quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

[Crítica] 90210 - 4x12: O Holly Night (Mid-Season Finale)

Prostituta não! Acessora simpática de solitários com dinheiro!

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Isso é o que eu chamo de mais um episódio comum. É sério, as séries teen estão me decepcionando em suas Mid-Season Finales, parece que não são mais como antes. Após terminar de assistir ao episódio, lembrei em como a temporada passada me deixou em choque com seu gancho super cretino, que me fez ansiar pela continuação em Janeiro como se 90210 fosse a minha série preferida. Mas dessa vez, as coisas não foram bem assim.

Pra começar, aconteceu o que todos temiam: Navid mais uma vez estragou tudo. Eu ainda me impressiono com o fato do personagem ser tão lerdo a ponto de nem saber mentir pra proteger a namorada. Naquele plano de colocar o tio na cadeia, o cara ficou tão nervoso que acabou sendo descoberto e levando uma surra. Bem merecida, por sinal, já que a essa altura ele deveria saber que seu futuro e o de seu relacionamento com Silver dependiam disso.

Pelo menos o fracasso do garoto não foi completamente em vão. Foi isso que fez Silver ir ao hospital e vê-lo se mãos dadas com a policial, o que mais tarde fez a garota perceber que deveria seguir em frente com seu novo namorado, mesmo ele tendo uma filha. Achei digno, já estava na hora disso acontecer. Por mais que Navid tivesse sacrificado muitas coisas pra poder ficar com ela depois que tudo acabasse, ninguém merece ficar com um cara que não diz a verdade. Eu sei que se ela soubesse de tudo, poderia estar em perigo, mas eles já passaram por muitas coisas que só foram fazendo a garota ficar ainda mais certa de que precisavam terminar de vez.

Outro casal que não teve bons momentos no episódio foi o Dixanna, que a cada episódio me conquista. No começo eu achei que eles não deveriam ficar juntos, mas com a evolução da trama, eles começaram a formar um lindo casal. O drama deles foi por causa da musica da Ade que o Dixon modificou. Ele não sabia que ela tinha composto pra filha que abriu mão na primeira temporada e isso acabou abalando a relação dos dois, pelo menos até o garoto cometer suicídio profissional na frente de todo o bar com uma musica brega pedindo perdão. Eu achei linda, apesar de tudo, e ainda fez a Ade amolecer e quase topar entrar no ramo da musica de novo.

Enquanto isso, a diva da organização de festas, Naomi Clark, provou mais uma vez que, mesmo tentando, nãos e pode ser amiga da inimiga. Como eu previ, o estágio que a mãe de Holly deu a Naomi causou outra confusão entre as duas, dessa vez bem mais grave. Fiquei com muita pena da Holly quando ela disse que Naomi estava roubando as coisas dela, porque fazia muito sentido. Primeiro a casa, depois o Austin, depois o estágio que ela tanto queria, quem não ficaria com raiva disso? E como vingança, a garota aproveitou que Naomi estava tratando Austin como um animal e fisgou o garoto, num flagra não tão emocionante. Eu sabia que isso iria acontecer, portanto o choque não foi tão grande quando Naomi pegou os dois seminus se beijando no quarto.

Agora, pra fechar o ano, a trama mais ridícula do episódio inteiro. Primeiro, Annie e Liam terminaram e seguiram suas vidas como se nunca tivessem namorado. Agora, de repente, Liam volta a se interessar pela garota só porque as lembranças da fake viúva do Alaska não o satisfazem mais. O pior de tudo foi vê-lo transar com Annie e depois dizer que aquilo foi um erro. Pelo amor de Deus, achei tão ridículo que quase passei as cenas deles dois. A não ser a parte em que o Liam dá um soco no Patrick, achei bastante digno, muito mais depois que ele praticamente pediu pra Annie entrar num ménage com uma garota que ele costuma ver no Hawaii.

Mas, apesar dessa trama, Annie se saiu muito bem no caso da herança. Ela parou de ser a certinha e invadiu a casa do Jeremy pra encontrar o calor da Marla, e essa foi a melhor cena de todo o episódio, já que ela gravou ele falando mal da mulher e isso vai fazer ela ganhar uma fortuna. Quando ela disse “É vadia rica pra você”, eu quase pulei da cadeira de tanta emoção. Pra mim a personagem deveria fazer mais coisas como essas, não agüento mais sua chatice e eu realmente quero começar a gostar dela.

A ponta deixada pra Janeiro foi simplesmente um acidente. Nossa, que choque, até parece que o Liam vai morrer na Mid-Season Finale, não é? Por isso a cena não chocou, ele não pode morrer, e pontas desse estilo são sempre um saco. Quero pelo menos que ele fique aleijado por algumas semanas ou sei lá, ou que a garota que ‘o atropelou’ o prenda na casa dela porque é uma fanática. Seria bem interessante, né?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário