderExcluir
  2. Gostei do episódio,bem feito pro ini-amigo do Schmidt(muito difícil),ele mereceu as porradas da Julia que cara mais chato e metido.Foi engraçado o aniversáriante tentando beijar a Jess mereceu os US$50 na Jarra.

    ResponderExcluir