terça-feira, 17 de janeiro de 2012

[Crítica] A Fera


Autor: Alex Flinn
Editora: Galera Record
Lançamento: 2011
Título Original: Beastly

Crítica:

Digamos que, nestas últimas semanas, eu tenho lido bastante. Acho que tenho entrado em um estado sentimental, então tenho lido livros com a temática "romances sobrenaturais". Semana passada, eu li Sangue Quente e, agora, é a vez de A Fera. Vocês estão reconhecendo esse título? Não é para menos! Eu critiquei um filme baseado neste livro, meses atrás, com a Vanessa Hudgens. É engraçado, porque eu geralmente leio os livros antes de assistir ao filme, não o contrário. Acho que tira a graça ler uma coisa que eu já sei o que irá acontecer. Mesmo assim, eu acabei lendo o primeiro capítulo deste e me interessei, mesmo sabendo o que iria acontecer.

A história gira em torno de Kyle, um rapaz bonito, que se acha perfeito e simplesmente lidera os alunos de sua escola. Depois que ele é desafiado por uma garota chamada Kendra, Kyle decide amar uma pegadinha com ela, chamando-a para o Baile. Na festa, Kyle vai com outra garota e humilha Kendra, que não parece ficar surpresa com nada daquilo. Não demora muito para Kendra se revelar uma bruxa e jogar um feitiço em Kyle, tirando o que ele tinha de mais precioso, sua beleza. Transformado em uma criatura monstruosa, ele terá dois anos para achar o verdadeiro amor, ou então, ficará daquele jeito para sempre.

Sim, a base da história é praticamente a mesma que a do filme. Mesmo assim, acho que vale a pena ler este livro, mesmo que vocês já tenham visto a versão cinematográfica. Isso acontece porque é interessante acompanhar todos os acontecimentos sobre os olhos de Kyle, que começa como um verdadeiro otário apático e vai se tornando, aos poucos, um romântico incurável, que realmente se importa com as outras pessoas. E esta percepção de mudança, só pode ser completamente apreciada com base na leitura, pois no filme tudo acontece rápido demais, de uma forma impessoal.

Além disso, temos diferenças importantes nas duas versões. A que mais merece destaque, no entanto, é que, no livro, Kyle realmente se transforma numa besta, com garras, pêlos e dentes afiados, se assemelhando assim, a versão clássica da Disney. No filme, ele é apenas cheio de tatuagens e um pouco desfigurado, mas nada completamente sobrenatural. Aqui, além da aparência, o personagem revela ter uma força sobre-humana, além da rapidez e os sentidos mais aguçados. Isso aponta um momento importante, no terceiro ato, quando a aparência do protagonista causa fervor em uma estação de trem, trazendo o elemento "perigoso" em cena, coisa que faltou no filme, que se focou apenas no romance, sem nenhum suspense.

Nas duas mídias, a bruxa Kendra (interpretada no filme pela maravilhosa Mary-Kate Olsen) é a minha personagem favorita. E o melhor, no livro, ela aparece bem mais. Tem várias conversas com o Kyle durante o seu processo de mudança e ainda protagoniza uma super reviravolta no final, que foi excluída do roteiro cinematográfico. Além disso, o livro trás um chat entre a Besta (o protagonista) e outras vítimas de feitiços, como um sapo, uma sereia, um garoto-urso etc. Eu estranhei no começo, mas logo achei interessante estes diálogos e eu até quis saber mais sobre estes personagens virtuais.

Eu recomendo, é claro. Se vocês gostam de ler, se vocês são fãs de A Bela e a Fera da Disney, não podem deixar de conferir este clássico modernizado de uma forma incrível. Acho que todos os elementos foram passados para os dias atuais de uma forma inteligente, principalmente sobre a forma como o protagonista consegue trazer uma garota para sua casa, que acontece de uma forma muito mais natural do que no filme. OBS: É apenas eu que desejo que a Kendra fique com o Kyle no final? No livro eu pude sentir vários momentos com química entre eles dois. Uma coisa de Amor&Ódio.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Esse livro vai entrar para a minha lista.

    ResponderExcluir
  2. vanessa vasconcelos17 de janeiro de 2012 16:04

    PELO MENOS DEVE SER MELHOR QUE O FILME,QUE A CRÍTICA METEU O PAU.....

    ResponderExcluir
  3. Se você diz que gosta de ler antes de ver... Lê As Cronicas de gelo e fogo: A Guerra dos Tronos antes de ver a série. Fica a Dica, eu já vi a série e estou no final do 1º livro

    ResponderExcluir