domingo, 6 de novembro de 2011

[Crítica] Crepúsculo [Livro]

Autor: Stephenie Meyer
Editora: Intrinseca
Lançamento: 2005
Título Original: Twilight

Crítica:

Podem falar o que quiser, mas no dia 18/11 o mundo inteiro vai parar, não é verdade? Muitos odeiam, muitos amam, e a saga apenas cresce. Assim como Harry Potter, o filme Crepúsculo é uma adaptação de um livro e trouxe para o cinema uma nova forma de ver os vampiros. Com o penúltimo filme quase chegando aos cinemas de todo mundo, é aquela hora que o blog precisa fazer aquela maratona esperta e criticar todos os filmes. Mas a saga não se resume apenas nos filmes, não é? Por isso vamos realizar um combo vampiresco teen para agradar todos os fãs e criticar também a saga de livros.

Acho que todos conhecem a história, não é? Seja fã, seja hater ou seja poser, todo mundo sabe que a história gira em torno de Isabella Swan e a sua mudança repentina pra cidade mais chuvosa e fria do país. Tímida e anti social, Bella possui todas as características possíveis que uma mulher insegura tem, e talvez tenha sido desse jeito que conquistou Edward, o garoto mais bonito do colégio. Cheio de mistérios e atitudes estranhas, Bella acaba se envolvendo cada vez mais com o garoto até os dois se apaixonarem perdidamente, mas o que Bella não sabe é que Edward é um vampiro e este amor pode colocar a vida dela e de todos que ama em perigo.

O sucesso do livro veio de repente, sabe? Porque de acordo com a autora, a história é bastante pessoal, e podemos comprovar isso quando percebemos as lacunas que ela deixa. O livro é meio vago e não explora muito o mundo vampiro, acho que a narração em primeira pessoa não ajuda muito, sendo que Bella como humana não poderia saber muito da vida dos vampiros. Mas no geral, o resultado é muito bom. Muita gente ainda tem preconceito e não consegue fazer sua mente ficar aberta pra história, mas eu entendo, afinal, vampiros que brilham ao sol é no mínimo ridículo, não? Mas a história não se resume apenas nisso e no final qualquer um acaba se perdendo na história de amor entre Bella e Edward, e é por isso que a saga faz tanto sucesso.

Mas amos aos defeitos? Pra começar, aquela mania que a autora tem de explicar cada detalhe de cada coisa, ela acaba perdendo bastante tempo nisso. Bella não podia entrar numa sala sem prestar atenção nos 300 vasos que ali havia, na decoração ou nos sons, além de se perder nos tons também. Era algo tipo “A cor da parede era de um tom vermelho-acizentado com cereja queimado e uma leve sombra azul bebê que lembrava o céu azul marinho quase verde-amentolado do Crepúsculo laranja”. Poxa, tia Steph, assim não dá, corta todo o clima da história. Pelo menos ela compensa em história e criatividade, porque isso é o que não falta. A mulher sabe o que vende, sabe organizar as situações e sabe do que os fãs vão gostar. E adivinhem só? O filme foi lá e fez melhor. Por exemplo, a cena em que Bella descobre que Edward é um vampiro, no filme ficou imortalizada, mas no livro isso não acontece. Não que seja ruim, mas não tem tanta emoção Bella encarar Edward e descobrir que ele é vampiro dentro de um carro. Eu voto pela cena em que ele carrega ela e sai correndo feito louco em busca do brilho do sol.

Acho que pra terminar, eu tenho que recomendar, não é? Crepúsculo não é uma obra prima da literatura e está longe de ser considerado uma obra complexa, mas vale a pena ler. Se a gente for parar pra pensar, a história faz bastante sentido, e é sempre bom um romance entre criaturas, prova que o amor muda tudo. E a Bella, não se enganem, é a garota perfeita. Como não gostar de alguém com essa personalidade? É quase um pecado odiá-la, porque no fim, acho que todo homem quer uma mulher que possa mimar, tomar conta e proteger. Uma pena que a sexualidade do Edward seja discutível, né?


Significado da Capa: O pecado de Adão e Eva, a maçã que lhes custou a expulsão do paraíso, o pecado que é amar um vampiro, criatura criada apenas para matar.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário