sábado, 17 de dezembro de 2011

[Crítica] American Horror Story - 1x11: Birth

Definitivamente morto com este episódio.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Gente, não é possível que em plena Pré-Season Finale possa haver um episódio desses. Enquanto todas as outras séries estão fracas e mostrando que perderam o foco durante os anos, American Horror Story se supera a cada episódio. A melhor história de terror de todos os tempos, com certeza, por isso ano que vem vai ganhar uma Season 2 pra alegria dos fãs que não conseguem mais viver sem as histórias de seus mortos preferidos.

Eu realmente pensei que deixariam o nascimento dos filhos da Vivien pra Season Finale, mas isso não aconteceu. Como o próprio nome já diz, o nascimento aconteceu essa semana mesmo e foi de longe uma das melhores coisas que já aconteceram na série. Porque né... Se os fantasmas já ficam loucos por pequenas coisas, imagine a confusão que fizeram pra ficar com os bebês. Todo mundo queria um pedaço do que Vivien tinha e alguns pensavam até em dividir os gêmeos, como se fossem um pedaço de mixto quente que deixariam todos felizes.

Mais uma vez vimos mais do casal ‘Taolet’ e eu não achei menos que digno. Agora que a garota está morta ficou mais fácil aceitar um namorado ‘ex’ assassino e até fizeram uma parceria pra espantar os fantasmas dos gays que moraram naquela casa. Eles queriam os bebês da Vivien pra eles, pelo menos até Chad descobrir que ficaria pela eternidade com um homem que não o ama. Foi triste, sabe? Eles eram do mal, mas o ativão era bem pior, talvez tenha haver com masculinidade versus feminilidade, nem casal hétero gosta de tanta frescura, ciúmes e essas coisas. É pra qualquer um se revirar no caixão mesmo.

Bom, com o casal brigando ou não, ou com os fantasmas lutando pelas crianças, o parto de Vivien aconteceu e tivemos um final trágico. Eu não esperava pela sua morte, ela é a protagonista gente, onde já se viu isso acontecer? A sorte é que morrer nessa história não é um problema, porque o povo sempre volta. Seja protagonista, seja amante grávida, seja médicos mortos só para ajudar no parto ou até mesmo os vivos como Constance, que não consegue nem abrir a boca pra falar sem segundas intenções.

Pelo menos a cena da morte da Vivien foi linda. Ela passou por maus bocados dando luz ao anticristo e depois de deixar Lady Gaga morrendo de inveja com o pato mais nojento do mundo, ela apagou. Muitos acham que foi porque Violet apareceu pra ela e pediu pra ela ir pro outro lado, mas eu acho que não. Porque afinal, Ben também estava ali ao lado pedindo pra ela viver, mas isso não era ela que escolhia. Estava sangrando demais e não podia controlar sua vida ou morte com o pedido de algum familiar. Se as coisas fossem tão fáceis assim, né?

Falando em cenas lindas, o Team Tate deve ter ficado triste com o final do casal sobrenatural do ano. Finalmente Violet descobriu o que o namoradinho fez e o mandou ficar longe, porque afinal, ter matado vários estudantes anos atrás não é nada perto de ter estuprado sua mãezinha querida. Ela é o tesouro da mamãe né gente? E agora que a loira dona da casa pegou um de seus bebês e não sabemos se Hayden vai ficar com o outro, elas só têm uma a outra no além.

Sabe, apesar de tudo, estou com medo dessa Season Finale. Eles praticamente terminaram tudo o que havia de interessante na trama como a gravidez da Vivien, o namoro da Violet, ninguém quer ver um episódio sendo focado em Ben e sua decisão de ficar ou não pra sempre com a família. Eu não gosto do personagem, acho ele muito chulo desde que foi provado que ele ficou com Hayden de novo após Vivien tê-lo perdoado. Sem falar que ele é o único psiquiatra que não consegue ouvir ninguém e faz besteira porque acha que é auto-suficiente.

Além disso, a gente ainda precisa se preocupar com a segunda temporada. Todo mundo ta morrendo, daqui a pouco não sobra nenhum vivo pra contar história e a gente vai ter que ficar vendo os mortos se engalfinhando naquela casa. Porque né... Talvez seja a única solução, mas colocar outros protagonistas na segunda temporada não é uma coisa que os fãs aprovem. A não ser que uma irmandade de garotas da faculdade se mude pra lá e os três protagonistas continuem na trama. Ok, parei de sonhar.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
6 Comentários

Comentário(s)

6 comentários:

  1. A season finale finaliza a história da casa, a segunda temporada é uma nova história. A casa encontra-se avenda http://f5.folha.uol.com.br/televisao/1021952-casa-de-american-horror-story-e-colocada-a-venda.shtml.
    Parabéns pelo blog muito bom.

    ResponderExcluir
  2. É tbm concordo com a opnião do colega acima, axo eu tbm que na segunda temporada será uma nova história de terror, com novos personagens e talz. Tipo como exemplo fear itself, só que fear cada episódio era uma história diferente e american vai ser cada temporada.
    O blog é nota 10!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Caro João;

    Se pararmos para analisar, o nome da série é American Horror Story, não American House Horror Story. Não há a necessidade de se prender a casa em si, e nada impede de se tratar de um arco fechado em uma primeira temporada. Resta saber se o público em geral vai entender que o tempo todo o objetivo da série seria esse, fora que inevitávelmente, as pessoas acabam se simpatizando/apegando/afeiçoando aos personagens. Realmente, com a morte de Vivien e de Violet, o núcleo vivo da série se resumiu a Ben, Constance e o Larry Cara-Queimada (Que está preso, praticamente não conta). Portanto tudo me leva a crer que não terá mais um enredo plausivel na série. Possibilidades? Sim, existem...

    Da história se encerrar e a segunda temporada ser uma Nova História de Horror Americana:

    1ª - Ben se tornar um vivo atormentado como o Larry cara-queimada e perturbar os próximos donos;
    2ª - Ben casando com a Constance (Do jeito que o cara é tarado, só falta isso);
    3ª - Ben morrendo e se tornando parte da casa como os outros;
    4ª - Ben, como agora enxerga e entende a realidade da casa, atear fogo nela e acabar com o poder que a mesma tem de "ressuscitar" os mortos-mortos;

    A única possibilidade que eu vejo da história continuar na casa é uma nova família ir morar lá, mas não acho que a empatia será a mesma. Além do que, depois de mostrar tantas histórias de pessoas que já moraram, passaram e morreram na casa, a história de Ben, Vivien e Violet foi só uma ótica de mais uma família que foi consumida pela energia maaléfica que a casa manifesta. Acho que o ideal é uma nova história em um outro ambiente, será uma novidade e nada garante que será tão bem sucedido. Mas pelo que já vimos dessa temporada, talento para escrever e dirigir o pessoal tem de sobra!

    Que seja como sempre foi e sempre é: SURPREENDENTE!

    Abraços ao Nefferson e companhia!

    ResponderExcluir
  5. Ja foi confirmado pelo cara que fez a serie que cada temporada será uma nova casa e terá começo meio e fim sem deixar pontas pra uma proxima temporada. Sóa cho que com esse nome a serie deveria explorar outra coisas além de casa assobrada.

    ResponderExcluir
  6. adorei o episódio,essa série a cada episódio a mais mostra pra que veio e surpreende (: já virei fã,nos ultimos tempos,to viciado em true blood e ahs

    ResponderExcluir