terça-feira, 27 de dezembro de 2011

[Crítica] I Hate My Teenage Daughter - 1x04: Teenage Dating


Ninguém fica sozinho para sempre.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Antes de mais nada, devo esclarecer minha opinião sobre o "prostituta Brasileira", que apareceu no episódio passado e causou uma certa polêmica nos comentários. Não achei que a série quis realmente "falar mal do Brasil" e, sinceramente, se elas tivessem falado "Prostituta Africana" ou qualquer outra nacionalidade, nós íamos achar normal. Então, nada mais justo do que eu não reclamar sobre isso. Temos que lembrar que a série mal se leva a sério e todos os diálogos são tentativas de se fazer rir e não de denegrir a imagem de um país. Tendo este fato considerado, vamos ao episódio em si.

Depois de um tema repetitivo, tivemos uma história completamente nova esta semana, os namorados (ou pseudo-namorados). É claro que as adolescentes do capeta não iriam deixar barato e, mais cedo ou mais tarde, iriam aparecer com seus respectivos namorados. Surpreendentemente, a história seguiu de por um lado completamente diferente do que eu esperava. Na minha cabeça, as garotas iriam encontrar os piores namorados possíveis. Um crakudo, talvez. Sabe como é, apenas para dar aquele trabalho maravilhoso para aquelas mães malucas.

Ao invés disso, o que tivemos foi um namorado um pouquinho mais velho (bota "pouco" nisso) e que até ajudou a domar a despresiva Sophie. Ela, por sua vez, teve um destaque enorme no episódio, que não teve em momento nenhum antes. Foi bom para ver um pouco mais sobre o outro lado da personagem, enquanto ela não está agindo como uma vadia esnobe. Outro momento engraçado com a interação entre a sua mãe e o seu namorado. As coisas só melhoram quando o bebê entra em jogo e, somente no final, conquista a atenção da Annie.

MacKenzie continua no escuro. Quase não apareceu no episódio, já que sua melhor amiga estava ocupada, tendo uma trama apenas dela. Ela se limitou a uma história de trabalho de direito, e acabou pedindo ajuda do eterno tio quebra galho da Sophie. Mesmo assim, o Jack conseguiu roubar a atenção na história dela e transformou na história dele, com direito a transformação e tudo no final. Eu morri de rir quando ele apareceu com aqueles cabelos grisalhos e roupa de velho. Definitivamente estava faltando "brilho" nele.

Eu só espero que a série consiga se manter, até porque, não falta muito para as nossas preferidas retornarem e este, que é mais uma tapa-buraco, deve ficar sobrando. Acho que esta série já cresceu bastante, mas, para se tornar uma das melhores, ainda tem um longo caminho a percorrer. Espero que ela consiga ou então, o fantasma do cancelamento irá levá-la sem dó nem piedade... E eu nem irei chorar.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Otima critica : Adorei essa serie , este episodio teve a melhor frase de toda serie que foi da annie quando ela disse : " Eu morri e estou no céu não é ? E quero confessar não esperava te ver por aqui . . . Olhando para a Nikki . . .

    ResponderExcluir