domingo, 4 de dezembro de 2011

[Crítica] Poseidon

Direção: Wolfgang Petersen
Ano: 2006
País: EUA
Duração: 99 Minutos
Título original: Poseidon

Crítica:

Mayday.

Quando alguém fala de um filme sobre naufrágio, Titanic é o primeiro título que lhes vêm a cabeça. Não posso culpá-los, já que antes de Avatar, era o filme mais rentável da história do cinema. Mas não é só porque tem romancinho e Leonardo DiCáprio que o filme precisa ser o melhor do gênero. Meu preferido até agora é Poseidon, que com certeza se destaca entre os melhores remakes já feitos por Hollywood.

No filme, uma onda gigantesca faz com que um luxuoso transatlântico chamado Poseidon fique de cabeça para baixo em alto mar. Poucos são os sobreviventes, que decidem se arriscar e procurar uma saída daquele local, enfrentado todo tipo de perigo que aquela tragédia poderia oferecer. Mas pouco a pouco o navio vai afundando, deixando-os sem tempo e fazendo-os encontrar seu fim um por um.

Juro que nunca vi uma alma viva falar mal desse filme. E eu realmente espero não ver, já que isso seria muito revoltante. Porque é difícil ver bom filme com o tema hoje em dia, já que Titanic dominou a ala dos naufrágios do cinema e as produções que vieram depois não chegaram nem perto de sua magnitude. Lembram do Titanic Viral que passava de vez em quando no SBT? Só com a chamada eu já ria, “Saiba como foi a história real”. Pelo amor de Deus, o tio Silvio só podia estar de brincadeira, o pior é que depois desse filme o nível do gênero só caiu.

Já estava na hora de alguém lançar um filme de ação de tirar o fôlego, literalmente. Eu sempre gostei de compará-lo com um filme que se tornou lenda na Temperatura Máxima, que infelizmente eu não sei o nome. É sobre algumas pessoas que ficam presas num prédio em chamas e ficam o filme todo procurando um jeito de descer, enquanto um por um deles vai encontrando seu fim. Poseidon é bem parecido, a única diferença, é claro, é o fato deles estarem dentro de um navio, o que eu acho bem mais claustrofóbico.

Mas e quando o elenco é conhecido e atua muito bem? Tenho certeza que cada pessoa conhece pelo menos três rostos dali, e isso ajuda muito na hora de torcer por eles. Mas quando eles morrem, parece o fim do mundo. A gente sempre vai querer dar um jeito de fazer todos saírem dali com segurança, mas isso nunca acontece. E é claro, também tem aqueles personagens que sabemos que não vão morrer, como a filha do protagonista, interpretada pela Emmy Rossum, nossa Bulma de Dragon Ball Evolution. Como era a femme fatale frágil e inocente, sua morte resultaria num show de vaias do povo do cinema, porque né... Virgens têm sempre que sobreviver, olha que ela ainda brigou com papai porque ele queria que ela mantivesse esse status.

No fim, acho que o único defeito foi o clima surreal do filme. É claro, era um navio, estava de cabeça pra baixo por causa de uma onda gigante e pessoas comuns de repente estavam virando atletas pra poderem sobreviver, mas não estou falando disso. É que o filme quase não deu chances. Eles enfrentaram pra mais de seis situações, e sempre que saiam delas acontecia alguma coisa. Segundos depois, o local explodia ou inundava ou qualquer outra coisa, como se eles simplesmente tivessem tido a sorte do tempo.

Com sorte ou não, com Titanic liderando ou não, eu gostei muito desse filme. Recomendo pra quem quer ver ação, romance e drama, porque isso ele tem de sobra. E fica tudo muito melhor quando a gente percebe que se estivéssemos lá, não iríamos passar nem dos vinte minutos de filme. Porque né... Uma coisa é ser filha de um ex prefeito de nova York ou um arquiteto, outra é ser clandestina e ter claustrofobia. Nota 9,5. 

Trailer:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Oi . Vim aqui para dar um conselho de um filme . Se você não viu ainda tem um filme novo que foi lançado faz pouco tempo chamado " trust " ou "confiar" . Não sei se vc curte drama mas esse filme é muito bom . Tente dar uma olhada , acho que vai gostar.

    ResponderExcluir