quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

[Crítica] Acampando No Inferno



Direção: George VanBuskirk
Ano: 2010
País: EUA
Duração: 99 minutos
Título original: Camp Hell

Crítica:

Caminhos do Senhor. Perigos da Carne. E horror do demônio.

Denúncia! Esta semana, saiu uma notícia interessante, sobre o fato do ator Jesse Eisenberg (Zumbilândia) estar processando os produtores deste filme por causa de picaretagem. Não entenderam? Vou explicar melhor. Este filme foi filmado antes mesmo do ator se tornar um dos queridinhos de Hollywood (quem era Eisenberg na noite naquela época?). No filme, ele apenas faz uma participação especial bastante tímida, como ele mesmo disse, não fica nem 5 minutos em cena. E, tentando se aproveitar da recente fama do ator, os produtores lançaram o DVD com o rosto do ator em destaque, apenas para atrair público. Acho que o Jesse está mais do que certo e acabou de ganhar o meu respeito. Tem que meter o pau mesmo nessa gente que só quer dinheiro!

A história gira em torno de Tommy, um garoto comum, com um pai extremamente chato e ligado a igreja. Logo, ele é mandado para um acampamento cristão (?) para orar e celebrar alegremente com os irmãos e irmãs do local. As coisas começam a ficar estranhas quando Tommy vê silhuetas estranhas à espreita nas sombras e demônios horrorosos consumindo seus sonhos. Quando ele se aproxima de Melissa, as coisas fogem do controle e ele tenta a todo custo omitir seu pecado. Mas o demônio é esperto e usará esta brecha para poder entrar em uma comunidade unida pela fé e abalada pelos servos. Você tem fé?

Bem, eu tinha fé que este filme poderia, pelo menos, servir de diversão passageira, mas acabei quebrando a cara. Vocês têm noção do quanto este filme é ruim? Não, vocês não têm. Apenas assistindo e passando por 99 minutos de pura tortura que vocês conseguirão imaginar como minha mente foi estuprada severamente. É sério, eu não recomendo isso nem pro meu pior inimigo. São tantas coisas ruins, que eu fico até sem ter por onde começar. Aliás, acho que este deve ser um dos motivos que o Eisenberg decidiu processar os produtores deste filme, até porque, quem quer sua imagem relacionada com esta porcaria? Ninguém.

É engraçado que este filme já tinha sido lançado há vários meses, mas eu, esperto e seletivo, nem me atrevi a dar-lhe alguma chance. Acontece que com esta notícia e confusão sobre processo acabou me despertando uma curiosidade oculta, que eu desejo nunca mais sentir. E eu não estou exagerando, o filme é ridículo, completamente parado. Para vocês terem uma idéia do sofrimento, depois de uma hora de vinte minutos de duração, nada - eu disse NADA - sobrenatural parece querer se manifestar. É apenas um drama sobre uma comunidade chata que só me fez querer correr ainda mais de uma igreja.

Nem mesmo o sexo safadinho lá pelas tantas consegue salvar o espectador da lobotomia selvagem que é assistir a este filme. Confesso que não sou muito corajoso, por isso, ao invés de aguentar tudo de apenas uma vez, eu tive que parar na metade, para assistir o resto no outro dia. Apenas deste jeito eu pude me sentir são novamente. E para dizer que eu detestei tudo, tem uma cena (e eu estou dizendo, é apenas esta cena) interessante, onde um jovem parece possuído e até fala grosso. Mas isso não dura nem um minuto e o resto é uma verdadeira droga.

É óbvio que eu não recomendo e não tiro a razão do ator de processar esta porcaria. Se colocassem minha cara no pôster, eu também teria ficado com muita raiva. E o pior, acho que não seria tão difícil fazer alguma coisa interessante, até porque, o tema parecia legal, se fosse explorado devidamente. Faltou sangue, mortes e, principalmente, uma força demoníaca ativa. No final, tudo fica sem o menor sentido, fazendo-nos querer girar nossas cabeças como no Exorcista, de tanto ódio. Passem longe desta porcaria! Se querem ver um filme demoníaco, acho que é melhor esperar por Filha do Mal, que está para estrear no próximo mês. Nota 2,0.

Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. vanessa vasconcelos1 de dezembro de 2011 22:25

    mente estuprada? rachei...kkkkkk e essa do sexo safadinho foi muito louco ,tu ta inspirado hoje em meu velho....engraçado que um dia desses eu quase assisto essa bagaça,mas depois dessa irei passar longe.valeu por avisar,good bye.

    ResponderExcluir