quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

[Crítica] Hart of Dixie - 1x10: Hairdos and Holidays (Mid-Season Finale)


Nunca é fácil dizer adeus.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

É pessoal, este foi o último episódio do ano. Simplesmente acabou com aquele gostinho de "quero mais". Apesar de não ter se entregado tanto para a comédia, o último episódio do ano se focou nos assuntos do coração. E todos nós sabemos que o povo de BlueBell anda trocando fagulhas por onde passa, não é mesmo? E nada mais justo do que, na última crítica do ano, tenhamos uma foto do meu casal preferido da série, Zoe e Wade. Eu juro que pensei que o tão aguardado beijo sairia na Mid-Season Finale, mas mesmo assim fiquei satisfeito.

Como não poderia deixar de ser, a cidade se prepara para mais uma comemoração. Calma, nada absurdo desta vez. O festival desta semana é em comemoração ao Natal. Achei divertido em ver que até os feriados mais conhecidos são comemorados de forma única em BlueBell. Esse povo realmente tem estilo. Eu simplesmente amo estes episódios especiais temáticos e talvez seja por isso que eu gosto tanto de Hart of Dixie, afinal, toda semana temos uma comemoração diferente. Uma das primeiras coisas que eu gostaria de destacar, é que a audiência da série fechou o ano em alta, com um índice de 0.8 na faixa etária. Para quem não entende nada sobre, devo dizer que é um ótimo número e, atualmente, Hart of Dixie, se estabelece como uma das maiores audiências da CW.

Como eu já adiantei no primeiro parágrafo, este décimo episódio se estabelece como um episódio de decisões importantes. Desde o Pilot acompanhamos esta relação complicada entre a Lemon e o Lavon (nunca disse isso antes, mas até o nome deles parece combinar). Eles ficam nesse "gosto, mas não podemos ficar juntos", que até consegue me irritar. Eu ainda não tinha entendido o motivo deles acharem que ficar juntos era proibido, mas com os flashbacks deste episódio, deu para entender melhor. George estava em NY e não dava a atenção necessária para a Lemon, que estava passando por problemas pessoas depois de receber notícias de sua mãe. Com ninguém para consolá-la, restou a Lavon a tarefa de acolher a moça em seus braços.

A série vem fazendo um ótimo trabalho em humanizar a Lemon. Ela começou com uma vaca sem coração e agora até conseguimos entender as motivações da moça e o porquê dela estar sempre à frente dos festivais e querer ser a melhor em tudo. Sua mãe foi uma grande safada largando-a e gostei da atitude da loira azeda em ir atrás dela. O fato de sua mãe teve outra família não me surpreende e, para falar a verdade, era isso mesmo que eu estava imaginando. Surpreendente mesmo foi ver a Lemon batendo na porta de Lavon e levando um fora do prefeito. Tudo bem que ela é má, mas aquilo doeu até em mim. Parece que o Lavon ter botar um ponto final nisso, mas por mais quantos episódios ele vai conseguir?

Gostei da interação entre o George e o Wade. É impressionante como o Wade combina e faz ótimas parceiras com qualquer personagem dessa série. Até tornar o morto do George interessante, ele consegue. Sim, esse cara faz milagres! E Wade realmente não consegue mais controlar seus sentimentos pela Zoe, muito menos seus ciúmes. Bateu de frente com o George e o mesmo teve que reconhecer que anda arrastando uma asa pela doutora da cidade grande. Parece que finalmente este flerte entre os dois irá acabar. Já estava mais do que nada! Wade, pode avançar que é a tua vez.

Deixei para o final meus dois momentos favoritos. O primeiro foi Zoe e Lemon batendo de frente. Caraca, a discussão pegou fogo, achei que elas cairiam na porrada, mas ainda bem que não aconteceu. Elas são ótimas brigando e cada um tem uma língua mais afiada que a outra. Se vocês pensavam que a Lemon ganharia fácil, mais uma vez, a doutora mostrou que é uma concorrente a altura. Meu outro momento especial fica por conta da Zoe e o Wade. Eles não tiveram muita chance de interagir neste episódio, o que foi uma pena, mas a série terminou com uma cena bem fofa deles dois. Não durou muito, mas foi o suficiente para me saciar. Só quero saber como eu vou sobreviver sem Hart of Dixie. Bem, nos vemos 23 de janeiro, quando a série retornar. Até lá, reciclagem is the new black.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Também quero saber como vou sobreviver sem HoD :/
    Wade e Zoe fofos! Só faltou ela deixar ele pagar a bebida, poxa! haha

    ResponderExcluir