terça-feira, 17 de janeiro de 2012

[Crítica] Gossip Girl - 5x11: The End of the Affair?

Oremos?

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Já imaginaram um mundo sem Gossip Girl? Não, não estou falando do cancelamento da série, estou falando de todo esse mundo blogueiro explorado pela série desde sua primeira temporada, que sempre fez os personagens quererem quebrar a tela do computador. Mas isso é impossível, não é? Ta certo que ela some durante algum tempo e às vezes só lembramos dela pelo nome da série, mas ela está sempre lá, vigiando todos do Upper East Side que ainda insistem em ter segredos.

E pra fazer algo diferente no retorno da série, ela acabou se perdendo em dramas rasos e sem explicação, como a queda da Gossip Girl. Me digam, como alguém tão poderoso quanto ela que dominou Manhattan inteira durante anos pôde ser desbancada pelo Spectator do Nate e do blog da Serena? Bom, isso só vamos saber no próximo episódio mesmo, porque neste, além dela não dar as caras, não deu nem um sinal de vida, até os últimos segundos épicos da semana.

Agora, se ela foi desbancada, é claro que não foi do dia pra noite né? Um tempinho se passou desde o acidente da Blair e do Chuck e bastante coisa aconteceu, deixando i início do episódio bastante surreal com cenas do Chuck sendo amigável com Louis e ao mesmo tempo no hospital. Pensei que era apenas um delírio, mas não, era tudo verdade, o tempo passou, e devemos dar graças a Deus que pelo menos tudo foi explicado. Blair perdeu o bebê – como spoilers antigos já tinham revelado – e se afastou de todo mundo, inclusive de seu noivo. Mas por quê?

Um caso, é claro, porque quem não é corno vive cismando. E foi a primeira coisa que Louis e Chuck pensaram. Fizeram até uma parceria pra descobrir se isso era verdade, já que com a Gossip Girl fora do ar, as pessoas já podiam voltar a ter segredos. Mas se era um caso, ela não podia fazer isso sozinha, certo? E quem foi o Laranja da história de novo? Há, Dan, você já foi melhor, e sim, dessa vez estou incluindo seu corte de cabelo na lista de coisas bizarras que aconteceram na série.

O problema de tudo foi que, em meio a tudo isso, eles criaram uma história sem noção pra manter a Blair longe do Chuck até a série acabar. Caguei de raiva quando descobri que ela estava saindo as escondidas com o Dan e mentindo pra todos porque fez uma promessa pra Deus de que se Chuck sobrevivesse ao acidente, ela casaria com Louis e desistiria dele. Oi? Blair, quantas você fumou? Ficou com depressão pós-aborto, só pode. Porque mesmo que ela queira manter uma promessa que fez pra Deus, não faz sentido ela fazer uma promessa dessas se com Chuck os dois seriam felizes. Deus quer que eles fiquem separados?

Sinceramente, achei tudo muito ridículo. A série já deu motivos melhores pra uma separação entre os dois e apelou demais. Eu fiquei rindo da cara da Blair quando ela terminou “de vez” com o Chuck tentando esconder que Deus estava no meio de tudo. E além de tudo, ainda tinha a Serena, quer dizer, MINHA Serena, porque eu to achando que sou o único que gosta da personagem. Ela tentou agir como amiga, mas flopou. Qualquer BFF de verdade puxaria a Blair pelos cabelos e gritava “TA LOUCA MULHER? TU QUER ME MATAR SUA VADIA RIDICULA? SE TU QUER AGRADAR A DEUS ORA DO LADO DO CHUCK, SUA BURRA!” Mas nããão, a Serena não mora na favela e tava querendo ficar longe de escândalo, por isso disse que estava tendo um caso com o Dan e a Irmã Blair estava apenas acobertando.

É isso mesmo, Evaristo? De Gossip Girl a série passou pra Gospel Girl? Porque se for assim né, melhor a Blair virar logo freira, já que isso vai salvar a vida do Chuck. Por isso o que salvou o episódio foi a quase aproximação da Serena com o Dan nessa palhaçada toda e o Nate tentando descobrir o motivo do acidente da Blair e do Chuck. O problema é que a Gossip Girl é quem sabe de tudo e com certeza vai querer que ele a ajude a voltar à ativa pra poder revelar o mistério da limusine sem freios. O XOXO final dela foi muito bom, quero só ver o que a vadia é capaz de fazer pra retomar o trono, mas aposto que não vai ser se entregando a Jesus pra salvar o homem que ama né?

OBS: Nada contra religiosos, minha crítica se baseou apenas no fato de que envolver coisas do tipo na série com cenas ridículas não se torna aceitável só porque isso manterá Blair e Chuck afastados. É a mesma coisa que vê-los separados só porque Chuck prometeu pro pai no leito de morte que não casaria com ninguém do Upper East Side. Exemplo fail, mas é bem por aí.

OBS 2: O mistério de Charlie está quase sendo desvendado, e agora, Jesus?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Boa review!
    Detestei o episódio, foi un insulto a inteligência dos telespectadores!
    Pq a Blair iria prometer isso? Ela é rica e poderia prometer qqr coisa, como ajudar os pobres e td mais.
    Essa Blair fanática religiosa foi a gota dágua que faltava para a série virar palhaçada!
    Eu achei até que se tratava de um episódio de comédia. Achei graça dela indo na igreja.
    Plot ridículo e mal contado.
    Resta saber se isso tudo foi preguiça dos roteiristas e produtores ou uma tentativa insana de levantar a série?
    Como ultima opção pode ter sido uma tentativa de jogar de vez a série no buraco. E eles definitivamente conseguiram.

    ResponderExcluir
  2. gossip girl=FLOP GIRL
    NEM VEJO MAIS

    ResponderExcluir
  3. Adorei os comentários! Foi ridículo demais ver esse enredo idiota de novela mexicana! Podiam ter criado algo mais interessante e menos surreal. E esse Louis?! O que é que esse corno, idiota faz na série, em?
    GG está ficando um lixo. Eles deviam investir em outros personagens, em DAIR, mas também agora, quem liga pro patético do Nate ou pra Serena que só tinha enredo quando tinha algum namorado na área?!

    ResponderExcluir
  4. ainda prefiro manter a esperança de que o episódio foi TODO um delírio porque essa realidade é verdadeiramente patética. NINGUÉM conseguiu se comover naquela despedida meia boca da Blair no final do episódio e ninguém sente pena ou empatia nesse casamento-sacrifício. Três letras: WTF

    ResponderExcluir