quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

[Crítica] The Lying Game - 1x14: Black and White and Green All Over

Annie, o que você fez agora?

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Só eu adoro o jeito que os episódios depois do hiatus estão começando? Emma dizendo todas aquelas coisas e aquelas imagens aparecendo, se a série não tivesse tão parada, cada episódio seria épico. Bom, pelo menos, essa semana não tenho do que reclamar.

E olha que a base foi bem simples. Sutton voltando a ser ela mesmo, destruindo tudo de bom que Emma fez no seu primeiro dia de regresso, fazendo jogo de mentiras. Sério, a garota realmente demonstrou que não tem escrúpulos e deu encima do homem de sua melhor amiga. Mas por que eu fiquei surpreso, se ela ficou tentando despachar a irmã gêmea pra longe o tempo todo?

Ruim mesmo foi ver ela estragando as coisas com a Laurel e o Justin. Mesmo com esse lance da vingança, ainda torço pelo casal, e as cenas do episódio onde eles apareceram valeram muito a pena. Mas é claro, logo depois que Sutton estragou tudo contando aos pais a verdade. Incrível como a garota não consegue dar valor ao que tem. Mas isso tudo bem, pior mesmo é não dar valor ao que tem e ainda estragar as coisas pras pessoas que a amam.

Por exemplo, a Emma, ela queria a garota longe e deixou isso claro logo nos primeiros minutos do episódio. E a Emma, coitada, achando que faria parte da família algum dia e que o amor fraternal passaria por cima do orgulho da irmã. Mas só foi saber que Ethan e Emma iriam fugir que ela logo deu um jeito de “aceitar” a irmã. Conveniente, não? Pois é, mas não tanto como a desculpa que ela deu pra beijar o Ethan no baile preto e branco. Sério Sutton, você só ta ficando mais insuportável.

E depois de meia hora de episódio que as coisas realmente começaram a acontecer. É claro que esse jogo de mentiras da Sutton é importante pra série, mas não tão importante quanto uma conversa reveladora com Annie Hobbs. A louca varrida foi pega e finalmente encarou as filhas... Adotivas. Isso mesmo, a louca não é a querida mamãe, mas de algum jeito misterioso, ela ainda está envolvida com Alec.

Nada mais foi dito a não ser isso. Quer dizer, ela explicou tudo. A filha dela chamada Emma morreu e daí ela roubou os bebês de uma mulher que queria dar as filhas, só que não foi explicado como ela conhece o Alec ou de que jeito o Ted está envolvido nessa história. E eu ainda não sei se este acontecimento foi bom ou ruim. Porque não passamos alguns dias rezando por respostas, passamos meses esperando, acreditamos que elas estavam mais perto da verdade e de repente isso acontece. Mas por isso mesmo que este acontecimento sambou na cara do espectador, porque era uma coisa que ninguém esperava.

Então, no fim, voltamos a estaca zero. Annie Hobbs não é a mãe biológica e é Rebecca quem vai dar um jeito nela. E já que ela se revelou uma vadia no fim do episódio, talvez ela seja a mãe, ou simplesmente esteja envolvida até o pescoço com essa “adoção macabra” que rolou uns anos atrás e que ninguém pode saber. Enquanto isso, Sutton vai tentar roubar o namorado da irmã e o da melhor amiga, e quem mais vier enquanto ilude o Thayer, porque bitches não param.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário