sexta-feira, 11 de novembro de 2011

[Crítica] American Horror Story - 1x06: Piggy, Piggy

Quando se é escolhido, não se pode fugir.

Crítica:
(Spoilers Abaixo)

Não tem como não ficar eufórico a cada episódio, não é? Eu mal tinha acabado de ver o 1x06 e já estava querendo mais, é com certeza uma das histórias de terror mais bem contadas de todos os tempos. Não só pelo terror, mas também pelo mistério, é sempre bom ver aquelas produções em que não temos certeza sobre quem está vivo ou quem está morto, e no fim eles acabam nos surpreendendo.

No episódio passado especulei que Tate estava morto, por uma série de motivos que faziam sentido, e realmente eu não estava errado. O que mais surpreendeu foi a história do massacre que ele cometeu, a tensão dos primeiros minutos do episódio foi impagável e eu pensei que depois disso haveria uma enrolação, mas me enganei. Violet acabou descobrindo toda a história e começou a pirar por causa do lance dos fantasmas, e é exatamente o que acontece com pessoas céticas. Ela até recusou a ajuda de uma médium trazida por Constance, deve ser mesmo difícil acordar um dia e perceber que existe um outro mundo fora daquele em que vivemos.

E em pleno século vinte e um, com romances entre humanos e vampiros em todo lugar e com previews de um futuro romance entre humanos e zumbis, eis que surge entre Violet e Tate e história de amor mais macabra dos últimos tempos. É difícil admitir que o garoto por quem está apaixonada está morto porque no passado assassinou a sangue frio vários alunos de seu colégio. Qualquer um piraria, né? Namorar vampiros que se recusam a matar seres humanos é fácil, namorar zumbis que não sabem o que está acontecendo é até divertido, mas namorar o fantasma de um assassino é um pouco demais, né?

Deve ter sido por isso que Violet ofuscou todos os outros personagens neste episódio. Seu drama com Tate foi bem mais interessante que a busca de Vivien pela enfermeira que desmaiou quando viu seu ultra-som. Ela a encontrou, mas não acreditou na mulher quando ela disse que tinha visto a besta dentro dela. Quem acreditaria numa coisa dessas? Pelo amor de Deus, né? O que tem de crente por aí falando que fulano está com a pombagira e ciclano está desempregado por causa de uma marmota de satanás, faz qualquer um ficar cético em relação a tudo isso. Pena que este absurdo deve ser verdade, mas Vivien está longe de acreditar numa coisa dessas.

E agora – pro nome do episódio não ser um fail total – temos a história de Ben, que me desculpem, mas é um dos personagens mais cretinos da série. Trair a mulher é uma coisa, trair a mulher de novo e engravidar a amante é outra, mas trair a mulher grávida com uma doente mental? Fala sério, ele deveria tomar vergonha na cara e sumir por uns tempos. Mas não, ele não quer, e ainda exigiu que deveria realizar suas sessões de terapia na casa. Isso foi bom, até ele conhecer um homem que tinha medo da história do porquinho.

Não, ele não tem medo da história dos três porquinhos, ele tem medo de outra história realmente muito macabra. É quase uma Maria Sangrenta, só que com porcos. De acordo com ele, um cara que trabalhava num abatedouro e usava máscara de porco acabou caindo e sendo devorado pelos animais. E agora nãos e pode falar “Piggy Piggy Piggy” três vezes na frente do espelho ou então ele te mata. Doentio ou não? Bom, é só mais uma lenda urbana, mas irônico mesmo foi o cara ser assassinado depois de tomar coragem e dizer isso na frente do espelho. O ladrão pensou que ele estava chamando ele de porco e meteu bala.

E a Constance? Bom, ela glamorizou de novo, mas dessa vez qualquer um sentiria pena dela. Depois de entrar pedaços de porco cru para Vivien, ela retornou para sua casa e protagonizou uma cena emocionante com a médium que chamou. Sério gente, a mulher poderia não demonstrar, mas amava muito a filha com síndrome de down, e seu discurso foi épico. Deve ser horrível ter tido que matar o marido e a governanta com quem dormia e depois ter perdido todos os filhos. Agora ela está completamente sozinha, já que quando Tate vir a luz, nem os fantasmas daqueles que ama ela vai ter.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. tate não pode ir pra luz, ele tem que ficar com a violet até a série acabar HHUAIHD ):

    ResponderExcluir
  2. Pode fazer um favor?? Vamos relembrar todos que já morreram naquela casa até agora?? É muita gente, eu perco a conta!!

    ResponderExcluir