quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

[Crítica] Gritos de Horror - O Renascimento


Direção: Joe Nimziki
Ano: 2011
País: EUA
Duração: 91 minutos
Título original: The Howling: Reborn

» Será distribuído pela Flash Star, direto em DVD, com o título Gritos de Horror - O Renascimento. Eles acertaram no título nacional, mantendo o nome da franquia antiga e traduzindo literalmente o subtítulo.

Crítica:

Lua cheia. Sangue novo.

Eu sei que vocês estavam esperando aquela maratona esperta com todos os filmes da franquia Grito de Horror, mas acontece que não será possível desta vez. Não é por falta de vontade, mas acontece que, na internet, não estão disponíveis os sete filmes anteriores da franquia. Se não me engano, só tem para download até o quinto. Então decidi não ver e nem criticar nenhum dos anteriores. Até porque, ficaria incompleto mesmo. Mas tenho que deixar claro que este The Howling: Reborn não é um remake, este filme é uma sequência da franquia antiga, uma oitava parte.

A história deste filme segue um rapaz chamado Will que, na véspera de sua formatura, sente que coisas estranhas estão acontecendo em sua vida. Em primeiro lugar, ele se aproxima de Eliana, por quem é apaixonado, mas as coisas não irão demorar para se tornarem mortais. Depois de um ataque, Will fica convencido de que lobisomens existem e estão atrás dele. As coisas pioram quando o rapaz é levado a crer que ele mesmo é um lobisomem e terá que lutar contra o seu instinto animal. Em paralelo a isso, um bando de lobisomens está disposto a integrá-lo no grupo, mas eles não admitem namoradas humanas...

Apesar de ser o oitavo filme da franquia, não é necessário ter visto os outros para entender a história. Eu mesmo nunca assisti a nenhum dos anteriores e consegui entender perfeitamente. Esta é uma história isolada, aparentemente sem conexões com o resto da franquia. Pode até funcionar como uma espécie de Reboot, como indica o subtítulo do filme, Reborn (renascimento). Estava muito ansioso para assisti-lo, desde que vi o trailer. Apesar disso, tinha aquele certo temor por causa do lançamento direto em DVD. Graças a Deus, eu me surpreendi e o filme entregou justamente aquilo que eu estava esperando.

Depois de assistirem ao trailer, algumas pessoas saíram revoltadas, comparando este filme com Crepúsculo. Tudo por causa do elenco jovem e o clima bobinho de romance. É inegável que Reborn segue algumas regras da atualidade, mostrando adolescentes com corpos sarados de fora e um romance sobrenatural de fundo, mas isso não são motivos para compará-lo com a franquia dos vampiros que brilham no sol. Primeiro que o romance dos protagonistas não é aquela coisa cega e boba. A mocinha tem personalidade e, por muitas vezes, exala uma certa promiscuidade incomum para uma protagonista. Além disso, ela é divertida e tem atitude.

Os efeitos especiais não são lá essas coisas. Sabe como é, lançamento direto em vídeo tende a ter um orçamento bem limitado. Então não espere muito das transformações dos lobisomens e cenas sangrentas. O diretor consegue fazer um bom trabalho e contorna a maioria dos problemas, fazendo o filme parecer muito maior do que ele realmente é. Temos até uma tensão apocalíptica iminente que o roteiro consegue encaixar de maneira eficaz na história.

É claro que eu recomendo, porque eu gostei muito. Já estou prevendo que muitas pessoas não irão gostar, então espero que tenham lido com atenção a crítica para não reclamarem depois. Lindsey Shaw e Landon Liboiron estão ótimos como os protagonistas e o melhor amigo do mocinho devia ter tido mais destaque, apesar de que foi hilária a cena final dele. Só espero que as Partes 6 e 7 sejam disponibilizadas logo na internet para podermos fazer aquela maratona esperta que nós adoramos fazer. Até lá, fica a fica de The Howling: Reborn, que vale a pena. Nota 8,5.

Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Putz esse filme é tão ruim como a parte 3 da serie.

    ResponderExcluir
  2. fica a fica de The Howling: Reborn, que vale a pena. Nota 8,5.

    n seria ("fica a dica" de The Howling...) ou eu interpretei mal?

    sobre o filme, eu nem sabia q era continuação até pensei q fosse remake, pois antes nem sabia q existia um e muito menos 7 :O

    eu n estava esperando nada demais desse filme, vi o trailer e achei um bom passa-tempo, e é isso mesmo oq o filme mostra ser...

    ele tem uma boa historia e o romence deles foi bem original diferente da saga crepusculo q é alienada!!!

    os atores foram bem na atuação, destaco essa Elisa, muito gatinha rss, aconselho quem for assistir, q desligue o cerebro, n pense em outros filmes de lobisomens, n pense q ele será O FILME DO SECULO!!!

    pegue um dia sem nada pra fazer, faça uma pipoca e relaxe com o filme, no fim vc vc irá ter curtido ter feito a sessão passa-tempo!!!

    filme nota : 7

    ps : destaco os Lycans quase igual o do filme Anjos da Noite, esses sim são os Lobisomens de primeira linha, n aqueles lobos viralatas do filmeco crepusculo!!!

    ResponderExcluir
  3. alguem pode me passar o link pra mim ver esse filme?

    ResponderExcluir
  4. RMVB LEGENDADO: http://uploaded.net/file/tghhbsnp

    ResponderExcluir